Realidade Aumentada e Interdisciplinaridade: o Uso do Aplicativo LandscapAR no Ensino de Matemática e Geografia

Autores

Resumo

Este artigo é norteado pelos resultados de uma pesquisa que buscou refletir acerca de uma ação didática. A metodologia utilizada desdobrou-se por meio de pesquisa qualitativa, emersa em perspectiva de estudo de caso, com lócus em uma escola pública da rede estadual do Paraná, onde todos os sujeitos eram alunos de ensino médio e, pertencentes a uma geração Z, que consolida de forma mais eficaz seu aprendizado via tecnologias digitais.O objetivo geral da pesquisa foi verificar se ocorreriam abstrações e se legitmimariam apropriações cogntivas, em um viés interdisciplinar da geografia e matemática, através do aplicativo LandscapAR. Os resultados apontaram para um processo de aprendizagem mais participativo dos alunos na interação com esse aplicativo de realidade aumentada, e, na mesma medida, apropriaram-se dos conceitos pretendidos.

Palavras-chave:Ensino de geografia. Educação matemática. Literacia midiática. Realidade aumentada. LandscapAR.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tarliz Liao, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor em Educação Matemática Professor Adjunto UFRGS - Campus Litoral Norte http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4750679P6

Referências

ALVES, Z. M. M. B.; SILVA, M. H.G. F. Análise qualitativa de dados de entrevista: uma proposta.Paidéia,Ribeirão Preto, v. ?, n. ?, p. ??-??, 1992. Disponível em: ?. Acesso em: ?.

ANDRÉ, M. E. D. A. Texto, contexto e significado: algumas questões na análise de dados qualitativos. Cadernos de Pesquisa. 1983

CARDOSO, R. G. S; PEREIRA, S. T; CRUZ, J. H; ALMEIDA, W. R.M.Uso da realidade aumentada em auxílio à educação. Computer on the Beach, cidade?, v. ?, n. ?, p. ??-??,2014. Disponível em: https://siaiap32.univali.br/seer/index.php/acotb/article/view/5337. Acesso em: 28 maio 2019.

CASTELLS, M.; CARDOSO, G. A Sociedade em Rede do Conhecimento à Acção Política. Centro Cultural de Belém, Belém, 2005. Disponível em:https://cienciastecnologiassociedades.files.wordpress.com/2011/11/sociedade-em-rede-manuel-castells-gustavo-cardoso-org.pdf. Acesso em: 23 maio2019.

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia. 2. ed. São Paulo: Edgard Blücher, 1980.

FERNANDES, M. E.Memória Camponesa.In: REUNIÃO ANUAL DE PSICOLOGIA, 21., 1991, Ribeirão Preto.Anais [...].Ribeirão Preto: SPRP, 1991. p. ??-??.

GADOTTI, M. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Editora Ática, 2003. Disponível em:http://acervo.paulofreire.org:8080/xmlui/handle/7891/2787?. Acesso em: 10 maio 2019.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. IBGE divulga o rendimento domiciliar per capita 2018. Agência de notícias IBGE, Estatísticas sociais, Brasil, fev. 2019. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/23852-ibge-divulga-o-rendimento-domiciliar-per-capita-2018. Acesso em: 05 jun. 2019.

KUCHARSKI, Marcos Vinicius Santos. Fundamentos de Inovação e Tecnologia na Educação. Especialização em Inovação e Tecnologias na Educação (INTEDUC). Universidade Tecnológica Federal (UTFPR), 2019.

KIRNER, C.; KIRNER, T. G.. Evolução e Tendências da Realidade Virtual e da Realidade Aumentada.In: SYMPOSIUM ON VIRTUAL REALITY AND AUGMENTED REALITY, 13., 2011, Uberlândia-MG. Realidade Virtual e Aumentada: Aplicações e Tendências.Uberlândia, MG: SBC, 2011. cap. 01, p. 10-25. Disponível em: http://www.de.ufpb.br/~labteve/publi/2011_svrps.pdf. Acesso em: 28 maio2019

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999.

MORAN, J. M. Uma lenta evolução. [Entrevista concedida a] Gabriel Jareta. Guia de Educação a Distância, São Paulo,n. ?, ano ?, p. 8-10,2014.Disponível em: http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2013/12/evolucao.pdf. Acesso em: 10 maio 2019.

PENTEADO, M. M. Fundamentos de geomorfologia. 3. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 1983. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv81427.pdf. Acesso em: 30 maio 2019.

PEREIRA, F. da C.; AZEVEDO, D. P. G. D. de; ALMEIDA, A. de S.; FELÍCIO, C. B.; RISSE, L. S.; MOREIRA, L. B.Funções cognitivas e os impactos das tecnologias digitais na memória.Temas em saúde, João Pessoa,v. 18, n. 4, p. ??-??, 2018. Disponível em: http://temasemsaude.com/wp-content/uploads/2018/12/18412.pdf. Acesso em: 01 jul. 2019.

PINTO, F. S. CENTENO, J. A. S. A realidade aumentada em smartphones na exploração de informações estatísicas e cartográficas.Boletim de Ciências Geodésicas, Curitiba, v.18, n.2, p. ??-??, Abr./Jun. 2012. Disponível em: ?. Acesso em: ?.

PRENSKY, M. Digital Natives, Digital Immigrants. OntheHorizon, Bradford, v. 9, n. 5, p. 2-6, out. 2001. Disponível em: http://poetadasmoreninhas.pbworks.com/w/file/fetch/60222961/Prensky%20-%20Imigrantes%20e%20nativos%20digitais.pdf . Acesso em: 15 maio2019.

PRENSKY, M. Aprendizagem Baseada em Jogos Digitais. São Paulo: Senac-SP, 2012.

RESENDE, Vitor. Literacia midiática: Breve panorama sobre os estudos no Brasil.São Paulo: COMUNICON, 2016. Disponível em:http://anais-comunicon2016.espm.br/GTs/GTPOS/GT8/GT08-VITOR_RESENDE.pdf. Acesso em: 20 maio2019.

SANTAELLA, L. Comunicação ubíqua: repercussões na cultura e na educação.São Paulo: Paulus, 2013.

SILVA, M.; VILAR, E.; REIS, G.; LIMA, J. P.; TEICHRIEB, V. AR Jigsaw Puzzle: Potencialidades de Uso da Realidade Aumentada no Ensino de Geografia. In:Congresso Brasileiro de Informática na Educação, 3., 2014, cidade?.Anais[...]. cidade de publicação?: CBIE, 2014. p. ??-??. Disponível em: . Acesso em: .

SILVA, T. de O.; SILVA, L. T. G. Os impactos sociais, cognitivos e afetivos sobre a geração de adolescentes conectados às tecnologias digitais. Revista de psicopedagogia, São Paulo, v. 34, n. 103, p. 87-97, 2017. Disponível em http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84862017000100009&lng=pt&nrm=iso . Acesso em: 29 jun. 2019.

TOFFLER, A. A terceira onda. São Paulo: Record, 2001.

TOURAINE, A. Poderemos Viver Juntos? Iguais e Diferentes. Petrópolis: Editora Vozes, 1998.

VEEN, W.; VRAKKING, B. Homo zappiens: educando na era digital. Porto Alegre: Artmed, 2009.

WEEKEND, Labs UG. LandscapAR. versão 1,5.Berlin (Alemanha), jul. 2018. Disponível em:https://play.google.com/store/apps/details?id=de.berlin.reality.augmented.landscapar.

Acesso em: 30 maio2019.

Publicado

2020-07-08

Como Citar

Liao, T., & Junkes de Carvalho, J. M. (2020). Realidade Aumentada e Interdisciplinaridade: o Uso do Aplicativo LandscapAR no Ensino de Matemática e Geografia. EaD Em Foco, 10(2). Recuperado de https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/1049

Edição

Seção

Artigos Originais