Linhas Cartográficas da Docência na EaD

José Rogério Vitkowski

Resumo


Educação a Distância (EaD). O objeto de estudo são as experimentações dos professores formadores articuladas às novas funções do trabalho docente demandados pela EaD. Admitindo-se a legitimidade da reconfiguração do trabalho do professor nessa modalidade educacional, adentra-se em campo problemático que envolve tanto a capacitação tecnológica, didático-metodológica, quanto o modo como se concebe a inter-relação mais ampla entre a docência e formação. Importante atentar para uma linha de tensão relacionada à redefinição das funções do trabalho docente a partir de uma perspectiva meramente representacional, prescritiva, na qual se estabelece de antemão o que o professor deve saber e fazer e como deve agir e ser. O referencial teórico-metodológico desse trabalho se apoia em pesquisa, configurada como estudo de caso, e se desenvolve por meio de abordagem filosófico-educacional, inspirada na filosofia da multiplicidade na perspectiva de Gilles Deleuze e Félix Guattari. O método cartográfico, de viés deleuziano, fornece princípios e pistas para a produção cartográfica. Os resultados dessa cartografia configuram um mapa cujas linhas podem gerar agendas e movimentos potencializadores na Educação a Distância.


Palavras-chave: Educação a Distância, Filosofia da multiplicidade, Cartografia.


Cartographic lines of teaching at a distance


Abstract:


This article features contours of a cartographic map as an outcome of a case study with teachers working as trainers in distance education (DE). When admitting the legitimacy of the reconfiguration in the work of a DE teacher, it is inevitable to enter a problematic field involving both the technological, communicational, didactic and methodological capabilities, and the ways by which the interrelation between teaching, auto formation, and work is conceived. It is also important to pay attention to the struggles related to the reset of the work functions of DE teachers through a merely representational, prescriptive perspective, in which it is pre-established that the teacher must know, act, and be. We used as theoretical-methodological referential the philosophical approach of multiplicity, as well as the philosophy of differentiation in the views of Gilles Deleuze and Félix Guattari. The cartographic method – articulated to the rhizome concept – provides principles and clues to the cartographic production. The results of this cartography create a map composed of rhizomatic lines, which include, for instance, technological assemblages, conceptions of learning, teacher training, social and professional mediation of teaching, among others. The attention given to this cartography creates new agendas and instituting, enhancing movements in distance education.


Keywords: Distance education, Philosophy of differentiation, Cartography.


Palavras-chave


Educação a distância, Cartografia, filosofia da multiplicidade

Texto completo:

PDF

Referências


Alonso, K. M. (2010). A expansão do ensino superior no Brasil e a EaD: dinâmicas e lugares. Educação & Sociedade, Campinas, v. 31, nº 113, p. 1319-1335, out.-dez. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v31n113/14.pdf.

Brasil. (2007). Ministério da Educação. Referenciais de qualidade para educação superior a distancia. Brasília: SEED/MEC.

Barthes, R. (2003) Como viver junto: simulações romanescas de alguns espaços cotidianos. Cursos e seminários no Collège de France (1976-1977). São Paulo: Martins Fontes.

Catapan, A. H. (2009). Mediação pedagógica diferenciada. In: Alonso & B. Rodrigues (Org.). Educação a Distância: práticas, reflexões, e cenários plurais. Cuiabá: EdUFMT, p. 79-80.

Deleuze, G.; Guattari, F. (2011). Mil platôs. Capitalismo e esquizofrenia. São Paulo: Ed. 34.

Kenski, V. M. (2012). Tecnologia e ensino presencial e a distância. Campinas: Papirus.

Mallmann, E. M. (2008). Mediação pedagógica em Educação a Distância: cartografia da performance docente no processo de elaboração de materiais didáticos. 317p. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis.

Mill, D., Ribeiro, L. R. C. & Oliveira, M. R. G. (2010). Polidocência na educação a distância: múltiplos enfoques. São Carlos: EDUFSCar.

Moran, J. M. (2009). Modelos e avaliação do ensino superior a distância no Brasil. Revista ETD - Educação Temática Digital, da Unicamp. Campinas, v. 10, nº 2, p. 54-70. Disponível em: http://www.fae.unicamp.br/revista/index.php/etd/article/view/2004.

Passos, E., Kastrup, V. & Escóssia, L. (2010). Pistas do método da cartografia: pesquisa-intervenção e produção da subjetividade. Porto Alegre: Sulina.

Tardif, Maurice. (2000). Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação, Belo Horizonte, nº 13, p. 5-24.




DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v7i2.486



Direitos autorais 2018 Revista EaD em FOCO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS