Reformulação da Educação a Distância em Tempos de Pandemia

Autores

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar as mudanças necessárias no curso de extensão de Educação Especial e Inclusiva vivenciados pelos cursistas e equipe, na modalidade EaD, da Fundação Centro de Ciências e Educação do Estado do Rio de Janeiro, mediante novos encaminhamentos, em específico em tempos de pandemia, por meio de práticas que resgatem a relevância do processo de formação continuada, permeado por atividades síncronas e assíncronas. Como metodologia esta pesquisa foi conduzida pelo método qualitativo, por meio da pesquisa colaborativa. O instrumento de coleta de dados utilizado foi um questionário online semiestruturado elaborado no Google Forms e os dados foram tratados através da Análise de Conteúdo, pelo método de categorização de Bardin. Os resultados apontaram que em tempos pandêmicos de distanciamento social obrigatório, a aproximação virtual passa a ser uma escolha acertada para o processo educativo em EaD. O estímulo ao contato entre todos os envolvidos é essencial para ampliar a confiança e motivar ainda mais a aprendizagem. Nesse sentido, refletir sobre uma EaD dinâmica, sem amarras a modelos estruturados e previsíveis é preponderante para a qualidade dos cursos e principalmente para a adequação ao perfil e as necessidades dos cursistas, considerando que a formação do indivíduo está diretamente associada aos estímulos afetivos e sociais a que são submetidos.

Palavras-chave: Educação a distância. Formação continuada. Inclusão. Pandemia. Replanejamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Botelho José, Fundação CECIERJ - Extensão

Mestrado em Ciências das Religiões, FUV-ES. Supervisor de Ensino da Secretaria Municipal de Piraí-RJ (SME), professor da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC) e Mediador do Curso de Educação Especial e Inclusiva da Fundação CECIERJ.

Adriana, Fundação CECIERJ - Extensão

Especialização em Planejamento, Implementação e Gestão da EAD, UFF-RJ. Professora da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC), Professora Itinerante da Educação Especial da Prefeitura de Nova Iguaçu e Mediadora do Curso de Educação Especial e Inclusiva da Fundação CECIERJ.

Ana Paula, Fundação CECIERJ - Extensão

Especialização em Educação Inclusiva, Especial e Políticas de Inclusão, UCAM-RJ.  Professora da Rede Municipal de Resende/RJ e Mediadora do Curso de Educação Especial e Inclusiva da Fundação CECIERJ.

Helena, Fundação CECIERJ - Extensão

Graduada em Psicologia, FAHUPE-RJ. Professora com Licenciatura em Psicologia, Psicóloga Clínica e Mediadora do Curso de Educação Especial e Inclusiva da Fundação CECIERJ.

Ellem, Fundação CECIERJ - Extensão

Doutorado em Humanidades e Artes, URN–Rosário, Santa Fé, Argentina. Professora da Rede Municipal de São Gonçalo, Coordenadora da Pós Graduação em Atendimento Educacional Especializado e Psicopedagogia (UNIVERSO), Professora da Pós-Graduação em Psicopedagogia (FAMATH), Psicopedagoga na LEMA, Perita Judicial da AJG/TJRJ, Mediadora do Curso de Auxiliar Pedagógico do IFSULDEMINAS e Mediadora do Curso de Educação Especial e Inclusiva da Fundação CECIERJ.

Flávia, UERJ / Fundação CECIERJ - Extensão

Pós Doutorado em Educação Especial UFRJ-RJ. Professora do Departamento de Educação Inclusiva e Continuada da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Coordenadora Acadêmica do Curso de Educação Especial e Inclusiva da Fundação CECIERJ.

Referências

ABREU-E-LIMA, D. M.; ALVES, M. N. O feedback e sua importância no processo de tutoria a distância. Pro-Posições, Campinas, v. 22, n. 2, p. 189-205, Ago. 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73072011000200013 >. Acesso em: 15 out. 202ALMEIDA, M. E. B. Transformações no trabalho e na formação docente na educação a distância on-line. Em Aberto, Brasília, v. 23, n. 84, p. 67-77, nov. 2010. Disponível em: <https://ceduc.unifei.edu.br/wp-content/uploads/2020/05/transformacoes_no_trabal ho_e_formacao_docente_ead.pdf>. Acesso em: 05 out. 2020.

ALONSO, K. M.; SILVA, D. G. A Educação a Distância e a Formação On-line: O cenário das pesquisas, metodologias e tendências. Educ. Soc., Campinas, v. 39, nº. 143, p.499-514, abr.-jun., 2018. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/es/v39n143/ 1678-4626-es-39-143-499.pdf>. Acesso em: 10 set. 2020.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Trad. Luís Antero Reto; Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições 70, LDA, 2011.

