O Papel do Tutor na Humanização da Aprendizagem na Educação a Distância

  • Simone Guimarães Custódio Universidade de Taubaté https://orcid.org/0000-0002-1870-6496
  • Márcia Maria Dias Reis Pacheco Universidade de Taubaté
  • Camila Aparecida Silva Rosa Marinelo Universidade de Taubaté
  • Laís Renó Satalibe Costa
  • Giovanna Velloso dos Santos

Resumo

A Educação a Distância cumpre uma exigência da globalização trazendo o acesso ao conhecimento de maneira mais rápida e eficiente. Nessa modalidade, a internet torna-se cada vez mais uma fonte de informações pluricultural de alcance comunitário. No entanto, uma das dificuldades nessa metodologia de ensino parece ser a ausência de acompanhamento pedagógico eficiente. Compreender como deve acontecer a tutoria, quais as características do profissional que atua nessa modalidade pode tornar esse processo de ensino-aprendizagem mais significativo. Este artigo investiga a(s) maneira(s) adequada(s) como esse processo de acompanhamento deve ser desenvolvido para que o aluno obtenha sucesso no processo de aprendizagem no ensino a distância. Buscou-se identificar os agentes facilitadores na aquisição do conhecimento com qualidade segundo os autores Jean Piaget e Lev Vygotsky e, com base nos pressupostos teóricos de Behar (2009) a respeito do modelo pedagógico em EaD, delineou-se o perfil e a preparação acadêmico-pedagógica necessária aos profissionais dessa área, a fim de que possam colaborar efetivamente com o desenvolvimento do educando nesse processo. A metodologia constitui-se de pesquisa bibliográfica.

Palavras-chave: Educação a distância. Tutoria presencial. Qualidade de ensino. Acompanhamento.

Biografia do Autor

Simone Guimarães Custódio, Universidade de Taubaté
Pedagoga  e Psicopedagoga Institucional (pela UNIDERP). Atua como professora no Departamento de Pedagogia (EAD) da Universidade de Taubaté e na Secretaria de Educação do Estado de São Paulo como professora de ensino básico. Mestranda em Educação pela Universidade de Taubaté.

Referências

ALVES, Carina Maria Terra. Metodologias para a Educação a Distância. Valinhos: Anhanguera Educacional, 2013. Disponível em: <http://anhanguera.com>. Acesso em: 1 mar. 2014.

ALVES, C. M. T.; SOLEDADE, R. T. Elaboração de conteúdo em EaD. Valinhos, 2013. Disponível em: <http://anhanguera.com>. Acesso em: 1 mar. 2014.

AZEVEDO, Adriana Barroso. Tutoria em EaD. Valinhos: Anhanguera Educacional, 2014. p. 1-68. Disponível em: <http://anhanguera.com>. Acesso em: 03 fev. 2014.

BATES, A. W. Tony. Educar na era digital: design, ensino e aprendizagem. Trad. João Mattar et al. São Paulo: Artesanato Educacional, 2016.

BRASIL, DECRETO Nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/2005/decreto-5622-19-dezembro-2005-539654-publicacaooriginal-39018-pe.html

BEHAR, Patrícia A. Modelos pedagógicos em EaD. Porto Alegre: Artmed, 2009.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. Atualização para a 6ª edição: Jussara Simões (A era da informação: economia, sociedade e cultura, v. 1). Trad. Roneide Venâncio Majer. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

DEMO, P. Educação e qualidade. 6ª ed. São Paulo: Papirus, 2001.

FERREIRA, A. B. H. Minidicionário da língua portuguesa. 3ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993.

GIANNELLA, T. R.; STRUCHINER, M.; RICCIARDI, R. M. V. Lições aprendidas em experiências de tutoria a distância: fatores potencializadores e limitantes. Laboratório de Tecnologias Cognitivas: Nutes/UFRJ. Educação Pública, Rio de Janeiro. Disponível em: <http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/educacao/0059.html>. Acesso em: 02 jan. 2014.

INEP. O Instituto. 2003. Disponível em <http://portal.inep.gov.br/sinopses-estatisticas>. Acesso em: 18 jul. 2017.

JODAS, Juliana. Polo de apoio presencial. Valinhos: Anhanguera Educacional, 2014. Disponível em: <http://anhanguera.com>. Acesso em: 30 ago. 2014.

LOBATO, Iolene Mesquita. O processo interativo na educação a distância: professor, aluno e material didático. Revista Paidéi@, v. 2, n. 1, jun. 2009. Disponível em: <http://revistapaideia.unimesvirtual.com.br/index.php?journal=pai- deia&page>. Acesso em: 13 fev. 2014.

LOPES, Marcele M. F. A competência gerencial do tutor em um curso a distância. Artigo apresentado no XVIII Encontro Latino-Americano de Iniciação Científica, XIV Encontro Latino-Americano de Pós-Graduação e IV Encontro de Iniciação à Docência: Universidade do Vale do Paraíba, novembro de 2014.

MENEZES, Ebenezer Takuno de; SANTOS, Thais Helena dos. Mediação pedagógica? (verbete). Dicionário Interativo da Educação Brasileira. EducaBrasil. São Paulo: Midiamix, 2012. Disponível em: <http://www.educabrasil.com.br/eb/dic/dicionario.asp?id=44>.

MORAES, M. C. Educar na biologia do amor e da solidariedade. Petrópolis: Vozes, 2003.

PERRENOUD, P. Dez novas competências para ensinar: convite à viagem. Porto Alegre: Artmed, 2000.

RAMOS, Margarete da Silva. Qualidade da tutoria e a formação do tutor: Os efeitos desses aspectos em cursos a distância. UNIREDE. 2013. Disponível em: <http://www.aedi.ufpa.br/esud/trabalhos/poster/AT1/112988.pdf>. Acesso em: 19 set. 2013.

TREIN, D. Formação docente em e para EaD. Universidade do Vale do Rio dos Sinos: UNISINOS. Jul. 2008. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2008/tc/512200893710PM.pdf.

VERGARA, Silvia Constant. Estreitando relacionamentos na educação a distância. Cad. Ebape. BR, Rio de Janeiro, v. 5, nº Especial, jan. 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S167939512007000500010&script=sci>. Acesso em: 20 dez. 2014.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Publicado
2019-08-15
Como Citar
Custódio, S. G., Pacheco, M. M. D. R., Marinelo, C. A. S. R., Costa, L. R. S., & Santos, G. V. dos. (2019). O Papel do Tutor na Humanização da Aprendizagem na Educação a Distância. EAD EM FOCO, 9(1). https://doi.org/10.18264/eadf.v9i1.767
Seção
Artigos Originais