Desafios para a Reformulação da Concepção Pedagógica de um Curso de Especialização Lato Sensu Durante a Pandemia da COVID-19: um Relato de Experiência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v12i2.1783

Resumo

A Escola de Governo Fiocruz é responsável por prover diversos cursos lato sensu para a formação de profissionais na área da saúde. Neste artigo, será relatada a experiência do curso Tecnologias Industriais Farmacêuticas que repensou toda a concepção pedagógica durante a pandemia da COVID-19. Em uma análise histórica verifica-se a necessidade de atualização do currículo em conjunto com a modernização das formas de mediar o processo ensino-aprendizagem, especialmente no que tange o uso de tecnologias para tal. As primeiras mudanças coincidiram com o início da pandemia da COVID-19 e a necessidade imediata de virtualizar as atividades. Dentro de uma perspectiva que envolveu a capacitação de coordenadores e docentes, algumas grandes mudanças foram propostas, entre elas: criação de instância coletiva deliberativa com representante docente e discente, fortalecimento do acolhimento dos estudantes como estratégia de engajamento, revisão curricular, implementação do portfólio digital como instrumento reflexivo e avaliativo e flexibilização das modalidades de trabalhos de conclusão de curso. Atribui-se o sucesso da implementação das mudanças e a superação de desafios ao comprometimento conjunto dos profissionais da gestão acadêmica, coordenação, docentes e estudantes em fazer do curso uma construção coletiva baseada em preceitos clássicos e modernos da educação.

 

Palavras-chave: Atividades formativas. Educação continuada. Emergência sanitária. Indústria farmacêutica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Livia Deris Prado, Fundação Oswaldo Cruz

Laboratório de Desenvolvimento e Validação Analítica, Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos), Laboratório de Desenvolvimento e Validação Analítica – Instituto de Tecnologia em Fármacos

Camila Areias de Oliveira, Fundação Oswaldo Cruz

Laboratório de Desenvolvimento e Validação Analítica, Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos), Fiocruz, Rio de Janeiro, Brazil

Mariana Conceição de Souza, Fundação Oswaldo Cruz

Laboratório de Farmacologia Aplicada, Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos), Fiocruz, Rio de Janeiro, Brazil

Referências

ABNT. Informação e documentação — Trabalhos acadêmicos — Apresentação, 2006.

ABNT. NBR ISO 21001:2020-Organizações Educacionais – Sistemas de Gestão para Organizações Educacionais – Requisitos com Orientações para Uso. Rio de Janeiro., 2020.

ANDRADE, A. M. DE. ESCOLAS DE GOVERNO E SEU PAPEL NO APERFEIÇOAMENTO DO DESEMPENHO DOS SERVIDORES PÚBLICOS. RECIMA21 - Revista Científica Multidisciplinar, p. 1–9, 2021.

BERMUDEZ, J. A. Z. ENSP celebrates 50 years. Cadernos de saúde pública / Ministério da Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública, v. 20, n. 2, p. 348–349, 2004.

CAPES. RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 2013-2016. Farmácia. 64 p, 2017.

CAPES. Produção técnica - Relatório de Grupo de trabalho: Orientação CAPES. Ministério da Educação, p. 1–81, 2019.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação em Farmácia e Odontologia. p. 25, 2001.

CORRÊA, V. DA S. O Trabalho Gerencial na Coordenação de Cursos de Graduação de uma Universidade Pública: O Gertor Acadêmico Fabricado pelas Circunstâncias. Dissertação de Mestrado – Programa de Pós-Graduação em Administração. Universidade Federal do Espírito Santo, 2017.

COSTA, N. DO R. et al. Complexo Econômico-Industrial da Saúde e a produção local de medicamentos: estudo de caso sobre sustentabilidade organizacional. Saúde em Debate, v. 43, n. spe7, p. 8–21, 2019.

DALTRO, M. R. et al. Relato de experiência : Uma narrativa científica na Relato de experiencia : científica en la multiplicidade , permanentemente desafiada a elaborar modos de a de perspectiva associada a universais , como centralidade do sujeito , limitando a potência racio. Psicologia clínica e psicanálise, v. 19, n. 1, p. 223–237, 2019.

DOTTA, S. Aulas virtuais síncronas: Condução de webconferência multimodal e multimídia em Educação a Distância. São Paulo: Editora UFABC, 2014.

FELIPE, M. S. S. et al. Um olhar sobre o Complexo Econômico Industrial da Saúde e a Pesquisa Translacional. Saúde em Debate, v. 43, n. 123, p. 1181–1193, 2019.

FONSECA, D. R. DA et al. Sistema de Escolas de Governo da União: perfil, identidade e desafios para institucionalização. Cadernos ENAP., v. 40, p. 137, 2015.

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Plano de Desenvolvimento Institucional da Educação da Fiocruz. PDIE 2021-2025. [s.l: s.n.].

