Educação Ambiental na Modalidade EAD: Um Estudo Bibliométrico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v9i1.823

Resumo

O propósito do presente estudo foi descrever a produção científica sobre Educação Ambiental na modalidade a distância (EaD). Para tanto, foi realizada uma busca no Portal de Periódicos Capes com três argumentos de busca, com base nos quais foram encontrados doze artigos relacionados com Educação Ambiental na modalidade EaD. A pesquisa pode ser classificada, quanto ao seu objetivo, como descritiva. O procedimento técnico adotado foi a pesquisa bibliométrica, a partir da qual foi possível verificar que os estudos relacionados ao tema, em sua maioria, apresentam relatos de ações e práticas relacionados a Educação Ambiental em cursos de extensão. Também foram observados levantamentos, pesquisas documentais, bibliográficas, estudos de caso e observação participante. As instituições que mais se destacaram com pesquisas sobre o tema foram a Universidade Federal de Santa Maria, Universidade Federal do Ceará e Universidade Federal do Rio Grande.

Palavras-chave: Educação a distância. Educação ambiental. Bibliometria.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, M. E. B.. Educação a distância na internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Educação e pesquisa, v. 29, n. 2, p. 327-340, 2003. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/S1517-97022003000200010>. Acesso em 15 mar 2019.

BASTOS, A. T.; NUNES, J. B. C.; FREITAS, A. A. F.. Educação para a sustentabilidade em cursos de graduação a distância: Análise de uma IES pública do Nordeste do Brasil. Revista Eletrónica de Educação, v. 8, n. 3, p. 147-163, 2014. Disponível em: < www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/download/1000/362>. Acesso em 15 mar 2019.

BRASIL. Lei nº 9.795 de 27 de abril de 1999. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/l9795.htm>. Acesso em: 25 abr 2019.

CENSO, E. A. D. BR: relatório analítico da aprendizagem a distância no Brasil 2016 [livro eletrônico]/[organização] ABED?Associação Brasileira de Educação a Distância. Curitiba: InterSaberes, 2017.

COUSIN, C. S.; GALIAZZI, M. C.. Educação Ambiental a distância: narrativas constitutivas de educadores, 2009. In: VIII Congreso Internacional Sobre Investigación En La Didáctica De Las Ciencias Disponível em: < https://www.raco.cat/index.php/Ensenanza/article/download/294172/382713>. Acesso em 05 mai 2019.

FONSECA, A. L. et al. Um mundo à beira mar, curso de capacitação e alternativas didáticas, uma parceria com a escola do mar. Extensio: Revista Eletrônica de Extensão, v. 7, n. 10, p. 01-08, 2010. Disponível em:<https://periodicos.ufsc.br/index.php/extensio/article/view/1807-0221.2010v7n10p1/0>. Acesso em: 05 abr 2019.

IBRAHIN, F. I. D.. Educação Ambiental. Estudo dos Problemas, Ações e Instrumentos para o Desenvolvimento da Sociedade. São Paulo: Érica, 2014.

JACOBI, P. R.. Educação ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de pesquisa, n. 118, p. 189-205, 2003. Disponível em: < www.scielo.br/pdf/cp/n118/16834.pdf>. Acesso em: 05 abr 2019.

LEMGRUBER, M. S.. Educação a Distância: para além dos caixas eletrônicos. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/arquivos/conferencia/documentos/marcio_lemgruber.pdf>. Acesso em: 25 de jun 2019.

LOPES, M. M.; NEVES, F. F. A Educação Ambiental na Modalidade a Distância no Brasil e a Investigação de Políticas de Avaliação Qualitativa. Revista Brasileira Multidisciplinar, v. 17, n. 1, p. 77-87, 2014. Disponível em . Acesso em: 05 abr 2019.

MARCATTO, C. Educação ambiental: conceitos e princípios. FEAM, 2002.

MEC. O que é educação a distância? Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/escola-de-gestores-da-educacao-basica/355-perguntas-frequentes-911936531/educacao-a-distancia-1651636927/12823-o-que-e-educacao-a-distancia>. Acesso em: 24 abr 2019.

