Ensino de Matemática na Educação a Distância: Estado do Conhecimenta EaD em Foco nos últimos 10 anos

Palavras-chave: EaD. Ensino de Matemática. Estado do Conhecimento. Interação. Tecnologias digitais.

Resumo

A Educação a Distância tem ganho cada vez mais destaque como modalidade de ensino no cenário brasileiro. Com isso, torna-se relevante descortinarmos não só as práticas pedagógicas utilizadas nesta modalidade de ensino, como também compreendermos as pesquisas que giram em torno delas. É nesse sentido que este artigo apresenta um estado do conhecimento sobre a modalidade de ensino a distância e o ensino da matemática nos artigos e estudos de caso publicados até dezembro de 2019 pela Revista Científica em Educação a Distância: EaD EM FOCO, coordenada pela Fundação Cecierj/Consórcio Cederj. Para isso, este artigo apresenta de maneira breve a metodologia de pesquisa do tipo estado do conhecimento, destacando suas principais características e delimitando seu escopo de busca. Organizamos os dez trabalhos selecionados em categorias e, conforme preconiza a literatura, realizamos as discussões com base em seus autores. Constatamos que, apesar da EaD não ser novidade no cenário brasileiro, a produção relativa ao ensino da matemática na EaD emerge na revista pesquisada apenas no último quinquênio. Os trabalhos pesquisados trataram dos diferentes atores que compõem a EaD, como os tutores/mediadores, alunos, professores, gestores escolares e os documentos oficiais. Além disso, algumas produções investigaram o design de um ambiente virtual de aprendizagem, bem como relataram experiências com disciplinas específicas da matemática como introdução à análise real e instrumentação para o ensino da geometria.   

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo dos Santos de Oliveira Braga, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro

Professor de Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro; formado em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ); Especializado em Ensino de Matemática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Especializado em Novas Tecnologias para o Ensino de Matemática pela Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ); Mestre em Matemática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Cursando Doutorado em Ensino de Ciências pelo Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ); Participante do Grupo de Pesquisa CAFE - Ciência, Arte, Formação e Ensino; Pesquisador do grupo de pesquisa em Práticas, Tecnologia Digital e Inclusão na Educação de Jovens e Adultos; Experiência em Contabilidade, Matemática e Ensino de Matemática.

Giselle Rôças de Souza Fonseca, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro

Possui graduação em Ciências Biológicas Modalidade Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995), mestrado em Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998) e doutorado em Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2004). Desenvolvo pesquisa e junto aos professores da Educação Básica e Superior com o intuito de promover uma maior articulação entre os saberes advindos da Biologia e das chamadas Ciências da Natureza com as práticas do Ensino das Ciências em espaços formais de ensino. Professora Associada III do ensino superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, com livros e artigos publicados, além de orientações de Iniciação Científica, Especialização e Mestrado. Atualmente participo de projetos de pesquisa com ênfase no Ensino de Ciências, com apoio da FAPERJ, CAPES, IFRJ e CNPq. No período de junho de 2013 a fevereiro de 2015 atuei como Coordenadora Adjunta dos Mestrados Profissionais na área 46 - CAPES. Sou docente permanente do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências - PROPEC - do IFRJ.

Referências

BIELSCHOWSKY, C. Consórcio Cederj: A História da Construção do Projeto. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 7, n. 2, p. 08-27, 2017.

BORBA, M. C.; MALHEIROS, A. P. S.; AMARAL, R. B. Educação a Distância online. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

COSTA, M. L. F. História e políticas públicas para o ensino superior a distância no Brasil: o programa Universidade Aberta do Brasil em questão. HISTEDBR On-line, v. 12, n. 45, p. 281-295, 2012.

ESQUINCALHA, A. C.; ABAR, C. A. A. P. Componentes Afetivo-atitudinais na Prática de Tutores em um Curso a Distância para Professores de Matemática. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 6, n. 1, p. 54-68, 2016.

FELCHER, C. D. O.; DIAS, L. F. BIERHALZ, C. D. K. Construindo Maquetes - Uma Estratégia Didática Interdisciplinar no Eixo Geometrias: Espaço e Forma. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 5, n. 2, p. 149-174, 2015.

FELCHER, C. D.; FOLMER, V. Licenciatura em Matemática a Distância & Tecnologias Digitais: Percepções de Egressos, Tutores e Professores. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 9, n. 1, p. 01-11, 2019.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas do tipo “estado da arte”. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 22, n. 79, 257-272, 2002.

FERRUGINI, L. et al. Educação a Distância no Brasil: potencialidades e fragilidades. EAD em foco - Revista da Universidade Vale do Rio Verde, Três Corações, MG, v. 12, n. 1, p. 90-98, 2014.

GRÜTZMANN, T. P.; ALVES, R. S. Dialogando com Bernstein e os Tutores da EaD. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 7, n. 2, p. 92-102, 2017.

HOLMBERG, B. The evolution, principles and practices of distance education. In Studien und Berichte der Arbeitsstelle Fernstudienforschung der Carl von Ossietzk y Universität Oldenburg, v. 11, 2005.

KANASHIRO, D. S. K.; NOAL, K. M. L.; ROCHA, P. G. Avaliando os Cursos de Licenciatura a Distância da UFMS: o que Dizem os Egressos. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 8, n. 1, p. 01-10, 2018.

MATTOS, L. J. G.; SANTOS, S. C. Os Desafios do Estágio Supervisionado em um Curso de Licenciatura a Distância. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 8, n. 1, p. 01-10, 2018.

MELO, M. F. Os Desafios da Análise Matemática em um Curso de Licenciatura a Distância. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 9, n. 1, p. 01-08, 2019.

PEREIRA, M. V. M. Fundamentos teórico-metodológicos da pesquisa em educação: o ensino superior em música como objeto. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 22, n. 40, p. 221-233, jul./dez. 2013.

QUEIROZ, C. R. O. Q. Desafios, Conquistas e Ferramentas da Matemática na EAD. Sigmae, Alfazemas, MG, v. 1, n. 1, p. 119-125, 2012.

SAEGER, M. T.; MELO, A. H. A. Inserção do Egresso de Cursos a Distância no Mercado de Trabalho: um Estudo Voltado para a Licenciatura em Matemática. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 6, n. 2, p. 155-171, 2016.

SANTOS, C. E. R.; FERNANDES, S. H. A. A. Um Ambiente Virtual onde a Educação a Distância Encontra-se com a Educação Matemática Inclusiva. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 5, n. 1, p. 212-223, 2015.

SOUZA, R. M.; BAIRRAL, A. A. Acessar ou Interagir? Uma Análise em Disciplinas da Licenciatura em Matemática no CEDERJ. EAD em foco - Revista Científica em Educação a Distância, Rio de Janeiro, RJ, v. 6, n. 3, p. 39-49, 2016.

TEODORO, R. A. P. Perspectivas da Educação a Distância no Ensino da Matemática. Revista Multitexto, Montes Claros, MG, v. 3, n. 2, p. 39-44, 2015.

VOSGERAU, D. S.; ROMANOWSKI, J. P. Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 14, n. 41, p. 165-189, 2014.
Publicado
2020-04-07
Como Citar
Eduardo dos Santos de Oliveira Braga, & Giselle Rôças de Souza Fonseca. (2020). Ensino de Matemática na Educação a Distância: Estado do Conhecimenta EaD em Foco nos últimos 10 anos. EaD Em Foco, 10(1), 12. https://doi.org/10.18264/eadf.v10i1.974
Seção
Artigos Originais