Educação a Distância em Tempos de Pandemia: Entre os Híbridos e Agenciamentos de uma Experiência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v10i3.1060

Resumo

O texto apresenta reflexões que seguem os agenciamentos que constituem a experiência de orientação e suporte aos professores da Rede de Ensino Estadual do Amazonas pelo Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta na operacionalização e implementação do Regime Especial de Aulas Não Presenciaiscriado em virtude da suspensão das aulas presenciais devido a Pandemia de Síndrome Respiratória Aguda Grave causada pelo novo corona vírus. Buscamos nas proposições latourianas e deleuzianas o entendimento de agenciamentos e híbridoscomo delineamento teórico para compreensão da realidade vivenciada, em que a educação a distância emerge como alternativa ao sistema educacional do estado, bem como aportepara o caminho metodológico trilhado tendo por base os princípios do método cartográfico.Acompanhamos assim, os movimentos que desvelam os desafios e controvérsias envolvendo humanos e não humanos em uma experiência ainda em construção tendo como ponto de conexão de entrada para coleta e análise de dados, os trabalhos realizados pelo centro de formação com curadorias, elaboração de materiais, encontros virtuais, além dos documentos norteadores das ações do Projeto “Aula em Casa”. As reflexões nos apontam em seus primeiros traçados o papel das experiências anteriores do estado com a modalidade como contribuição para a realização do projeto, da mesma forma que, evidenciam as dificuldades que envolvem a não utilização por parte dos professores de tecnologias digitais de informação e comunicação para fins pedagógicos e ainda, o aspecto excludente do projeto devido as limitações técnicas, geográficas e realidade social.

Palavras-chave: Agenciamentos. Pandemia. Educação a distância.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Zeina Rebouças Corrêa Thomé, Universidade Federal do Amazonas

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Amazonas (1985), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (1993) e doutorado em Engenharia de Produção - Mídia e Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001). Realizou Estágio de Pós-doutorado no Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina, dedicando-se ao desenvolvimento de software e de material didático para suporte às ações Stricto Sensu na modalidade de Educação a Distância (2013-2015). É Professora Titular aposentada da Universidade Federal do Amazonas. Líder do Grupo de Pesquisa CEFORT - Comunicação, Tecnologia e Conhecimento para a Educação Presencial e a Distância (CNPq). Professora orientadora do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) desde 2005. Professora orientadora do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPG-ECIM) desde 2014. Coordenadora do Laboratório de Ambientes Hipermídia de Aprendizagem e Núcleo de Concepção e Produção das Mediações Didáticas e Tecnológicas do Centro de Formação Continuada, Desenvolvimento de Tecnologia e Prestação de Serviços para as Redes Públicas de Ensino - FACED/CEFORT, voltados para o desenvolvimento das ações de Formação Continuada de Professores, objetivadas pelos Materiais Impressos/Fascículo, Vídeos Educativos e Ambiente Virtual de Ensino Aprendizagem. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Comunicação, Educação e Tecnologia, atuando principalmente nos seguintes temas: conhecimento, ensino, aprendizagem, informática e tecnologia aplicada

Referências

AMAZONAS. Secretaria de Educação e Desporto. Projeto Aula em Casa, 2020. Disponível em: http://www.educacao.am.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/AULA-EM-CASA-1.pdf. Acesso em: 20 de abril de 2020.

_________. Secretaria de Educação e Desporto. Centro de Mídias, 2020. Disponível em:http://www.educacao.am.gov.br/institucional/estrutura/centro-de-midias/. Acesso em: 20 de abril de 2020.

__________. Secretaria de Educação e Desporto. Diretrizes pedagógicas para o regime de aulas não presenciais, 2020. Disponível em: http://www.educacao.am.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/DIRETRIZES-PEDAGoGICAS-23.03.pdf. Acesso em: 20 de abril de 2020.

__________. Secretaria de Educação e Desporto. Portaria GS N°311 de 20 de março de 2020.Disponível em: http://www.educacao.am.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/Portaria-GS-311-de-20-03-20-20-03-2020-5-26-PM-1.pdf. Acesso em: 20 de abril de 2020.

__________. Secretaria de Educação e Desporto. Edital de chamada para credenciamento de emissoras de tv aberta nº. 03/2020. Disponível em: http://www.educacao.am.gov.br/wp-content/uploads/2020/04/Edital-de-Chamada-Publina-n.-03_2020-16_04_2020-1.pdf Acesso em: 20 de abril de 2020.

__________. Conselho Estadual de Educação do Amazonas. Resolução N°30/2020 aprovada em 18 de maço de 2020. Dispõe sobre o regime especial de aulas não presencias para Educação Básica, como medida preventiva a disseminação do COVID-19. Disponível em: http://www.educacao.am.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/Resolucao-30-ano-2020-1.pdf. Acesso em: 20 de abril de 2020.

BRASIL. MEC. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Censo Escolar 2019. [Online]. Brasília: Inep, 2017. Disponível em: http://www.inep.gov.br. Acesso em: 25 de abril de 2020.

BARROS, L. P. de. KASTRUP, V. Cartografia é acompanhar processo. In: PASSOS, E. KASTRUP, V. ESCÓSSIA, L. Org. Pistas do Método Cartográfico: pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. Porto Alegre: Sulina, 2015.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. O Anti-Édipo: capitalismo e esquizofrenia. São Paulo: Editora 34. 2010.
_________. Mil platôs. Vol. 1. Trad. de Aurélio Guerra Neto e Célia Pinto Costa. São Paulo: Editora 34, 2000.
_________. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia 2. São Paulo: Editora 34,1995.

FELIX, J.M.; SILVA,I.M.M. Repositórios Digitais na Educação a Distância: Dialogando com Percepções de Docentes da UAB. EaD em Foco, V10, e853. 2020. doi: https://doi.org/10.18264/eadf.v10i1.853

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 9 ed. Campinas: São Paulo. Papirus, 2012.

LATOUR, B. Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade fora. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

__________. A esperança de Pandora: ensaios sobre a realidade dos estudos científicos/ tradução de Gilson César Cardoso de Sousa. Bauru, São Paulo: EDUSC, 2001.

__________. Vida de laboratório: a produção dos fatos científicos/ tradução de Angela Ramalho Vianna. - Rio de Janeiro: Relume Dumara, 1997.

___________. Jamais fomos modernos: ensaio de antropologia simétrica / Latour, Bruno; tradução de Carlos Irineu da Costa. – Rio de Janeiro: Ed. 34, 1994.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DE SAÚDE. ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Folha informativa Covid-19. Washington: OPAS/OMS; 2020

Publicado

2020-08-19

Como Citar

Gomes, J. C., & Thomé, Z. R. C. (2020). Educação a Distância em Tempos de Pandemia: Entre os Híbridos e Agenciamentos de uma Experiência. EaD Em Foco, 10(3). https://doi.org/10.18264/eadf.v10i3.1060