Novas Tecnologias Aplicadas na EAD: um Estudo de Caso Sobre Retenção e Evasão Escolar no Ensino Superior

Autores

Resumo

Em um mundo cada vez mais globalizado, baseado não apenas nos custos e na inovação, onde, a velocidade é agora crítica para se ter sucesso no mercado, os profissionais precisam estar sempre preparados para os desafios de mudança, criatividade e espírito empreendedor para enfrentar a revolução do conhecimento. Novas tecnologias associadas a projetos de ensino a distância aumentam a possibilidade de acesso a um programa de formação profissional. Mesmo com o avanço tecnológico cada vez maior no ensino a distância, não foi eficiente para conter o número de evasão. Trabalhar a educação a distância não é simples, sendo necessária uma metodologia de ensino em sinergia com as ferramentas de navegação, simples de serem absorvidas pelos alunos e que venha a criar uma interação entre professores e alunos que são os grandes atores do ensino. O estudo tem como objetivo conhecer os principais fatores que contribuem para a evasão no ensino a distância e apresentar estratégias em seu controle. Conclui-se que o controle da evasão deve ser bem planejado a partir da elaboração do curso, com comunicação permanente, uma boa infraestrutura na parte de tecnologia para que o aluno possa acompanhar o curso e ter controle em relação ao software que passarão a utilizá-lo no seu dia a dia, possuir profissionais bem treinados para dar o suporte nas questões tecnológicas e pedagógicas.

Palavras-chave: Conhecimento.Evasão.Treinamento

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudio Marcos Maciel da Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor Adjunto da FACC/UFRJ. Professor Conteudista do Consórcio CEDERJ. Doutor em Administração pela Universidade do Grande Rio (UNIGRANRIO)

Jorge Vieira da Rocha, 1Centro Universitário Augusto Motta

Professor da UNISUAM. Doutorando em Educação na Universidad Internacional Iberoamericana (UNINI) Campeche  Mexico

Referências

ALMEIDA, O. C. S. Evasão em cursos à Distância: análise dos motivos de desistência. Congresso da ABED. p.1-10. 2008. Disponível em <http://www.abed.org.br/congresso2008/tc/552008112738PM.pdf> Acesso em 03 de novembro de 2019.

ALVES, L.; Um olhar pedagógico das interfaces do Moodle. In: Lynn; Barros, Daniela; Okada, Alexandra (Org.). MOODLE : Estratégias Pedagógicas e Estudos de Caso. Salvador: Eduneb, p 187-201. 2009

BEHAR, P. A. Modelos Pedagógicos em Educação a Distância. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BITTENCOURT, I. M.; MERCADO, L. P. L. Evasão nos cursos na modalidade de educação a distância: estudo de caso do Curso Piloto de Administração da UFAL/UAB. Ensaio: aval.pol.públ.Educ., Rio de Janeiro , v. 22, n. 83, p. 465-504, Junho 2014.Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0104-40362014000200009&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em 03 de novembro de 2019.

COMARELLA, R. L. Educação superior a distância: evasão discente – Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 147 p. Dissertação (Mestrado). 2009. Disponível em <https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/93392>. Acesso em 03 de novembro de 2019.

COSTA, M. L. F.; OLIVEIRA, S. A. G. DE. O lugar da Educação a Distância no Plano Nacional de Educação (2011-2020). Teoria e Prática da Educação, v. 16, n. 1, p. 97-112, 5 maio 2013.Disponível em: <http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/TeorPratEduc/article/view/23766>. Acesso em 03 de novembro de 2019.

COSTA, I. Novas tecnologias e aprendizagem. 2a. ed. Rio de Janeiro: Wak Editora. 2014

DUARTE, G. P. As funções do tutor online [manuscrito]: análise da interatividade tutor/aluno no projeto piloto do curso de administração de empresas da Universidade Federal do Piauí. Dissertação de Mestrado. Brasília: Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, 2008. Disponível em <http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/3506/1/2008_GilmarPereiraDuarte.pdf.> Acesso em 3 de novemnro de 2019.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Censo da Educação Superior 2018. Brasília: MEC/INEP, 2019.

_________________________. Censo da Educação Superior 2017. Brasília: MEC/INEP, 2018.

_________________________. Censo da Educação Superior 2016. Brasília: MEC/INEP, 2017.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Metodologia científica: Ciência e conhecimento científico. Métodos científicos. Teoria, hipóteses e variáveis. Metodologia jurídica. 6a ed. São Paulo: Atlas. 2011

MAIA, C.; MATTAR, J. ABC da EaD: a Educação a Distância hoje. São Paulo: Pearson, 2007.

MALUF, R. A evasão escolar e o ensino a distância. ABED. 2012

MATTAR, J. Interatividade e aprendizagem. In: LITTO, F. M.; FORMIGA, M. (Org). Educação a distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson, 2009.

MOORE, M.; KEARSLEY, G. Educação a distância: uma visão integrada. São Paulo: Cengage Learning.2010.

SANTOS, G. L. A internet na escola fundamental: sondagem de modos de uso por professores. Educ. Pesqui., São Paulo , v. 29, n. 2, p. 303-312, Dec. 2003

SILVA FILHO, R. L. L. A evasão no ensino superior brasileiro. Cad. Pesqui., São Paulo , v. 37, n. 132, p. 641-659, Dec. 2007

SOUZA, C.; DA SILVA, C.; GESSINGER, R. Um estudo sobre evasao no ensino superior do Brasil nos últimos dez anos. II Congressos CLABES, 9 out. 2017.

Publicado

2020-07-10

Como Citar

Silva, C. M. M. da ., & Rocha, J. V. da . (2020). Novas Tecnologias Aplicadas na EAD: um Estudo de Caso Sobre Retenção e Evasão Escolar no Ensino Superior. EaD Em Foco, 10(2). Recuperado de https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/919

Edição

Seção

Estudos de Caso

Most read articles by the same author(s)