MELLO, S. S.; TRAJBER, R.. Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. Brasília: Ministério da Educação, Coordenação Geral de Educação Ambiental: Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental: UNESCO, 2007.

MILL, D.; OLIVEIRA, M. R. G. A Educação a Distância em pesquisas acadêmicas: uma análise bibliométrica em teses do campo educacional. Educar em Revista, n. 4, p. 15-36, 2014. Disponível em: < https://revistas.ufpr.br/educar/article/view/38642>. Acesso em: 15 abr 2019.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA). Identidades da Educação Ambiental Brasileira. Edições MMA: Brasília, 2004.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA). Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=321>, acesso em 16 de abril de 2019.

OLIVEIRA RIBEIRO, G. et al. Avaliação da efetividade do ensino em cursos de educação a distância. Sustinere: Revista de Saúde e Educação, v. 6, n. 2, p. 222-238, 2018. Disponível em: <https://www.e_publicacoes.uerj.br/index.php/sustinere/article/view/36745>. Acesso em: 15 abr 2019.

PAULA, A. de et al. Uma experiência em EaD: a construção de uma rede virtual colaborativa no projeto escolas sustentáveis. Intersaberes, v. 8, n. 16, p. 176-189, 2013. Disponível em <https://www.uninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/viw/476>. Acesso em: 15 abr 2019.

PHILIPPI Jr., A.; PELICIONI, M. C. F.. Educação Ambiental - Desenvolvimento de Cursos e Projetos. São Paulo: Signus USP, 2 ed., 2002.

RODRIGUES, T. C. et al. Desenvolvimento Sustentável: Percepção dos Alunos do Curso de Graduação em Ciências Contábeis das Instituições Federais de Ensino Superior do Estado do Rio Grande do Sul. Revista Metropolitana de Sustentabilidade, v. 7, n. 1, p. 68-90, 2017. Disponível em: <http://www.revistaseletronicas.fmu.br/index.php/rms/article/view/1218/pdf>. Acesso em 05 mai 2019.

ROSA, M. B.; PALMA, G. B.. Estratégias extensionistas do curso de especialização em educação ambiental da UFSM. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 6, n. 6, p. 1178-1183, 2012. Disponível em <https://periodicos.ufsm.br/reget/article/view/4024/3012>. Acesso em 05 mai 2019.

SANTOS, A. A.. Educação ambiental à distância e o desenvolvimento da consciência ambiental crítica: um relato de caso. Revista Monografias Ambientais, v. 9, n. 9, p. 2038-2046, 2012. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/remoa/article/download/5944/3905>. Acesso em: 05 mai 2019.

SANTOS, R. N. M.; KOBASHI, N. Y.. Bibliometria, cientometria, infometria: conceitos e aplicações. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, v. 5, n. 1, 2010. Disponível em: . Acesso em: 05 mai 2019.

SHIMIZU, R. C. G.. Educação ambiental a distância na formação de professores: relato de uma experiência. AUGMDOMUS, v. 4, p. 12-24, 2012. Disponível em: <https://revistas.unlp.edu.ar/domus/article/download/470/507/>. Acesso em: 05 mai 2019.

SILVA, E. L.; MENEZES, E. M.. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. Florianópolis: UFSM, 3 ed., 2001.

VENTURA, G. C. Educação para Cidadania Via Rádios Comunitárias. Canadian Journal Of Latin American And Caribbean Studies. v. 32, n. 63, p. 167-185, 2007. Disponível em <https://www.jstor.org/stable/41800600?seq=1#page_scan_tab_contents>. Acesso em: 05 mai 2019.

Publicado

2019-09-20

Como Citar

Oliveira, M. M. de, & Rodrigues, D. C. G. de A. (2019). Educação Ambiental na Modalidade EAD: Um Estudo Bibliométrico. EaD Em Foco, 9(1). https://doi.org/10.18264/eadf.v9i1.823

Edição

Seção

Estudos de Caso

Most read articles by the same author(s)