Contribuições dos Fóruns de Discussão em um Curso de Educação a Distância, na Modalidade Blended Learning, ofertado na Rede Pública do Estado do Paraná".

  • Creuza Martins França Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR-LD
  • Jair De Oliveira Graduação em Administração; Mestrado em Administração pela UFPR; Doutorado em Engenharia pela USP
  • Samira Fayez Kfouri Universidade Norte do Paraná - UNOPAR

Resumo

Analisam-se, neste artigo, as contribuições dos fóruns de discussão para o processo de aprendizagem de professores da Educação Básica da rede pública do Estado do Paraná, em um curso na modalidade blended learning. O estudo foi realizado em abordagem qualitativa, e os dados foram coletados por meio dos registros das falas dos participantes postadas em fóruns disponíveis no ambiente virtual de aprendizagem (AVA). Buscou- se avaliar de que maneira os fóruns, sendo constituídos como espaços dialógicos, favoreceram a interação entre os participantes e promoveram a ação do pensamento empreendedor, estimulando-os à reflexão sobre os assuntos ali apresentados. Os resultados apontaram que o uso de fóruns pode potencializar a interação on-line em cursos a distância, desde que sejam concebidos de modo personalizado, levando em conta a realidade e a tipicidade do grupo dos participantes nos respectivos cursos.

Palavras-chave: Educação a distância. Empreendedorismo. Fóruns de discussão.

 

Biografia do Autor

Creuza Martins França, Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR-LD

Mestranda no Progama de Mestrado em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza - UTFPR-CÂMPUS LONDRINA;

Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional; Metodologia do Ação Docente e Metodologia da Educação Profissional;

Graduação em Pedagogia;

Atualmente: Supervisora Pedagógica da UniFil EaD.

Samira Fayez Kfouri, Universidade Norte do Paraná - UNOPAR
Doutorado em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo, Brasil(2010)
Coordenadora do Mestrado em Ensino da Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, Brasil. 

Referências

AUSUBEL, D. P. A aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1982.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Personal/Edições 70/LDA, 2011.

BATISTA, E. M.; GOBARA, S. T. O fórum on-line e a interação em um curso a distância. Revista Renote, v. 5, no 1, 2007. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/renote/article/download/14248/8162. Acesso em: jan. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília:MEC, 2012.

BELLONI, M. L. Educação a distância. 6a ed. Campinas: Autores associados, 2012.

BORUCHOVITCH, E. Autorregulação da aprendizagem: contribuições da Psicologia Educacional a formação de professores. Psicologia Escolar e Educacional, v. 18, p. 401-410, 2014. Disponível em: http://www. scielo.br/pdf/pee/v18n3/1413-8557-pee-18-03-0401.pdf. Acesso em: jan. 2019.

BRITO, M. R. F. Processamento da informação e aprendizagem significativa na solução de problemas. Série-Estudos - Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB, jun. 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.20435/serie-estudos.v0i21.293. Acesso em: jan. 2019.

DAVIS, C.; NUNES, M. R. M.; NUNES, C. A. A. Metacognição e sucesso escolar: articulando teoria e prática. Cadernos de Pesquisa, v. 35, no 125, 2005. Disponível em: http://dx.doi.org/10.20435/serie-estudos.

v0i21.293. Acesso em: jan. 2019.

DOLABELA, F. Oficina do empreendedor. Rio de Janeiro: Sextante, 2008.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 37a ed. São Paulo: Paz e Terra, 2003.

HORN, M. B.; STAKER, H. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 9a ed. Campinas: Papirus, 2010.

L?DKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2a ed. Rio de Janeiro: EPU/GEN, 2015.

MALLMANN, E. M. Teoria dos modos de saber e educação dialógica em cursos de formação de professores a distância: conduta dos tutores nas atividades de estudo fórum. Perspectiva, v. 34, no 2, p. 671-694,

Disponível em: https://doi.org/10.5007/2175795X.2016v34n2p671. Acesso em: jan. 2019.

MENEZES, A. Métodos de ensino online. In: BATES, Tony. Educar na era digital: design, ensino e aprendizagem. São Paulo: Artesanato Educacional, 2016 (Coleção Tecnologia Educacional 7).

MORAN, J. M. Educação híbrida: um conceito-chave para a educação, hoje. In: BACICH, L.; TANZI N. A.;

TREVISANI, F. M. (Org.). Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

PIAGET, J. A epistemologia genética. Trad. Nathanael C. Caixeira. Petrópolis: Vozes, 1971.

TENÓRIO, A.; FERRARI JUNIOR, J.; TENÓRIO, T. A visão de tutores sobre o uso de fóruns em cursos a distância. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v. 14, no 1, 2015. Disponível em:

http://seer.abed.net.br/index.php/RBAAD/article/view/264. Acesso em: jan. 2019.

TENÓRIO, A.; SOUTO, E. V.; TENÓRIO, T. Percepções sobre a competência socioafetiva de cordialidade e a humanização da tutoria a distância. EAD em foco, Rio de Janeiro, v. 4, no 1, p. 36-47, 2014. Disponível em: http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/199/48. Acesso em: jan. 2019.

VALENTE, J. A. Blended learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala de aula invertida. Educar em Revista, no 4, p. 79-97, 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-4060.38645. Acesso em: jan. 2019.

Publicado
2019-03-30
Como Citar
França, C. M., De Oliveira, J., & Kfouri, S. F. (2019). Contribuições dos Fóruns de Discussão em um Curso de Educação a Distância, na Modalidade Blended Learning, ofertado na Rede Pública do Estado do Paraná". EAD EM FOCO, 9(1). https://doi.org/10.18264/eadf.v9i1.701
Seção
Artigos Originais