BECKER, F. Educação e Construção do Conhecimento. 2 ed. Dados eletrônicos. Porto Alegre: Penso, 2012.

BERNARDES, C. M. A hora e a vez das competências socioemocionais no contexto educacional em tempos de pandemia. Anais... VII CONEDU – Edição Online. Campina Grande. Realize Editora. 2020. Disponível em: <https://editorarealize.com.br/artigo/ visualizar/67654/>. Acesso em janeiro de 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Censo Escolar da Educação Básica 2013: resumo técnico. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Diretoria de Estatísticas Educacionais. Brasília: INEP, 2014. Disponível em: <http://download.inep.gov.br/educacao_basica/censo_escolar/resumos_tecnicos/resumo_tecnico_censo_educacao_basica_2013.pdf>. Acesso em: 20 ago. 2020.

CIANTELLI, A. P. C.; LEITE, L. P. Ações Exercidas pelos Núcleos de Acessibilidade nas Universidades Federais Brasileiras. Rev. bras. educ. espec., Marília, v. 22, n. 3, p. 413-428, Set. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_ arttext&pid=S1413-65382016000300413>. Acesso em: 10 out. 2020.

COSTA, M. A. F. da, COSTA, M. F. B. da. Metodologia da Pesquisa: conceitos e técnicas. 2 ed. Rio de Janeiro: Interciência, 2009.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 25 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

HORIKAWA, A. Y. Pesquisa Colaborativa: Uma Construção Compartilhada de Instrumentos. Revista Intercâmbio, vol. XVIII: 22-42, 2008. São Paulo: LAEL/PUC-SP. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/index.php/intercambio/article/view/3550/ 2318>. Acesso em: 21 set. 2020.

KASSAR, M. C. M. A formação de professores para a Educação Inclusiva e os possíveis impactos na escolarização de alunos com deficiências. Cad. CEDES, Campinas, v. 34, n. 93, p. 207-224, maio 2014. Disponível em: <http://www.scielo.br/ scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622014000200207>. Acesso em: 27 ago. 2020.

MORAN, J. Educação inovadora presencial e a distância. Adaptado de MORAN, J. Contribuições para uma pedagogia da educação online. In: SILVA, M. Educação online: teorias, práticas, legislação, formação corporativa. São Paulo: Loyola, 2003. Disponível em: <http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/tecnologias_eduacacao/ inov.pdf>. Acesso em: 10 ago. 2020.

RIO DE JANEIRO. Lei Complementar n. 103, de 18 de março de 2002. Transforma o Centro de Ciências do Estado do Rio de Janeiro na Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do Rio de Janeiro – Fundação CECIERJ, e dá outras providências. Disponível em: <https://www.cecierj.edu.br/sobre/lei-da-criacao-fundacao-cecierj/>. Acesso em 10 jul. 2020.

SALAS, P. Ansiedade, medo e exaustão: como a quarentena está abalando a saúde mental dos educadores: As rápidas mudanças, alto nível de cobranças, frustrações diárias e dificuldades técnicas durante o ensino remoto comprometem o psicológico dos educadores brasileiros. Nova Escola. 01 jul. 2020. Disponível em: <https://novaescola.org.br/conteudo/19401/ansiedade-medo-e-exaustao-como-a-quarent ena-esta-abalando-a-saude-mental-dos-educadores>. Acesso em 10 de outubro de 2020.

SCHLÜNZEN, E. T. M. et al. Recursos de acessibilidade para o uso das TIC em cursos de educação a distância – EAD. Anais... IV Congreso Iberoamericano de Informatica en la Education Especial, 2003. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/niee/eventos/CIIEE/ 2003/bloque2/comunicaciones/Recursos de acessibilidade para o uso das TIC em cursos de ed.doc>. Acesso em: 10 jun. 2020.

TODOS PELA EDUCAÇÃO. Nota técnica: Ensino a Distância na Educação Básica frente à pandemia da COVID-19. Análise e visão do Todos Pela Educação sobre a adoção de estratégias de ensino remoto frente ao cenário de suspensão provisória das aulas presenciais. Abril 2020. Disponível em: <https://www.todospelaeducacao.org.br/ _uploads/_posts/425.pdf>. Acesso em: 10 ago. 2020.

ZANETTE, M. S. Pesquisa qualitativa no contexto da Educação no Brasil. Educ. rev., Curitiba, n. 65, pág. 149-166, set. 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/ scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602017000300149>. Acesso em: 17 out. 2020.

Publicado

2021-03-10

Como Citar

Botelho José, A., da Silva Maria Pereira, A., Paula Miranda da Silva, A., Maria Velloso Silveira, H., de Souza Coimbra, E., & Barbosa da Silva Dutra, F. (2021). Reformulação da Educação a Distância em Tempos de Pandemia. EaD Em Foco, 11(2). Recuperado de https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/1253