Informação, Cultura, Conhecimento e Entretenimento: a Rádio CECIERJ está no AR!

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v11i1.1184

Resumo

A Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro, o CECIERJ, tem por mérito ser uma instituição reconhecida na educação pública no Estado, por décadas. Mediante a expertise cunhada pela instituição ao longo dos anos, buscamos propor a inserção de um meio de comunicação alternativo em seu método de trabalho, a fim de vislumbrar ricas possibilidades de alargamento ao acesso democrático de seus estudantes nas mais diversas regiões do Estado, a Rádio CECIERJ. Sua finalidade seria de contribuir com um papel agregador e integrador para com os estudantes e toda a comunidade envolvida. O artigo tem como objetivo compreender acerca de contribuições possíveis à implementação de uma rádio para divulgação de informação, cultura, conhecimento e entretenimento da Fundação CECIERJ, em adição aos seus projetos educacionais. Dentre os mecanismos digitais, o rádio encontra, em meio ao momento de pandemia mundial, seu espaço em prol de preencher lacunas deixadas pela exclusão digital. Pelo fato da Fundação CECIERJ exercer importante relevância na modalidade a distância em diversos níveis de formação e ensino, o alinhamento do rádio serviria aos seus meios de divulgação de informação, cultura, conhecimento e entretenimento, na frequência modulada (FM), com difusão também por meio de rádio web. Desse modo, mesmo em face à ausência digital, a frequência radiofônica seria mais uma garantia de suprir onde a internet não alcança. O suporte teórico-metodológico conta com: Le Goff (1990), Velho (1981), Rocha (2007), entre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosa Maria Garcia Monaco, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação [ProPEd) da UERJ (2019-2023) Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Educação – Processos Formativos e Desigualdades Sociais (PPG-EDU) da Faculdade de Formação de Professores (FFP) da UERJ Especialista pelo Curso de Pós-Graduação Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância.(PIGEAD) pelo LANTE/UFF Graduação em Educação Física (UERJ) Graduação em Pedagogia (UERJ)

Niely Natalino de Freitas Leyendecker, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Professora de Língua Portuguesa no ensino básico, especialista em educação a distância, mestre em educação, pesquisadora em história da educação.

Referências

BARCELOS, L. Diagnósticos de um Centro de Estudos Supletivos na cidade do Rio de Janeiro: o que é qualidade na educação de jovens e adultos? 2013. 196f. Dissertação: (mestrado em educação) – Uni verdade Mestrado em Educação do Rio de Janeiro.

BEHAR, P. A. O Ensino Remoto Emergencial e a Educação a Distância. UFRGS. Programas de pós-graduação em Educação e em Informática na Educação. Disponível em: <https://www.ufrgs.br/coronavirus/base/artigo-o-ensino-remoto-emergencial-e-a-educacao-a-distancia/>. Acesso em: ago. 2020.

BIELSCHOWSKY, C. E. Consórcio Cederj: A História da Construção do Projeto. EaD em FOCO, v. 7, n. 2, p. 8–27, 2017.

BRASIL [Lei nº 5692/71]. Lei de Reforma Educacional de 1º e 2º Grau e ensino supletivo. Disponível em:<https://legislacao.presidencia.gov.br/atos/?tipo=LEI&numer

o=5692&ano=1971&ato=f4ekXQU50MjRVT190>. Acesso em: set. 2015.

CALABRE, L. Políticas públicas culturais de 1924 a 1945: o rádio em destaque. 2003. Disponível em http://www.cpdoc.fgv.br/revista/arq/346.pdf Acesso abr. 2017.

CAMARA, S.; RANGEL, J. A. Educando o Brasil nas ondas do rádio: Fernando Tude de Souza e o projeto de radiodifusão educativa do Ministério da Educação e Saúde Pública (1943-1951). In: Josefa Eliana Souza; Joaquim Tavares da Conceição; Anamaria G. Bueno de Freitas. (Org.). Intelectuais da Educação & Cultura Escolar. 1ed. Maceió: Editora da Universidade Federal de Alagoas - Edufal, 2017, p. 153-173.

FÁVERO, O. MEB – Movimento de Educação de Base primeiros tempos: 1961-1966. In: V Encontro Luso-Brasileiro de História da Educação, realizado em Évora, Portugal, de 5 a 8 de abril de 2004. Disponível em: <http://www.forumeja.org.br/files/meb_historico.pdf>. Acesso em: ago. 2020.

FERRARETTO, L. A. Roquette-Pinto e o ensino pelo rádio. In MEDITSCH, E. e ZUCULOTO, V.i (orgs.). Teorias do rádio – textos e contextos. Florianópolis: Insular, Vol.II, 2008.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. Campinas: EdUnicamp, 1990.

LEYENDECKER, N. N. de F. Universidade do Ar: nas ondas do rádio se formam os professores secundaristas (1941 – 1944). Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Formação de Professores, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, São Gonçalo, 2019. 162f. Disponível em: <https://drive.google.com/file/d/1JhUGBzS9SrL9YXKYcJWjeWuJmbkZGV6q/view>. Acesso em: mai. 2020.

MONACO, R. M. G. O Centro de Estudos Supletivos de Niterói: uma proposta de educação para jovens e adultos (1976-1986). Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Formação de Professores, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, São Gonçalo. 2017. 141f. Disponível em: <https://drive.google.com/file/d/14SLkIfA1oWdwk55a7ihRH94fMxnffXS7/view>. Acesso em mai. 2021.

MORAN, J. O que é educação à distância. Disponível em: <http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2013/12/dist.pdf >. Acesso em: ago. 2020.

PIMENTEL, F. P. O Rádio Educativo Brasileiro, uma visão histórica. Rio de Janeiro: Soarmec Editora, 2009, 2ª ed.

ROCHA, A. Nas ondas da modernização: o rádio e a TV no Brasil de 1950 a 1970. Rio de Janeiro: Aeroplano/Faperj, 2007.

ROCHA, M. V. A Rádio Sociedade e a Educação para Roquette-Pinto. 2010. 170f. Dissertação (Mestrado em Educação, conhecimento e a inclusão social) – Faculdade de Educação da UFMG, 2010.

SPENTHOF, E. L. A experiência laboratorial da Rádio Universitária da UFG e o debate sobre o aperfeiçoamento pedagógico dos cursos de jornalismo. In: Revista Brasileira de Ensino de Jornalismo, v. 1, n. 2, 2007.

TEIXEIRA, N. MEDEIROS, Rl. As Rádios Universitárias Públicas como Espaços para Formação Complementar. Revista Passagens. Programa de Pós-Graduação em Comunicação UFC. Vl. 9, nº 1, 2018, pág. 76-90.

VELHO, G. Projeto, emoção e orientação em sociedades complexas. In: Individualismo e cultura. Notas para uma antropologia da sociedade contemporânea. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1981, p. 13-37.

Publicado

2021-05-26

Como Citar

Monaco, R. M. G., & Leyendecker, N. N. de F. (2021). Informação, Cultura, Conhecimento e Entretenimento: a Rádio CECIERJ está no AR!. EaD Em Foco, 11(2). https://doi.org/10.18264/eadf.v11i1.1184