O Ensino Mediado pelo WhatsApp: Reflexões sobre a Prática Docente no Ensino Fundamental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v12i1.1672

Resumo

A pandemia de COVID-19 impôs ao contexto educacional uma grande transformação e um novo modelo de ensino e aprendizagem. Muitos professores se desafiaram em aulas remotas, via aplicativos de mensagens instantâneas, destacando-se o uso do WhatsApp. Por meio desse aplicativo, os professores têm desenvolvido relações de ensino e de aprendizagem, utilizando diversas estratégias, como vídeos, textos multimodais e áudios, que auxiliam nas aulas remotas. Neste cenário, realizamos este estudo, que teve por objetivo, conhecer e analisar as práticas pedagógicas desenvolvidas em uma turma do 1º ano do Ensino Fundamental, que ocorreu pelo celular, através do aplicativo de mensagens WhatsApp. A pesquisa é de natureza qualitativa, com a utilização de entrevista semiestruturada e observações sistemáticas de aulas remotas, durante uma semana do mês de agosto de 2021. O estudo ocorreu em uma Escola Pública Municipal em Santana, no Amapá, Brasil. Os resultados das análises realizadas apontam que o ensino desenvolvido nessa turma, no período de pandemia, por meio do WhatsApp, é promissor em relação às práticas pedagógicas remotas desempenhadas pelo professor, entretanto, carece de outros estudos e outras reflexões sobre a temática.


Palavras-chave: Ensino. Práticas docentes. Tecnologias digitais. WhatsApp.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANTUNES, C. Professores e professauros: reflexões sobre a aula e práticas pedagógicas diversas. 9ª Ed. Petrópolis, RJ. Vozes:2014.

BOAVENTURA, S. S. A Cruel Pedagogia do Vírus. Coimbra. Edições Almedina, S.A. 2020.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Ministério da Educação. RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 2, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2020. Institui Diretrizes Nacionais orientadoras para a implementação dos dispositivos da Lei nº 14.040, de 18 de agosto de 2020, que estabelece normas educacionais excepcionais a serem adotadas pelos sistemas de ensino, instituições e redes escolares, públicas, privadas, comunitárias e confessionais, durante o estado de calamidade reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, de 10 de dezembro de 2020. Diário Oficial da União. Brasília, 11 dez. 2020.

DEMO, P. (2008). Habilidades do Século XXI. Boletim Técnico Do Senac, 34(2), 4-15.Disponível em: https://www.bts.senac.br/bts/article/view/269/268. Acesso em 12 set.2021.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. - São Paulo: Atlas, 2002.

HODGES, et al. The Difference Between Emergency Remote Teaching and Online Learning. Educause Review. Disponível em: http://er.educause.edu/articles/2020/3/the-difference-between-emergency-remote-teaching-and-online-learning [GS Search] 2020.

LOPES, C. G. Aprendizagem histórica na palma da mão: os grupos do WhatsApp como extensão da sala de aula. 1ª ed. Curitiba: Appris, 2018. E-book kindle.

MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de Metodologia Científica. 5 ed. – São Paulo: Atlas, 2003.

MASETTO, M. Mediação Pedagógica e Tecnologias de Informação e Comunicação. In Novas tecnologias e Mediação Pedagógica. 1ª ed. Campinas, SP: Papirus, 2017.E-book kindle.

MELLO, J. G.; NOVAES, R. C.; TELLES, S. C. C. Educação Física Escolar a Distância: Análise de Propostas para o Ensino Remoto. EaD em Foco, v. 10, n. 3, e1094, 2020.

DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v10i3.1094

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise Textual Discursiva. 3.ed. Editora Unijuí. Ijuí, 2016.

MORAN, J. M; MASETTO, M. T; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e Mediação Pedagógica. 1ª ed. Campinas, SP: Papirus, 2017.E-book Kindle.

NEUENFELDT, A. E. Produção de Vídeos Como Objetos Digitais de Ensino e de Aprendizagem Potencialmente Significativos (ODEAPSs) nas Ciências Exatas: limites e possibilidades. 2020. Monografia (Doutorado) – Curso de Ensino, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 06 mar. 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/2843. Acesso em: 06 set. 2021.

SANTO, E. E.; TRINDADE, S. D. Educação a distância e educação remota emergencial: convergências e divergências. In: MACHADO, Dinamara P. Educação em tempos de COVID-19: reflexões e narrativas de pais e professores. Curitiba: Editora Dialética e Realidade, 2020.

SIBÍLIA, P. Redes ou paredes: a escola em tempos de dispersão. Rio de janeiro: Contraponto, 2012. E-book kindle.

UNICEF Brasil, Cenpec Educação. Cenário da Exclusão Escolar no Brasil: Um alerta sobre os impactos da pandemia de COVID-19 na educação. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/media/14026/file/cenario-da-exclusao-escolar-no-brasil.pdf. Acesso em: 20 set 2021.

VALENTE, J. A.; MORAN, J. M.; ARANTES, V. A. (organizadora). Educação a distância: pontos e contrapontos. São Paulo: Summus, 2011. E-book kindle.

WHATSAPP. Blog do WhatsApp. 2021. Disponível em: https://www.whatsapp.com/about. Acesso em: 07 out. 2021.

Downloads

Publicado

2022-04-22

Como Citar

Negrão, M. M. S. ., & Neuenfeldt, . D. J. . (2022). O Ensino Mediado pelo WhatsApp: Reflexões sobre a Prática Docente no Ensino Fundamental. EaD Em Foco, 12(1). https://doi.org/10.18264/eadf.v12i1.1672

Edição

Seção

Estudos de Caso