Ser professor-tutor online a partir das contribuições do Sistema de Zonas de Desenvolvimento

Priscila Costa Santos, Diva Albuquerque Maciel

Resumo


O presente artigo tem por objetivo discorrer sobre as implicações na formação profissional do professor-tutor online a partir das contribuições do Sistema de Zonas de Desenvolvimento. Para tal, utilizamos como suporte teórico as contribuições do Sistema de Zonas de Desenvolvimento, conceito amplamente difundido por teóricos como Vygotsky e Valsiner. O trabalho, de cunho qualitativo, foi desenvolvido no contexto de um curso online ofertado para cerca de 26.000 professores-cursistas de um Estado da Federação. O curso obteve 95% de índice de aprovação. Para as análises foram considerados as entrevistas de três professores-tutores e de uma professora-supervisora, assim como, o Relatório Final do curso. Constatouse a necessidade de maior direcionamento das entidades governamentais para a regulamentação das atividades do professor-tutor bem como o seu papel essencial nas atividades online.


Palavras-chave: Professor, Professor-tutor, Tutor, Sistema de zonas de desenvolvimento.


Being online teacher from the contributions Zone System Development

 Abstract

The purpose of this article is to discuss the implications and the contributions of the Zone System Development in the professional formation of online teacher. For this, we use as theoretical support and the contributions of the Development Zone System, concept widely diffused by theoreticians like Vygotsky and Valsiner. The qualitative work was developed in the context of an online course offered to about 26.000 teachers from a State of Brazil. The course had 95% approval rate. For the analyzes, we considered interviews of three online teachers and one online supervisor, as well as the Final Report of the course. It was verified the need for greater targeting of government entities to regulate the activities of online teacher as well as their essential role in online activities.

 Keywords: Teacher, Online teacher, Zone system development.


Palavras-chave


Professor, Professor-Tutor, Tutor, Sistema de Zonas de Desenvolvimento.

Texto completo:

PDF

Referências


Azevedo, W. (2005). Conduzindo Um Curso Online. Workshop Virtual Conduzindo Um Curso Online. Recuperado

de: http://pt.scribd.com/doc/80502484/Conduzindo-Um-Curso-Online.

Berge, Z. L. (1996). Facilitating Computer Conferencing: Recommendations From The Field. Educational

Technology.

Beraldo, R. M. (2013). Processos de desenvolvimento e Formação de professores do Ensino Médio para o uso das

Novas Tecnologias em Práticas Educativas. Dissertação de Mestrado, Universidade De Brasília, Brasília DF.

Brasil. (2014). Conselho Nacional de Educação. Texto Orientador para a Audiência Pública sobre Educação a

Distância. Brasília, DF.

Coll, C. & Monereo, C. (2010). Educação e aprendizagem no século XXI: novas ferramentas, novos cenários,

novas finalidades. In: Coll, C. & Monereo, C. (Eds.). Psicologia da Educação Virtual: Aprender e ensinar

com as tecnologias da informação e comunicação. Porto Alegre: Artmed.

Maciel, D. A. (1996). Análise das interações professora-criança em situação de ensino aprendizagem da leitura

e escrita. Tese de Doutorado, Faculdade de Educação. Universidade de São Paulo. São Paulo.

Maciel, D., A. Branco, A. & Valsiner, J. (2004). Bidirecional processo of knowledge construtiction in teacherstudent

transaction. In A. Branco, & J. Valsiner (Eds.). Communication and metacommunication in

human development. Greenwich, CT: Information Age Publishing, 2004.

Madureira, F & Branco, A. (2005). Construindo com o outro: Uma perspectiva sociocultural construtivista do

desenvolvimento humano. In M. A. Dessen & A. L. Costa Junior (Eds.), A ciência do desenvolvimento

humano: Tendências atuais e perspectivas futuras (pp. 90-109). Porto Alegre: Artmed.

Maggio, M. (2001). O tutor na educação a distância. In: LITWIN, E. A educação a distância: temas para o debate

de uma nova agenda educativa. Porto Alegre, RS: Artmed.

Mattar, J. (2012). Tutoria e interação em educação a distância. São Paulo: Cengage Learning.

Mill, D. (2012). Docência virtual: uma visão crítica. Campinas, São Paulo: Papirus.

Neves, I. S. V. (2009). Condições de trabalho docente no ensino superior na rede privada na modalidade

educação a distância [manuscrito]. Tese – Faculdade de Educação - Universidade Federal de Minas

Gerais, Minas Gerais.

Rossato, M; Ramos, W; Maciel, D. A. (2013). Subjetividade e interação nos fóruns online: reflexões sobre a permanência

em educação a distância. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 21, n. 2, p.399-429, jul./dez.

Santos, P. (2015). A coconstrução como fio condutor para formação de professores-tutores online. Dissertação.

Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Brasília.

Silva, G. (2014). Psicologia cultural e presença docente: relações de coconstrução à autonomia do estudante

online. Dissertação. Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia. Brasília.

Silva, G. & Maciel, D. A. (2016). Educação à Distância e Psicologia Cultural: autonomia do estudante e presença

docente online. Curitiba: Juruá Editora.

Teles, L. (2009). A aprendizagem por e-learning. In: LITTO, F. M.; FORMIGA, M. (Org.). Educação a distância: o

estado da arte. São Paulo: Pearson Education.

Tractenberg. L. (2011). A Gestão da tutoria. In: TRACTENBERG, L. (Org.) Gestão da educação a distância.

Curso de Especialização em Educação a Distância – SENAC.

Santos, P.C. & Maciel, D.A. (2017), EaD em Foco, 7 (2), 00–00

Valsiner, J. (1994). Culture and human development: a co-constructivist perspective. In: VAN GEERT, P.; MOS, L.

(Eds.). Annals of Theoretical Psychology. New York, NY: Plenum.

______. (1997). Culture and the development of children’s actions. New York, NY: John Wiley & Son.

______. (2006). Dangerous curves in knowledge construction within psychology: Fragmentation of methodology.

Theory Psychology, 16, 597-612.

______. (2013). Fundamentos da psicologia cultural. Bastos, A. C. de S. (Trad.). Porto Alegre, RS: Artmed.

Teles, L. (2009). A aprendizagem por e-learning. In. Litto, F.M. & Formiga, M. (Org.) Educação a Distância: o

estado da arte. São Paulo: Pearson Education do Brasil.

Vygotsky, L. (2001). A construção do pensamento e da linguagem. (P. Bezerra, Trad.). São Paulo, SP: Martins

Fontes. Trabalho original publicado em 1934.

Vygotsky, L. (2007). A formação social da mente. O desenvolvimento dos processos psicológicos superiores

(7ª ed.; J. Cipolla Neto, L.S.M. Barreto & S. C. Afeche, Trads.) São Paulo: Martins Fontes. Trabalho original

publicado em 1978.




DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v7i2.462



Direitos autorais 2018 Revista EaD em FOCO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS