Percepções de Pesquisadores Brasileiros sobre Elementos e Estratégias da Gamificação a Serem Adotados em Ambientes Virtuais de Aprendizagem

Thaís Tenório, Cleonice Pereira do Nascimento Bittencourt, André Tenório

Resumo


A discussão sobre a Educação a Distância vem ganhando espaço cada vez maior no Brasil, notadamente nos últimos anos. Diante do considerável aumento do número de alunos matriculados em cursos a distância, faz-se mister compreender como se dá a inserção desses alunos no mercado de trabalho após sua formação. Destarte, esta pesquisa teve como objetivo investigar a inserção de egressos da Licenciatura em Matemática no mercado de trabalho por meio de um estudo descritivo e de campo, realizado junto a alunos graduados pela Universidade Federal da Paraíba na modalidade a distância, bem como com gestores de escolas particulares do Estado. A pesquisa revelou que a maior parte dos egressos do curso já atuava no mercado de trabalho antes mesmo de sua formação. Os gestores escolares ressaltaram a importância da Educação a Distância, sobretudo nas regiões onde não há universidades instaladas, e a maior parte deles não considera o egresso de cursos a distância menos capacitado para atuar nas escolas.


Palavras-chave: Educação a Distância, Mercado de trabalho, Licenciatura, Matemática.

 

 

Insertion of Graduates of Distance Learning Courses in the Labor Market: a Study Focused the Degree in Mathematics

Abstract


The discussion on distance education has been increasingly in Brazil, particularly in recent years. Owing to the considerable increase in the number of students enrolled in distance courses, it is mister to understand how is the insertion of these students in the labor market, after their graduation. Thus, this research had as objective to investigate the insertion of graduates in Mathematics in the labor market, through a descriptive and field study, carried out among the students graduated from the Federal University of Paraiba in the distance modality, as well as with managers of private schools of the State. The research revealed that most of the students of course was already working in the labor market, even before their graduation. The school managers highlighted the importance of distance education, especially in regions where there are no universities installed and most of them do not consider the egress of distance courses less qualified to act in schools.


Keywords: Distance education, Labor market, Graduation, Mathematics.


Palavras-chave


Educação a distância; Gamificação; Jogo.

Texto completo:

PDF

Referências


Alves, F. P. (2014). Gamification: como criar experiências de aprendizagem engajadoras. São Paulo: DVS Editora.

Alves, F. P., & Maciel, C. (2014). A gamificação na educação: um panorama do fenômeno em ambientes virtuais de aprendizagem. In Seminário de Educação (p. 1-11). Cuiabá, MT. Disponível em http://www.researchgate.net/publication/269995356_A_gamificao_na_educao_um_panorama_do_fenmeno_em_ambientes_virtuais_de_aprendizagem

Alves, L. R. G. (2008). Games e educação – a construção de novos significados. Revista Portuguesa de Pedagogia, 42(2), 225-236. Disponível em http://iduc.uc.pt/index.php/rppedagogia/article/view/1245

Alves, N. C., Mantilla, S. P. S., Perdigão, L. T., Campos, M. L. G., Rolando, L. G. R., & Salvador, D. F. (2015). Influência da tutoria na participação dos alunos em um fórum de discussão on-line. Revista EaD em Foco, 5(1), 170–182. Disponível em http://dx.doi.org/10.18264/eadf.v5i1.287

André, M. E. D. (2005). Estudo de caso em pesquisa e avaliação educacional. Brasília: Líber.

Barata, G., Gama, S., Jorge, J., & Gonçalves, D. (2013). Melhorando o ensino universitário com a gamificação. In V Portuguese Conference on Human-Machine Interaction (p. 1-8). Vila Real, Portugal. Disponível em http://web.ist.utl.pt/~daniel.j.goncalves/publications/2013/paper_34.pdf

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Borges, S. D. S., Reis, H. M., Durelli, V. H., Bittencourt, I. I., Jaques, P. A., & Isotani, S. (2013). Gamificação aplicada à educação: um mapeamento sistemático. In XXIV Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (p. 234-243). Disponível em http://www.br-ie.org/pub/index.php/sbie/article/view/2501

Creswell, J. W. (2010). Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Porto Alegre: Artmed.

Deterding, S., Dixon, D., Khaled, R., & Nacke, L. E. (2011). Gamification: toward a definition. In Conference on Human Factors in Computing Systems (p. 1-4). Vancouver, Canadá. Disponível em http://gamification-research.org/wp-content/uploads/2011/04/02-Deterding-Khaled-Nacke-Dixon.pdf

Fadel, L. M., Ulbricht, V. R., Batista, C. R., & Vanzin, T. (2014). Gamificação na educação. São Paulo: Pimenta Cultural.

Fardo, M. L. (2014). A gamificação aplicada em ambientes de aprendizagem. Revista Novas Tecnologias na Educação, 11(1), 1–9. Disponível em http://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/41629/26409

Fardo, M. L. (2013). A gamificação como estratégia pedagógica: estudo de elementos dos games aplicados em processos de ensino e aprendizagem. Dissertação de mestrado. Universidade de Caxias do Sul.

Franco, M. P. B. (2013). Análise de conteúdo. Brasília: Plano.

Gil, A. C. (2010). Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas.

Kapp, K. M. (2012). The Gamification of learning and instruction: game-based methods and strategies for training and education. Hoboken: Pfeiffer.

Klock, A. C. T., Carvalho, M. F., Rosa, B. E., & Gasparini, I. (2014). Análise das técnicas de gamificação em ambientes virtuais de aprendizagem. Revista de Novas Tecnologias na Educação, 12(2), 1-10. Disponível em http://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/53496/33013

Martins, T. M. O., Nery Filho, J., Santos, F. V., & Pontes, E. C. (2014). A gamificação de conteúdos escolares: uma experiência a partir da diversidade cultural brasileira. In X Seminário de Jogos Eletrônicos, Educação e Comunicação. Salvador, BA.Disponível em http://www.comunidadesvirtuais.pro.br/seminario-jogos/files/mod_seminary_submission/trabalho_87/trabalho.pdf

Munhoz, A. S., & Martins, D. R. M. (2014). Gamificação: perspectiva de utilização no ensino superior. In XX Congresso Internacional da Associação Brasileira de Educação a Distância (p. 1-10). Curitiba, PR. Disponível em http://www.abed.org.br/hotsite/20-ciaed/pt/anais/pdf/91.pdf

Nicholson, S. (2013). Exploring gamification techniques for classroom management. In Games + Learning + Society 9.0. Madison, WI. Disponível em http://scottnicholson.com/pubs/gamificationtechniquesclassroom.pdf

Oliveira, S., & Zangalo, N. (2014). Abordagens da narrativa nos media. Portugal: Universidade do Minho.

Orth, M. A., Fuet, F. S. O., Otte, J., & Neves, M. F. (2013). Ambientes virtuais de aprendizagem e formação continuada de professores na modalidade a distância. Conjectura: Filosofia e Educação, 18(1), 42-58. Disponível em http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/conjectura/article/viewFile/2037/1200

Pfeiffer, C., Silva, A. R. L., Vasconcellos, S. M., & Spanhol, F. J. (2012). Tutoria a distância: construindo o conhecimento em cursos on-line. Revista EaD em foco, 2(1), 72-80. Disponível em http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/104/27

Pimenta. F., & Teles, L. F. (2014). Gamificação e colaboração como fatores motivadores da aprendizagem. In G. L. Santos & M. M. Létti (Orgs). Gamificação como estratégia educativa (p. 107-125). Brasília: Ábaco.

Schlemmer, E. (2014). Gamificação em espaços de convivência híbridos e multimodais: design e cognição em discussão. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, 23(42), 73-89. Disponível em http://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/1029/709

Silva, M. C. (2013). Curso online ludificado e o processo de Gamification como recurso educacional. Dissertação de mestrado. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Silva, T. R., Araujo, G. G., Fernandes, J. V. O., & Aranha, E. H. S. (2014). Oficinas de gamificação: um relato de experiência com professores do ensino básico. In XIX Conferência Internacional sobre Informática na Educação (p. 678-683). Disponível em http://www.tise.cl/volumen10/TISE2014/tise2014_submission_213.pdf

Simões, J., Redondo, R. D., & Vilas, A. F. (2013). A social gamification framework for a K-6 learning platform. Computers in Human Behavior, 29(2), 345-353. Disponível em http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0747563212001574

Tenório, A., Ferreira, R. S. L., Almeida, M. C. R., Zucon, L. H., & Tenório, T. (2014). Ferramentas da educação a distância: a visão do tutor. Revista EaD em foco, 4(1), 48-60. Disponível em http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/204

Tulio, L. S., & Rocha, E. M. (2014). Elementos de gamificação aplicadas à educação em ambientes virtuais de aprendizagem. In V Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão (p. 1 - 13). Campo Grande, MS. Disponível em http://eventos.ufgd.edu.br/enepex/anais/arquivos/330.pdf

Yin, R. K. (2010). Estudo de caso: planejamento e métodos. São Paulo: Bookman.




DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v6i2.386



Direitos autorais 2018 Revista EaD em FOCO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS