Desafios Enfrentados por Estudantes de um Curso Técnico a Distância Frente à Pandemia COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v10i3.1018

Resumo

O presente artigo tem como finalidade identificar os principais desafios enfrentados por estudantes de um curso técnico a distância frente à pandemia COVID-19 no acesso ao curso/disciplinas. Assim, pela emissão de relatórios de acesso no Moodle, verificou-se uma queda significativa de participação dos estudantes no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), considerando-se as semanas subsequentes à suspensão das atividades presenciais, conforme determinação do Ministério da Educação (MEC).  O curso é ofertado por uma instituição pública federal de ensino, em dois polos de apoio presencial em municípios localizados na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul (RS). Além dos relatórios, realizou-se a aplicação de um questionário estruturado a 132 estudantes do curso. Os resultados demonstraram que o distanciamento social e a suspensão das atividades presenciais têm influenciado de forma substancial na dinâmica de estudo e dedicação ao curso. Aspectos como desemprego, não possuir computador e acesso à internet, bem como o fechamento do polo de apoio presencial, mostraram-se fatores determinantes na queda de acessos. Assim, 86,4% (polo 1) e 84,8% (polo 2) dos estudantes estão sentindo a influência direta da COVID-19 em seu desempenho escolar. 

Palavras-chave: Distanciamento social. Desempenho escolar. Vírus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nuvea Kuhn, Universidade Federal de Santa Maria

Doutoranda em Administração na Universidade Federal de Santa Maria.Mestra em Desenvolvimento e Políticas Públicas. Docente no Instituto Federal Farroupilha-Campus Santa Rosa.

Luis Felipe Dias Lopes, Universidade Federal de Santa Maria

Doutor em Engenharia de Produção e Sistemas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Maria.  Docente na Universidade Federal de Santa Maria.

 

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INTERNET (ABRANET). Desafio da internet é levar conexão a quem ainda

não tem no Brasil. 2019. Disponível em:<http://www.abranet.org.br/Noticias/Desafio-da-internet-e-levar-conexao-a-

quem-ainda-nao-tem-no-Brasil-2384.html?UserActiveTemplate=site#.Xs774DpK-

jIU>. Acesso em 27 de maio de 2020.

BRASIL. Decreto No. 9.057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o Art. 80 da Lei No. 9.394, de 20 de de-

zembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 2017.

CARNEIRO, M. L. F. Instrumentalização para o ensino a distância. Planejamento e Gestão para o Desen-

volvimento Rural da SEAD/UFRGS. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

CAVALCANTE, C. H. L.; SANTOS JUNIOR, P. A. Fatores que influenciam o desempenho escolar: a percepção

dos estudantes do Curso Técnico em Contabilidade do IFRS. Revista Liberato. Novo Hamburgo, v. 14,

n. 21, 2013.

CLARO, M. Tipos de Relatórios no Moodle. 2014. Disponível em:<https://www.moodlelivre.com.br/tutoriais-

-e-dicas/potal/tutoriais-e-dicas-moodle/tipos-de-relatorios-no-moodle>. Acesso em 15 de abril de 2020.

CROKIDAKIS, N. Data analysis and modeling of the evolution of COVID-19 in Brazil. arXiv: 2003.12150

[q-bio.PE], 2020.

ESTRELA, C. Metodologia científica: ciência, ensino, pesquisa [recurso eletrônico]. 3. ed. Porto Alegre:

Artes Médicas, 2018.

FARIAS, F. R.; DIAS, M. J. Os desafios entre o ensino presencial e o ensino a distância: uma questão de cultura

digital e de formação do educador. Revista Científica em Educação a Distância EAD em FOCO.v.1, n.1. Rio de Janeiro, 2010.

FERREIRA, V. H.; SILVA, J. M. C. Relatórios: saiba tudo o que os seus alunos fizeram. In: SILVA, J. M. C. (ORG.)

Moodle para Professores. Instituto Federal Rio Grande Do Sul - Campus Bento Gonçalves, 2017.

KUHN, N.; LOPES, L. F. D. EaD em Foco, 2020; 10(3): e1018

FREITAS, A. R. R.; NAPIMOGA, M.; DONALISIO, M. R. Análise da gravidade da pandemia de COVID-19. Epidemiologia e Serviços de Saúde. v. 29, n.2. Brasília, 2020.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 6ed. São Paulo: Atlas, 2018.

INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA (IFFar). Instrução Normativa N°03/2018. Dispõe sobre a oferta de

cursos na modalidade de Educação a Distância (EaD) de forma Institucionalizada no âmbito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha (IFFar). Santa Maria, 2018.

LACERDA, F. K. D. de; ESPÍNDOLA, R. de M. Evasão na educação a distância: um estudo de caso. Revista

Científica em Educação a Distância EAD em FOCO. Fundação Cecierj. v.3, n.1, 2013.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Resolução No 6, de 20 de setembro de 2012. Define Diretrizes Curri-

culares Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio. Brasília, 2012.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Portaria No 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição

das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo

Coronavírus - COVID-19. Brasília, 2020a.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Portaria No 345, de 19 de março de 2020. Altera a Portaria MEC No

, de 17 de março de 2020. Disponível em:<http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.

jsp?jornal=603&pagina=1&data=19/03/2020&totalArquivos=1>. Acesso em 29 de abril de 2020. 2020b.

MINISTÉRIO DA CIDADANIA/SECRETARIA ESPECIAL DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL/SECRETARIA NACIO-

NAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL. Portaria No 54, de 1o de abril de 2020. Brasília, 2020.

SPONCHIATO, D. Pesquisa mostra o grau de medo e tensão dos brasileiros com o coronavírus. Disponível

em:<https://saude.abril.com.br/mente-saudavel/medo-e-tensao-brasileiros-coronavirus/>.Acesso em

de abril de 2020.

PALLOF, R. M.; PRATT, K. O aluno virtual: um guia para trabalhar com estudantes on-line. Tradução de

Vinícius Figueira. Porto Alegre: Artmed, 2004.

SANTOS, P. K. dos; GIRAFFA, L. M. M. Permanência na graduação a distância na perspectiva dos Estudan-

tes: um estudo a partir da experiência do projeto Alfa. Congresso CLABES VI, 2016.

SOUZA, J. B. A. de S. A contribuição dos polos presenciais na EaD: um estudo exploratório. Congresso

Nacional de Ambientes (CONAHPA). São Luís, MA, 2015.

SILVA, D. G. Análise sobre o uso dos relatórios de atividades do Moodle no acompanhamento do pro-

cesso de aprendizagem de alunos em cursos de graduação. Dissertação de Mestrado. Programa

de Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal de Mato Grosso, 2011.

TENÓRIO, A. et al. Ferramentas da educação a distância: a visão do tutor Revista Científica em Educação

a Distância EAD em FOCO.v.4,n.1. Rio de Janeiro, 2014.

TENÓRIO, T.; RODRIGUES, F. A.; TENÓRIO, A. Estudo de caso sobre o uso das ferramentas notas e relató-

rios do Moodle na prática pedagógica do tutor à distância em cursos brasileiros de formação conti-

nuada de professores. Revista Científica em Educação a Distância- EAD em FOCO. v.6,n.2, 2016.

THIAGO, F.; CARVALHO, J. C., TRIGUEIRO, F. M. C. Fatores de Evasão na Educação à Distância: Um estudo

no Curso de Bacharelado em Administração Pública.

UMEKAWA, E. E. Preditores de fatores relacionados à evasão e a persistência discente em ações edu-

cacionais a distância. Dissertação de Mestrado. Departamento de Psicologia, Universidade de São Paulo/USP, Ribeirão Preto, 2014.

XAVIER, M. A. G. A Gestão Pública do Sistema da Universidade Aberta do Brasil: estudo de caso no polo

de apoio presencial em Resende. Revista Científica em Educação a Distância-EAD em FOCO. v. 6,

n. 1, 2016.

Publicado

2020-08-24

Como Citar

Kuhn, N., & Lopes, L. F. D. . (2020). Desafios Enfrentados por Estudantes de um Curso Técnico a Distância Frente à Pandemia COVID-19. EaD Em Foco, 10(3). https://doi.org/10.18264/eadf.v10i3.1018