EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EM UM CURSO DE NUTRIÇÃO PRESENCIAL: AVALIAÇÃO DOS DISCENTES DE INTRODUÇÃO À GENÉTICA E DE SAÚDE PÚBLICA

  • Paulo Cristiano de Oliveira Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Patricia Lovatel Acioly Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Silvio Serafim da Luz Filho Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Marina Keiko Nakayama Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar a percepção dos discentes do curso de Nutrição de uma universidade privada de Santa Catarina em relação às disciplinas Introdução à Genética e Saúde Pública, oferecidas na modalidade a distância (EaD). Este é um estudo de caso, de natureza exploratória. É apresentada a EaD na universidade e no curso e levantados critérios para avaliação das disciplinas. Em seguida, é realizada uma avaliação, por meio de questionário fechado, da EaD, sob a perspectiva dos alunos. Um total de 84 alunos matriculados nas disciplinas no segundo semestre de 2012 respondeu ao questionário, sendo 42 alunos de cada disciplina. Foram avaliados quatro critérios: Orientação, Interação, Suporte e Tecnologia. A avaliação revelou que os alunos não experientes classificaram de forma mais positiva os critérios Interação e Tecnologia do que os alunos experientes. Já os alunos experientes avaliaram de forma mais positiva o critério Orientação. O critério Suporte foi avaliado de forma mediana e similar pelos dois grupos de alunos. A partir da avaliação, procurou-se evidenciar que no processo de EaD é preciso entender como se dá a subjetividade e a diferença de percepções entre os dois grupos. Isso é fundamental para que se possa romper uma visão puramente mecanicista e perceber tanto os impactos positivos quanto negativos da EaD nos cursos superiores presenciais. Esses impactos merecem ser discutidos e aprofundados por gestores e educadores do ensino superior.

 

Palavras-chave: Avaliação. Discentes. Ensino Superior. Nutrição. 

Biografia do Autor

Paulo Cristiano de Oliveira, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Graduado em Informática pela UNISINOS.Mestre em Administração pela UFRGS. Doutorando em Engenharia e Gestão do Conhecimento pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da UFSC.
Patricia Lovatel Acioly, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Nutricionista.Mestre em Saúde Pública pela UFSC.
Silvio Serafim da Luz Filho, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Graduado em Psicologia pela PUC/Paraná.Mestre em Administração pela UFRGS. Doutor em Educação pela USP. Professor do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da UFSC.
Marina Keiko Nakayama, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Doutorado em administração na UFRGS, com estágio na HEC-Montreal-Canadá, concluido em 1997. Mestrado em Administração pela UFRGS e graduação em psicologia.
Publicado
2014-02-18
Seção
Estudos de Caso