Acessibilidade Digital em Ambientes Virtuais de Aprendizagem: uma Revisão Sistemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v11i1.1143

Resumo

As Tecnologias da Informação e Comunicação estão presentes na vida diária das pessoas, provocando transformações no entretenimento, contato pessoal profissional e aprendizado. Cursos à distância, empregam esses recursos, por meio de Ambientes Virtuais de Aprendizagem. Neste contexto é essencial que esse ambiente possua recursos de acessibilidade para que pessoas com deficiência também possam acompanhá-lo. Este artigo tem por objetivos 1) Identificar os estudos que estão sendo realizados com o objetivo de fornecer acessibilidade digital nos cursos à distância; 2) Comparar os trabalhos selecionados para verificar possíveis características comuns às pesquisas; 3) Apresentar os resultados da comparação feita, mostrando as semelhanças e diferenças entre as pesquisas analisadas. Foi realizada uma revisão sistemática com artigos, utilizando como descritores: “Ambiente virtual de aprendizagem”, “Acessibilidade” e “Deficiência”, tendo sido selecionados 14 trabalhos. O levantamento constatou que a maioria dos trabalhos analisados contemplam pessoas com deficiência visual e utilizam o Moodle como Ambiente Virtual de Aprendizagem, além de ter sido identificado que as diretrizes para acessibilidade W3C e WCAG são contempladas em quase todas as pesquisas. Elaborar propostas de cursos acessíveis necessita de uma equipe multidisciplinar, que planeje a acessibilidade desde a sua concepção. Isto evita retrabalho, custo e amplia a cultura da acessibilidade. Apesar dos estudos apresentados, verifica-se que a acessibilidade em cursos à distância ainda terá que percorrer um longo caminho.

Palavras-chave: Educação a distância. Moodle. Inclusão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ligia Petrolini de Oliveira, Universidade Federal do ABC

Concluiu graduação em Bacharelado em Ciências Biomédicas (2004) e graduação em Bacharelado e Licenciatura em Ciências Moleculares (2005) pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde obteve duas Iniciações Científicas na área de Biologia Molecular, estudando genes da cana-de-açúcar envolvidos no metabolismo de sacarose. Concluiu o Mestrado e o Doutorado em Oncologia no Centro Internacional de Pesquisa do AC Camargo Cancer Center (antiga Fundação Antonio Prudente - Hospital AC Camargo) com pesquisas sobre o câncer colorretal, todos como bolsista da FAPESP. Concluiu dois anos de pós doutorado na Universidade Federal do ABC (UFABC), vinculada ao programa de Pós-Graduação em Biossistemas, na área de Bioquímica e Biologia Celular, como bolsista da Capes. Atualmente é professora tutora do curso de Medicina da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS).

Victoria Alejandra Salazar Herrera, Faculdades Metropolitanas Unidas

Professora nos cursos de Engenharia de Controle e Automação e Engenharia Elétrica no Centro Universitário Faculdades Metropolitanas Unidas. Possui graduação em Engenharia Eletrônica e da computação - Universidad Mayor de San Andrés (2008) diploma validado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013). Mestre em Energia (2011) - Universidade Federal do ABC. Especialização em Organização e administração pedagógica de aulas - Universidad Mayor de San Andrés (2015). Doutor em Energia (2016) Universidade Federal do ABC. Atuou como supervisora a distância no curso de Engenharia de Computação na Universidade Virtual do Estado de São Paulo, professora conteudista cursos de Pós-Graduação EaD Kroton Educacional, tutora no curso de especialização de Ensino de Química da UFABC, no Núcleo de Tecnologias Educacionais (NTE) da UFABC, no Programa Anual de Capacitação Continuada (PACC), no curso de Especialização em Ciência e Tecnologia (2010-2012 e atual), e Supervisionou os tutores do curso de Educação em Direitos Humanos. Atua principalmente nos seguintes temas: diagnóstico de falhas, processamento digital de sinais, máquinas elétricas, eletrônica digital, Desenvolvimento sustentável e Educação a distância. 

Siony da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Possui graduação em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Universidade de Mogi das Cruzes (1978), pós graduação em Análise de Sistemas pela Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo (1984) mestrado em Educação pela Universidade Bandeirante de São Paulo (2002) e Especialização em Educação em Saúde (2009), Especialização em Design Instrucional (2012), Especialização em Mídias na Educação (2016). 

