EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: ALGUMAS CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DO AUTOGERENCIAMENTO DA APRENDIZAGEM PELOS ESTUDANTES

Autores

  • Suselei Bedin Affonso Anhanguera Educacional S/A
  • Eliane Quinelato Anhanguera Educacional

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v4i2.200

Resumo

A autonomia dos estudantes, no que se refere a sua capacidade de autogerenciamento dos estudos e ao uso de estratégias de aprendizagem adequadas ao contexto formativo, desempenha papel fundamental para o sucesso da aprendizagem na Educação a Distancia. Este estudo teve como objetivo conhecer o perfil dos alunos atendidos por essa modalidade de ensino buscando caracterizar seus níveis de satisfação e percepção a respeito da estrutura dos cursos, suas interações com professores e tutores e suas características pessoais e estratégias cognitivas dotadas no processo de aprendizagem na EaD. Para tal, foi realizada pesquisa de campo de caráter qualitativo com base na construção e aplicação de uma escala de percepção docente em EaD em 202 estudantes de cursos de graduação dessa modalidade de ensino. A análise dos resultados evidenciou que, embora os alunos afirmem ter hábitos de estudo favoráveis à aprendizagem em relação à frequência e ao tempo dedicado ao estudo, os mesmos não indicaram a adoção de estratégias de aprofundamento do conteúdo ou de monitoramento dos seus erros e acertos compatíveis com o desenvolvimento do pensamento crítico e bom aproveitamento do curso.

Palavras-chave: Educação a distância. Autonomia do aprendiz. Estratégias de aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Suselei Bedin Affonso, Anhanguera Educacional S/A

Docente da Faculdade de Pedagogia- Unidade Campinas 3

Eliane Quinelato, Anhanguera Educacional

Coordenadora Curso Letras- Unidade Limeira

Publicado

2014-07-21

Como Citar

Affonso, S. B., & Quinelato, E. (2014). EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: ALGUMAS CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DO AUTOGERENCIAMENTO DA APRENDIZAGEM PELOS ESTUDANTES. EaD Em Foco, 4(2). https://doi.org/10.18264/eadf.v4i2.200

Edição

Seção

Estudos de Caso