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. IX Congresso Interno. Rio de Janeiro: 2021Disponível em: https://congressointerno.fiocruz.br/documentos

GADELHA, C. A. G. O Complexo Econômico-Industrial da Saúde no Brasil hoje. Nexo Jornal, p. 1–3, 2020.

GAETA, C. D. O PERMANENTE CICLO DA INOVAÇÃO CURRICULAR NO ENSINO SUPERIOR. Revista e-Curriculum, v. 18, n. 3, p. 1197–1213, 2020.

LEIS, H. R. Sobre o conceito de interdisciplinaridade. Cadernos de Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas, v. 6, n. 73, p. 2–23, 2005.

LIB NEOA, J. C.; SANTOS, A. Educação na era do conhecimento em rede e transdisciplinaridade/ Education in the age of knowledge into transdisciplinarity and network. Universidade de São Paulo, 2005.

LIMA, V. V. Espiral construtivista: Uma metodologia ativa de ensino-aprendizagem. Interface: Communication, Health, Education, v. 21, n. 61, p. 421–437, 2017.

LORENZO, G.; ITTELSON, J. An overview of e-portfolios (ELI Paper 1:2005). EDUCAUSE Learning Initiative, v. 1, 2005.

MACHADO, L.; MARTINI, R.; PIMENTEL, V. The Effects of BNDES on Brazilian Pharmaceutical Firms’ Innovation Investments: a Panel Data Approach. Encontro Nacional De Economia, v. 47. 2019.

MASETTO, M.; GAETA, C. Currículo inovador: um caminho para os desafios do ensino superior. Revista Forges, v. 4, n. 2, p. 273–290, 2016.

MORETTO, M. Um modelo didático do gênero trabalho de conclusão de curso e uma perspectiva de trabalho em sala de aula. Tese de Doutorado, Universidade São Francisco, 2014.

MOURA, D. G.; BARBOSA, E. F. Trabalhando com projetos: planejamento e gestão de projetos educacionais. [s.l.] Vozes Limitada, 2017.

RANZINI, M. DE S.; BRYAN, N. A. P. Capacitação e formação para o setor público e os modelos de escola de governo no Brasil. Revista do Serviço Público, v. 68, n. 2, p. 417–438, 2017.

ROSINI, A. M.; MESSIAS, J. F.; PALMISANO, A. Impacto das avaliações de curso do Inep como instrumento de governança nas IES no Brasil. REPAE-Revista de Ensino e Pesquisa em Administração e Engenharia, v. 4, n. 1, p. 115–131, 2018.

ROSSINI, T. S. S.; DO AMARAL, M. M.; DOS SANTOS, E. O. The viralization of online education: Learning beyond the time of the coronavirus. Prospects, v. 51, n. 1, p. 285-297, 2021.

ROSSATO, L.; SCORSOLINI-COMIN, F. "Chega mais”: o grupo reflexivo como espaço de acolhimento para ingressantes no ensino superior. Revista da Sociedade de Psicoterapias Analíticas Grupais do Estado de São Paulo, v. 20, n. 1, p. 1–8, 2019.

SACRISTÁN, J. G.; GÓMEZ, A. I. P. Compreender e Transformar o Ensino. Artmed Editora, 2009.

SCORSOLINI-COMIN, F.; GABRIEL, C. S. O que pode ser considerado inovador no ensino superior contemporâneo? Considerações sobre o acolhimento estudantil. Revista da Sociedade de Psicoterapias Analíticas Grupais do Estado de São Paulo, v. 20, n. 2, p. 1–5, 2019.

SOUSA, I. F.; BASTO, P. R. H. de O.; BOGO, D. Diretrizes curriculares nacionais: desafios na formação dos farmacêuticos para atuação no Sistema Único de Saúde. Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde/Brazilian Journal of Health Research, v. 15, n. 1, p. 129–134, 2013.

TORRES, P. L.; COSME, A; DOS SANTOS, E. O. Educação e tecnologias em contexto de pandemia: uma experiência de aulas remotas. Revista Cocar, n. 9, p. 1-21, 2021.

WORLD ECONOMIC FORUM. Schools of the Future Defining New Models of Education for the Fourth Industrial Revolution, 2020.

ZAVALA, V. Quem está dizendo isso?: letramento acadêmico, identidade e poder na na educação superior. In: VÓVIO, C. L.; SITO, L.; GRANDE, P. B. Letramentos: rupturas, deslocamentos e repercussões de pesquisas em linguística aplicada. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010.

Publicado

2022-07-14

Como Citar

Prado, L. D., Oliveira, C. A. de ., & Souza, M. C. de. (2022). Desafios para a Reformulação da Concepção Pedagógica de um Curso de Especialização Lato Sensu Durante a Pandemia da COVID-19: um Relato de Experiência. EaD Em Foco, 12(2). https://doi.org/10.18264/eadf.v12i2.1783

Edição

Seção

Estudos de Caso