Referências

ARAÚJO, J. F. AVAVOZ - mediando as relações de navegabilidade e interação de pessoas com deficiência visual e o Moodle. 2015, 88 f. Dissertação (Mestrado em Modelagem Computacional e Tecnologia Industrial) - SENAI CIMATEC, Salvador, 2015. Disponível em <http://repositoriosenaiba.fieb.org.br/handle/fieb/772>. Acesso em 11 jul. 2020.

BATALIOTTI, S. E. Da acessibilidade à autonomia do usuário com deficiência visual em ambientes virtuais de aprendizagem. 2017. 170 f. Tese de Doutorado (Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia) - Universidade Estadual Paulista (UNESP), Presidente Prudente, 2017. Disponível em <http://hdl.handle.net/11449/150937>. Acesso em 10 jul. 2020.

BERG, C. H. Avaliação de ambientes virtuais de ensino aprendizagem acessíveis através de testes de usabilidade com emoções. 2013, 79 f. Dissertação (Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013. Disponível em <https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/107560>. Acesso em 10 jul. 2020.

CHILINGUE, M. B. Acessibilidade no ambiente virtual de ensino aprendizagem MOODLE para deficientes visuais. 2018, 165 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação Profissional em Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Rio de Janeiro, 2018. Disponível em <https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/30891>. Acesso em 14 jul. 2020.

COLACIQUE, R. Acessibilidade para surdos, na cibercultura: os cotidianos nas redes e na educação superior online. 2013, 166 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Educação) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013. Disponível em <http://www.proped.pro.br/teses/teses_pdf/2009_1-560-ME.pdf>. Acesso em 14 jul. 2020.

GAKIYA, S. M. C. Formação continuada e inclusão escolar de alunos com deficiência: concepções, sentimentos e práticas de educadores da rede municipal de ensino de Presidente Prudente-SP. 2012. 203 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2012. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/92301>. Acesso em 12 jul. 2020.

GOMES, I. S.; CAMINHA, I. O. Guia para estudos de revisão sistemática: uma opção metodológica para as Ciências do Movimento Humano. 2014. Movimento: Revista da Escola de Educação Física, Porto Alegre, v. 20, n. 01, p. 395-411, jan/mar de 2014. Disponível em <https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/viewFile/41542/28358> Acesso em 12 jul. 2020.

KULPA, C. C. Sistemática para o Desenvolvimento de Diretrizes no Design de Interfaces Gráficas em Tablet PCs voltadas a Usuários Típicos. 2017, 305 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2017. Disponível em <http://hdl.handle.net/10183/163912>. Acesso em 11 jul. 2020.

LEMOS, E. S. Acessibilidade para pessoas com deficiência visual em cursos no Moodle: guia para professores. 2015, 181 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015. Disponível em <https://repositorio.ufsm.br/handle/1/10674>. Acesso em 13 jul. 2020.

LORENSI, V. M. A Inclusão educacional e Educação Superior: Realidade e perspectivas na Educação a Distância. 2014. 212 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2014. Disponível em <https://repositorio.ufsm.br/handle/1/7135>. Acesso em 13 jul. 2020.

MARI, C. M. M. Avaliação da acessibilidade e da usabilidade de um modelo de ambiente virtual de aprendizagem para a inclusão de deficientes visuais. 2011, 96 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011. Disponível em <https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/3670>. Acesso em 11 jul. 2020.

MELO, A. M. Acessibilidade em EaD mediada pela web: um convite à ação. In: Maciel, C. (Org). Ambientes Virtuais de Aprendizagem, 2012. Disponível em: <https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/129865/mod_resource/content/1/Ambientes%20Virtuais.pdf>. Acesso em 09 jul. 2020

MOREIRA, J. R. Usabilidade, Acessibilidade e Educação a Distância, 2011. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2011/cd/13.pdf. Acesso em 11 jul. 2020.

MOREIRA, W. Revisão de Literatura e Desenvolvimento Científico: conceitos e estratégias para confecção. 2004. Janus, Lorena, ano 1, nº 1, 2º semestre de 2004. Disponível em <https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/19/o/Revis__o_de_Literatura_e_desenvolvimento_cient__fico.pdf> Acesso em 12 jul. 2020.

