O Ensino Remoto Emergencial na Perspectiva da Metacognição: Análise da Percepção de Alunos de um Curso Técnico em Enfermagem

Autores

Resumo

As discussões em relação à Educação a Distância entraram fortemente em cena com a pandemia da COVID-19, assim como, a dificuldade de conceituar um novo modelo de educação. Com a urgência imposta pela situação, o ensino adaptado para o Ensino Remoto Emergencial (ERE), trouxe à tona uma série de questões legais, técnicas e sociais, além de evidenciar a necessidade de reflexão para a educação no pós-pandemia. Esse trabalho apresenta um estudo qualitativo, obtido a partir de pesquisa online, com alunos do curso técnico em enfermagem de uma escola técnica da rede FAETEC, durante o ensino remoto emergencial, tendo como objetivo analisar os impactos sob a perspectiva metacognitiva, identificar desafios e apontar caminhos para o ensinar e aprender no pós-pandemia. Os resultados indicaram que, à luz da metacognição, se observou uma discrepância nos processos cognitivos dos alunos, comprometendo sua aprendizagem, habilidades como autonomia e autorregulação, e que o aprendiz do futuro demanda uma educação centrada no aluno, na colaboração e na reflexão da própria aprendizagem. 

Palavras-chave: EaD. Ensino remoto emergencial. Trilhas de aprendizagem. Metacognição. Educação online.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Rocha dos Santos, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutoranda em Educação em Ciências e Saúde (NUTES-UFRJ). Mestrado em Engenharia de Produção (UENF). Graduação em Ciência da Computação (UCP). Especialização em Análise de Sistemas (UCAM-Campos). Especialização em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação à Distância (PIGEAD-UFF). Professora (FAETEC).

Cleide Ferreira da Silva Albuquerque, Fundação de Apoio à Escola Técnica

Doutora em Biociências e Biotecnologia com ênfase em Ciências Ambientais (UENF). Mestre em Biociências e Biotecnologia (UENF). Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas (UENF). Especialização em Planejamento e Gestão de Educação a Distancia (PIGEAD-UFF). Professora FAETEC e coordenadora de Disciplina EaD do CEDERJ.

 

Luciana Lima de Albuquerque da Veiga, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutoranda em Educação em Ciências e Saúde (NUTES-UFRJ). Mestre em Educação em Ciências e Matemática (UFRRJ). Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos (IFRJ). Especialização em Educação Tecnológica (CEFET/RJ). Especialização em Tecnologia e Qualidade de Alimentos Vegetais (UFLA). Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas (UFRJ). Professora SEEDUC/RJ e UFRRJ.

Mauricio Abreu Pinto Peixoto, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutor em Medicina (UFRJ). Professor Associado do Laboratório de Currículo e Ensino do Núcleo de Tecnologia para a Saúde (NUTES/UFRJ). Líder do Grupo de Estudos em Aprendizagem e Cognição (GEAC).  

Referências

ALVES, L. Educação remota: entre a ilusão e a realidade. Interfaces Científicas, Aracajú, v. 83, p. 348-365, maio 2020. Disponível em: https://bit.ly/339CicL. Acesso em: 29 jul. 2020.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BRASIL. Decreto Nº 9.057, de 25 de maio de 2017: Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, 2017. Disponível em: https://bit.ly/3jpZOXq. Acesso em: 10 jul. 2020.

BRASIL. Lei de diretrizes e bases da educação nacional. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: https://bit.ly/37AO5Da. Acesso em: 10 mar. 2020.

BRASIL. Medida Provisória nº 934, de 1º de abril de 2020. Estabelece normas excepcionais sobre o ano letivo da educação básica e do ensino superior decorrentes das medidas para enfrentamento da situação de emergência de saúde pública de que trata a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Brasília, 2020. Disponível em: https://bit.ly/3ksoQqu. Acesso em: 15 jul. 2020.

EFKLIDES, A. Metacognition: Defining its facets and levels of functioning in relation to self-regulation and co-regulation. European Psychologist, 13(4), p. 277-287, 01 Jan. 2008. Disponível em: https://bit.ly/3jWwnhd. Acesso em: 29 jul. 2020.

ERTMER, P. A.; NEWBY, T. J. The expert learner: Strategic, self-regulated, and reflective. Instructional Science, 24(1), 1–24, 1996.

FLAVELL, J. H. Metacognition and cognitive monitoring: a new area of cognitive-developmental inquiry. American Psychologist, 34, pp. 906-911, 1979.

FLAVELL, J. H; MILLER, H. P.; MILLER, S. A. Desenvolvimento cognitivo. Trad. Claudia Dornelles, Porto Alegre: Artmed, 1999.

FREITAS, I. A. de. Trilhas de Desenvolvimento Profissional: Da teoria à prática. ENANPAD 2002, Salvador, BA, set. 2002. Disponível em: https://bit.ly/316qPZ1. Acesso em: 10 jul. 2020.

GIL, R. L. Tipos de Pesquisa. Universidade Federal de Pelotas. Pelotas, RS. 2009. Disponível em: < https://bit.ly/2TLNabj>. Acesso em: 15 mar. 2021.

HODGES, C. et al. The Difference Between Emergency Remote Teaching and Online Learning. March 27, 2020. Disponível em: https://bit.ly/3fgvpZM. Acesso em: 10 jul. 2020.

MEDEIROS, R. C. R; CARVALHO, M. J. C. de. Educação básica em tempos de pandemia. Revista Pedagogia em Ação, v. 13, n. 1, p. 133-144, 01 jan. 2020. Disponível em: https://bit.ly/33aWYRN. Acesso em: 29 jul. 2020.

MINAYO, M. C. de S. (org). Pesquisa Social: Teoria, método e criatividade. 28 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

MORAN, J. O que é educação a distância. 2013. Disponível em: https://bit.ly/34pdTQN. Acesso em: 20 jul. 2020.

PEIXOTO, M. A. P.; BRANDÃO, M. A. G.; SANTOS, G. Metacognição e tecnologia educacional simbólica. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 31, n. 1, p. 67-80, 2007. Disponível em: https://bit.ly/3ghwUrP. Acesso em: 10 jul. 2020.

SABATINII, R. E. M. Ambiente de ensino e aprendizagem via internet: a plataforma Moodle. Instituto EduMed, 2007. Disponível em: https://bit.ly/31DvC5b. Acesso em: 10 jul. 2020.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. B. Metodologia de pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

SANTOS, E. Educação online para além da EAD: um fenômeno da cibercultura. In: Actas do X Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia. Braga: Universidade do Minho, p. 5658-5671, 2009. Disponível em: https://bit.ly/34mdtKP. Acesso em: 10 jul. 2020.

SEEHUSEN, S.; LECON, C.; KABEN, C. Specification of learning trails in virtual courses.In:30Th Annual Frontiers in Education Conference. Building on Century of Progress in Engineering Education, FIE 2000, v. 2, p. 11-11, Jan. 2000.

STEDILE, N. L. R., FRIENDLANDER, M. A. R. Metacognição e ensino de enfermagem: uma combinação possível? Rev. Latino Americana de Enfermagem de Enfermagem, vol.11, n.6, p.792-799, 2003.

TAFNER, E. P.; TOMELIN, J. F.; MÜLLER, R. B. Trilhas de aprendizagem: uma nova concepção nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem - AVA. In: Congresso Abed, São Luís: MA, p. 1-11, set. 2012. Disponível em: https://bit.ly/2TmlU2I. Acesso em: 10 jul. 2020..

Publicado

2021-04-06

Como Citar

Santos, L. R. dos, Albuquerque, C. F. da S. ., Veiga, L. L. de A. da ., & Peixoto, M. A. P. . (2021). O Ensino Remoto Emergencial na Perspectiva da Metacognição: Análise da Percepção de Alunos de um Curso Técnico em Enfermagem. EaD Em Foco, 11(2). Recuperado de https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/1260

Most read articles by the same author(s)