A Interação e a Colaboração na Formação de Mediadores Pedagógicos Digitais

  • Elisa Tomoe Moriya Schlünzen Universidade Estadual Paulista
  • Daniela Melaré Vieira Barros Universidade Aberta -Portugal
  • Daniela Jordão Garcia Perez Universidade Estadual Paulista
  • Wanderlucy Czeszak Universidade Anhembi Morumbi https://orcid.org/0000-0002-9434-655X
Palavras-chave: Interação, Formação de mediadores pedagógicos, EaD, Colaboração

Resumo

Nossa pesquisa se desenvolveu em uma das turmas do curso online, fruto de uma parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), a Universidade Aberta de Portugal (UAb) e a Universidade Estadual Paulista (UNESP), para a formação de 1500 cursistas. Este estudo apresenta a experiência de uma das autoras no curso de formação de mediadores pedagógicos digitais para educação a distância, enfatizando a importância da interação e do trabalho colaborativo na construção do conhecimento. O conceito de aprendizagem expansiva de Engeström (1994) e a abordagem Construcionista, Contextualizada e Significativa (CCS) de SCHLÜNZEN (2015) compõem a base deste estudo. Foi adotada uma abordagem metodológica do tipo qualitativa, por meio da análise de conteúdo de Bardin (2009), a partir da qual são realizadas observações sobre a natureza da interação em atividades propostas no ambiente virtual de aprendizagem (AVA) e em um grupo utilizando o aplicativo WhatsApp. Podemos afirmar que os processos de comunicação foram fundamentais para formar o professor mediador, condição essencial para que seja promovida a interação e o trabalho colaborativo.

 

Palavras-chave: Colaboração. Interação. Formação de Mediadores Pedagógicos. EaD.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wanderlucy Czeszak, Universidade Anhembi Morumbi

Possui graduação em Bacharelado e Licenciatura em Francês e Português pela Universidade de São Paulo (1988) e mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo (1997). É doutora pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, na área de Educação e Tecnologias (2011). Professora de Leitura e Produção de Textos, Comunicação e Expressão presencial e on-line, Literaturas Brasileira e Portuguesa e Metodologia do Ensino desde 1991 em diversas universidades e uma das responsáveis pelas primeiras turmas de Oficinas de Formação de Professores na Universidade Anhembi Morumbi. Atualmente trabalha como professora no curso de pós-graduação Inovação em Tecnologias Educacionais, da Universidade Anhembi Morumbi, na disciplina Fundamentos de EaD. Trabalha também como consultora, conteudista e tutora de cursos de educação on-line, além de desenvolver projetos e pesquisas em Educação a Distância.

Referências

ARAMBURUZABALA, P.; GARCÍA, R. El aprendizaje-servicio en la formación de maestros. Revista del Congrés Internacional de Docència Universitària i Innovació (CIDUI), v. 1, n. 1, 2012. Disponível em https://www.cidui.org/revistacidui/index.php/cidui/article/view/232 Acesso em 10 mai. 2019.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, LDA, 2009.

BATES, A.W. Educar na era digital: design, ensino e aprendizagem. São Paulo: Artesanato Educacional, 2016.

CORTELAZZO, I. B. de C. Prática pedagógica, aprendizagem e avaliação em educação a distância. Curitiba: Intersaberes, 2013.

CZESZAK, W; MATTAR, J. Autoavaliação e colaboração na formação online: revisão de literatura e estudo de caso, 2018 (artigo aguardando publicação).

DAMIANI, M. F. Entendo o trabalho colaborativo em educação e revelando seus benefícios. Educar, n. 31, p. 213–230, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/n31/n31a13.pdf Acesso em 07 abr. 2019.

DIAS, P. Comunidades de educação e inovação na sociedade digital. Educação, Formação & Tecnologias-ISSN 1646-933X, v. 5, n. 2, p. 4-10, 2012. Disponível em http://www.eft.educom.pt/index.php/eft/article/view/314 Acesso em 10 mai. 2019.

DIAS, P. Inovação pedagógica para a sustentabilidade da educação aberta e em rede. Educação, Formação & Tecnologias-ISSN 1646-933X, v. 6, n. 2, p. 4-14, 2013. Disponível em http://www.eft.educom.pt/index.php/eft/article/view/399 Acesso em 10 mai. 2019.

ENGESTRÖM, Y. Teachers as collaborative thinkers: activity-theoretical study of an innovative teacher team. In: Carlgren, I; Handal, G.; Vaage, S. Teachers’ minds and actions: research on teachers` thinking and practice. London: Falmer Press, 1994.

MOORE, M. G. Teoria da distância transacional. Revista brasileira de aprendizagem aberta e a distância, v. 1, 2002.

Okada, A. Engaging Learning Communities in Producing, Adapting, Sharing and Disseminating Open Educational Resources, 19th International Conference on Learning, The International Journal of Learning, 2012.

Okada, A. Competências-chave para coaprendizagem na era digital: Fundamentos, Métodos e Aplicações. Lisboa: Ed. Facto, 2014.

SCHLÜNZEN, E. T. M. Abordagem Construcionista, Contextualizada e Significativa: Formação, Extensão e Pesquisa em uma Perspectiva Inclusiva. Tese (Livre Docência). Universidade Estadual Paulista. 200 fl., 2015.

SCHLÜNZEN, E. T. M.; SCHLÜNZEN JUNIOR, K.; SANTOS, D. A. N. Enfoque construccionista, contextualizado y significativo: entornos educativos inclusivos en la era digital. In: J. Quintana; Ó. Y. Aparicio. (Org.). Temas emergentes en Educación. 1ed.Bogotá: Ediciones Universidad Central, 2017, v. 1, p. 69-86.

SCHNITMAN, I.M. A mediação pedagógica e o sucesso de uma experiência educacional on-line. Revista ETD – Educação Temática Digital, Campinas, v.12, n. esp., p.287-314, mar. 2011.

SILVA, M. Sala de aula interativa. São Paulo: Loyola, 2010.

SMITH, F. Leitura Significativa. 3.ed. Porto Alegre: Artmed, 1999.

TORI, R. Educação sem Distância. São Paulo: Editora Senac, 2010.

VYGOTSKY, L.S. A formação social da mente. 7a. edição. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Publicado
2020-04-01
Como Citar
Schlünzen, E. T. M., Melaré Vieira Barros , D., Jordão Garcia Perez, D., & Czeszak, W. (2020). A Interação e a Colaboração na Formação de Mediadores Pedagógicos Digitais. EaD Em Foco, 10(1), 22. https://doi.org/10.18264/eadf.v10i1.941
Seção
Artigos Originais