Construção do Conhecimento na Modalidade de Educação a Distância: Descortinando as Potencialidades da EaD no Brasil

Palavras-chave: Ensino a Distância, Tecnologias Educacionais, Educação a Distância no Brasil.

Resumo

Este trabalho versa sobre as potencialidades da modalidade de Educação a Distância (EaD) no processo de construção do conhecimento. Para alcançar tal propósito, serão apresentados achados e reflexões na literatura sobre o processo de ensino e aprendizagem com o uso de múltiplos recursos tecnológicos, principalmente no ensino viabilizado com recursos de EaD. Assim, objetivou-se, nesta pesquisa, refletir sobre as potencialidades da modalidade de Educação a Distância como ferramenta estratégica de construção do conhecimento no Brasil. Trata-se de uma revisão integrativa, delineada em quatro etapas - identificação do problema, busca na literatura, avaliação e análise das informações –, realizada a partir de busca nas bases de dados Scientific Electronic Library Onlin e Google Scholar, utilizando-se as palavras-chave: ‘Ensino a Distância’, ‘Tecnologias Educacionais’ e ‘Educação a Distância no Brasil’. A busca deu-se em dezembro de 2019. Os resultados apontam que a EaD, como estratégia de ensino, favorece o acesso ao conhecimento para um maior número de indivíduos, que veem essa ferramenta como alternativa e oportunidade de agregar conhecimento. De modo geral, acredita-se que essa modalidade de educação vem aumentando sua colaboração no processo de democratização do ensino e na aquisição dos mais variados saberes e conhecimentos para aqueles que se encontram distantes das instituições de ensino presencial e/ou que não podem estudar em horários pré-definidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Ariclene Oliveira, Universidade Federal do Ceará (UFC).
Enfermeiro. Mestrando em Saúde Pública no Departamento de Saúde Comunitária pela Universidade Federal do Ceará (DSC/UFC). Bolsista de pesquisa pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Ana Maria Sampaio dos Santos, Faculdade M-Educar (FAMED).
Pedagoga. Especialista em Educação a Distância - EAD. Docente do Curso de Pedagogia da Faculdade M-Educar (FAMED).

Referências

ARETIO, L. G. (1997). La enseñanza abierta a distancia como respuesta eficaz para la formación laboral. Materiales para la Educación de Adultos, Madrid, n. 8-9, p. 15-20, 1997.

BATISTA, W. B. Educação a distância e o refinamento da exclusão social. Revista Conect@ on-line de Educação à Distância, v. 4, s/p, 2002. Disponível em: <http://www.saladeaulainterativa.pro.br/texto_0022.htm>. Acesso em: 10 fev. 2019.

BELLONI, M. L. Educação a Distância. 5. ed. Campinas: Autores Associados, 2009.

BELLONI, M. L. Educação a Distância. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2003.

BRASIL. Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: Diário Oficial União, 2017. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Decreto/D9057.htm#art24>. Acesso em: 25 jan. 2019.

CARLINI, A. L.; TARCIA, R. M. L. Contribuições didáticas para o uso das tecnologias de educação a distância no ensino presencial. IN: CARLINI, A. L. e TARCIA, R. M. L. 20% a distância e agora?: orientações práticas para o uso da tecnologia de educação a distância no ensino presencial. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2010.

DEMO, P. Pesquisa e construção de conhecimento: metodologia científica no caminho de Habermas. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1994.

FREIRE, P. Educação e mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

GOUVÊA, G.; OLIVEIRA, C. I. Educação a Distância na Formação de Professores: Viabilidades, potencialidades e limites. Rio de Janeiro: Vieira & Lent, 2006.

HACK, J. R. Introdução à educação a distância. Florianópolis: UFSC, 2011.

HACK, J. R.; NEGRI, F. Escola e tecnologia: a capacitação docente como referencial para a mudança. Ciênc. cogn., Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 89-99, abr. 2010. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-58212010000100009&lng=pt&nrm=iso>. Acesso: 05 jan. 2019.

MENDES, V. A expansão do ensino a distância no Brasil: democratização do acesso? In: 25º Simpósio Brasileiro e 2º Congresso Ibero-Americano de Política e Administração da Educação. São Paulo: ANPAE, 2011. Disponível em: <http://www.anpae.org.br/simposio2011/cdrom2011/PDFs/trabalhosCompletos/comunicacoesRelatos/0526.pdf> Acesso em: 21 jan. 2019.

MORAN, J. M. O que é educação a distância. 2013. Disponível em: <http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2013/12/dist.pdf>. Acesso em: 4 jan. 2019.

MOORE, M.; KEARSLEY, G. Educação a Distância: uma visão integrada. São Paulo: Thomson, 2007.

NISKIER, A. Educação à distância a tecnologia da esperança: políticas e estratégias para a implantação de um sistema nacional de educação aberta e à distância. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2000.

KARPINSKI, J. A.; DEL MOURO, N. F.; CASTRO, M.; LARA, L. F. Fatores críticos para o sucesso de um curso em EAD: a percepção dos acadêmicos. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 22, n. 2, p. 440-457, jul. 2017.

PETERS, O. Didática do ensino a distância. São Leopoldo: UNISINOS, 2001.

RUMBLE, G. A tecnologia da educação a distância em cenários do terceiro mundo. In: PRETI, O. (Org.). Educação a distância: construindo significados. Cuiabá: NEAD/IE: UFMT; Brasília: Plano, 2000.

SCHETTINO-SOUZA, M. Educação superior a distância: experiências e contribuições. Belo Horizonte: UFOP, 2005. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ea000234.pdf>. Acesso em: 12 jan. 2019.

SILVA, M. EAD on-line, cibercultura e interatividade. In: ALVES, L.; NOVA, C. (Org.). Educação a distância: uma nova concepção de aprendizado e interatividade. São Paulo: Futura, 2003.

TAYLOR, J. Fifth generation distance education. In: 20th ICDE WORLD CONFERENCE ON OPEN LEARNING AND DISTANCE EDUCATION, 2001. Disponível em: <http://www.fernunihagen.de/ICDE/D001/final/keynote_speeches/wednesday/taylor_keynote.pdf>. Acesso em: 13 fez. 2019.

TORI, R. Educação sem distância: as tecnologias interativas na redução de distâncias em ensino e aprendizagem. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2010.

VALENTE, C.; MATTAR, J. Second Life e Web 2.0 na Educação: o potencial revolucionário das novas tecnologias. São Paulo: Novatec, 2007.

VILAÇA, M. L. C. Educação a Distância e Tecnologias: conceitos, termos e um pouco de história. Revista Magistro. v. 1, n.2, p. 89-101, 2010.

VYGOTSKY, L. S.; LURIA, A. R.; LEONTIEV, A. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ácone, 1988.

WHITTEMORE, R.; KNAFL, K. The integrative review: update methodology. Journal of Advanced Nursing, v. 52, n. 5, p. 546-553, 2005.

Publicado
2020-01-31
Como Citar
Oliveira, F. A., & Santos, A. M. S. dos. (2020). Construção do Conhecimento na Modalidade de Educação a Distância: Descortinando as Potencialidades da EaD no Brasil. EaD Em Foco, 10(1), 26. Recuperado de https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/799
Seção
Artigos Originais