OLIVEIRA, B. T. de; SILVA, A. R. L. da. Audiodescrição: Acessibilidade para Cursos EaD. In: Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, [S.l.], v. 18, n. 1, 2019. ISSN 1806-1362. doi:http://dx.doi.org/10.17143/rbaad.v18i1.321. Disponível em: http://seer.abed.net.br/index.php/RBAAD/article/view/321. Acesso em 09 jul. 2020.

PEREIRA, K.; SILVA, R. Acessibilidade em ambiente virtuais de aprendizagem em apoio ao uso de tecnologias na educação de forma inclusiva. In: Escola Regional de Computação Bahia, Alagoas e Sergipe (erbase), 2019, Ilhéus. Anais da XIX Escola Regional de Computação Bahia, Alagoas e Sergipe. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, dec. 2019. p. 457-466. Disponível em: https://sol.sbc.org.br/index.php/erbase/article/view/9008. Acesso em 11 jul. 2020.

QUEIROZ, A. C. de. Tecnologias Assistivas na Educação a Distância. In: Em Rede Revista de Educação a Distância, v. 6, n. 2, 2019. Disponível em: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/445

SALTON, B. P.; AGNOL, A. D.; TURCATI, A. Manual de Acessibilidade em Documentos Digitais, 2017. (falta complementar: ano, link ou editora etc)

SAMPAIO, R. F.; MANCINI, M. C. Estudos de revisão sistemática: Um guia para síntese criteriosa da evidência científica. 2007. Rev. bras. fisioter., São Carlos, v. 11, n. 1, p. 83-89, jan./fev. 2007. Disponível em <https://www.scielo.br/pdf/rbfis/v11n1/12.pdf>. Acesso em 11 jul. 2020.

SCHLÜNZEN JUNIOR, K.; MALHEIRO, C. A. L.; SCHLÜNZEN, E. T. M.; VIGENTIN, U. D. Acessibilidade em Cursos Abertos e Massivos, 2016. Disponível em: <https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/1471-3802.12135>. Acesso em 10 jul. 2020

SILVA, C. J. F. Acessibilidade de pessoas com deficiência visual na educação a distância: diretrizes para criação de materiais didáticos em ambientes virtuais de aprendizagem. 2016, 138 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Gestão em Educação a Distância) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife. Disponível em <http://www.tede2.ufrpe.br:8080/tede2/handle/ tede2/7982>. Acesso em 10 jul. 2020.

SIQUEIRA, A. L. F. C. Acessibilidade em ambientes virtuais de aprendizagem: possibilidades para estudantes com deficiência visual. 2017, 115 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2017. Disponível em <http://bdtd.unoeste.br:8080/jspui/handle/jspui/1026>. Acesso em 13 jul. 2020.

SOUZA, B. B. de; NAZARIO, K, R. P.; LIMA, E. N. Acessibilidade digital no ambiente virtual de aprendizagem: recursos e ferramentas. In: CIET: EnPED: 2018 – Educação e Tecnologias: Aprendizagem e construção do conhecimento, 2018. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/538>. Acesso em 10 jul 2020

TRENTIN, D. G. Análise dos caminhos isotrópicos adotados por pessoas com deficiência visual em um curso de Educação a Distância na perspectiva inclusiva. 2013. 142 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Presidente Prudente, 2013. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/92254>. Acesso em 14 jul. 2020.

VAZ, P. T. Extensão da metodologia INTERA para o desenvolvimento de recursos educacionais acessíveis a pessoas com deficiência visual. 2017, 168 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação) - Universidade Federal do ABC, Santo André, 2017. Disponível em <http://biblioteca.ufabc.edu.br/index.php?codigo_sophia=106585>. Acesso em 10 jul. 2020.

VIEIRA BARROS, D.; GUERREIRO, A. Novos desafios da educação a distância: programação e uso de Chatbots. In: Revista Espaço Pedagógico, v. 26, n. 2, p. 410 - 431, 10 maio 2019. Disponível em: <http://seer.upf.br/index.php/rep/article/view/8743>. Acesso em 10 jul.2020.

Publicado

2021-01-12

Como Citar

dos Santos, C. E. R., Oliveira, L. P. de ., Herrera, V. A. S. ., & da Silva, S. . (2021). Acessibilidade Digital em Ambientes Virtuais de Aprendizagem: uma Revisão Sistemática . EaD Em Foco, 11(1). https://doi.org/10.18264/eadf.v11i1.1143

Edição

Seção

Revisões

Most read articles by the same author(s)