Os Contextos do Ensino Remoto e Remoto/Presencial sob a Perspectiva dos Alunos do Ensino Médio durante a Pandemia da COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v12i2.1664

Resumo

Devido à pandemia da COVID-19, muitos países adotaram medidas de contenção para frear a disseminação do novo coronavírus, incluindo o fechamento de escolas e de universidades. Como solução imediata, as aulas presenciais foram transferidas do contexto presencial para o virtual, chamado de Ensino Remoto, cuja dinâmica se colocou como um novo desafio para alunos e professores. Nesse cenário, nosso objetivo foi analisar o processo de ensino e aprendizagem nos contextos remoto e remoto/presencial, a partir da percepção de alunos do ensino médio de escolas particulares da cidade de São Paulo. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas, com cinco alunas de diferentes colégios. Essa coleta ocorreu no início de 2021, momento em que as escolas experimentaram o retorno às aulas presenciais, com estratégias diversificadas para atender aos protocolos sanitários. A análise foi realizada tendo como foco a organização e a infraestrutura das escolas, as estratégias de ensino adotadas, os impactos dessas estratégias em relação à aprendizagem, as relações professor-aluno e o convívio social. Os resultados evidenciaram que entre os anos de 2020 e 2021 houve rearranjos organizacionais com limitações consideráveis para a aprendizagem, não apenas do ponto de vista técnico, mas também pedagógico. Podemos inferir que a tecnologia permitiu a continuidade do processo, mas as suas potencialidades foram subaproveitadas. Concluímos que embora as escolas tenham dado um primeiro passo em direção ao emprego de recursos digitais no ensino, é imprescindível que reformulem seus projetos pedagógicos de modo a integrar de fato as atividades remotas às presenciais. 

 

Palavras-chave: Educação básica. Ensino remoto. Pandemia. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, B. O.; ALVES, L. R. G. Lives, Educação e COVID-19. Estratégias de Interação na Pandemia. Interfaces Científicas, Aracajú, v.10, n.1, p. 149-163, julho/2020.

ALVES, L. Educação Remota: Entre a Ilusão e a Realidade. Interfaces Científicas, Aracajú, v.8 n.3, p. 348-365, maio/2020.

BACICH, L.; NETO, A. T.; TREVISANI, F. M.; Ensino Híbrido: Personalização e tecnologia na educação. In: BACICH, L.; NETO, A.T.; TREVISANI, F.M (org.). Ensino Híbrido: Personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015. p. 51-65.

BACICH, L.; MORAN, J.; FLORENTINO, E. Educação Híbrida: reflexões para a educação pós-pandemia. Políticas Educacionais em Ação – FGV EBAPE, Rio de Janeiro, nº 14, p. 1-13, abril/2021.

BEHAR, P. A. O ensino remoto emergencial e a educação a distância. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Jornal de Universidade, 2020. Disponível em: https://www.ufrgs.br/coronavirus/base/artigo-o-ensino-remoto-emergencial-e-a-educacao-a-distancia/ . Acesso em: 29 de janeiro de 2021.

BOWER, M. et al. Design and implementation factors in blended synchronous learning environments: Outcomes from a cross-case analysis. Computers & Education, Australia, v.86, p. 1-17, agosto/2015.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Breve Diagnóstico da Educação Básica no contexto da Pandemia: Parecer Homologado Parcialmente. Brasília, 2020. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-343-de-17-de-marco-de-2020-248564376 . Acesso em: 3 de setembro de 2020.

CHARCZUK, S. B. Sustentar a Transferência no Ensino Remoto: docência em tempos de pandemia. Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 45, n.4, p. 1-20, novembro/2020.

HUANG, Y. et al. Investigating and analyzing teaching effect of blended synchronous classroom. In: 2017 Internacional Conference of Educational Innovation through Technology (EITT). IEEE, 2017, Japan, p. 134-135.

KUPFERSCHIMIDT, K.; COHEN, J. Can China’s COVID-19 strategy work elsewhere?. Science, Washington, v.367, n, p. 1061-1062, março/2020.

LUNA, A. A. Uma reflexão sobre a videoaula no contexto da EAD. Eutomia, Pernambuco, v.1, n.7, p. 272-285, 2011.

MARTÍNS-NÚÑEZ, J. L. et al. Teaching in Secondary Education Teacher Training with a Hybrid Model: Students’ Perception. Sustainability, v. 14, n. 6, p. 3272, março/2022.

MORAN, J. Educação Híbrida: Um conceito-chave para a educação, hoje. In: BACICH, L.; NETO, A. T.; TREVISANI, F. M. Ensino Híbrido: Personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015. p. 27-44.

MORAN, 2018. Metodologias ativas para uma aprendizagem mais profunda. In: BACICH, L.; MORAN, J. Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018. p. 2-26.

PEREIRA, R. M. S. et al. Vivência de estudantes universitários em tempos de pandemia do Covid-19. Práxis, Volta Redonda - RJ, v. 12, n.1, p. 47-54, dezembro/2020.

RAES, A. et al. Learning and instruction in the hybrid virtual classroom: An investigation of students’engagement and the effect of quizzes. Computers & Education, Belgium, v. 143, p. 1/16, janeiro/2020.

RAES, A. Exploring Students and Teacher Experiences in Hybrid Learning Environments: Does Presence Matter?. Postdigital Science and Education, v. 4, n.1, p. 138-159, janeiro/2022.

RIBEIRO, C. H. V.; CAVALCANTI, M. T.; FERREIRA, A. P. “Abre a Câmera, por favor!”: Aulas Remotas no Ensino Superior, uma Abordagem Fenomenológica. EaD em foco, Rio de Janeiro, v.11, n.2, p. 1-14, março/2021.

ROCHA, T. B. O Plano de Aula para Educação On-line na Pandemia de COVID-19. EaD em Foco, v.11, n.2, p. 1-13, maio/2021.

RONDINI, C. A.; PEDRO, K. M.; DUARTE, C. S. F. Pandemia da COVID-19 e o Ensino Remoto Emergencial: Mudanças na Prática Docente. Interfaces Científicas, Aracajú, v.10, n.1, p. 41-47, setembro/2020.

SANTANA, C. L. S.; SALES, K. M. B. Aulas em Casa: Educação, Tecnologias Digitais e Pandemia COVID-19. Interfaces Científicas, Aracajú, v.10, n.1, p. 76-91, julho/2020.

TODOS PELA EDUCAÇÃO. Nota técnica: Ensino a distância na educação básica frente à pandemia da COVID-19. São Paulo, 2020. Disponível em: https://www.todospelaeducacao.org.br/_uploads/_posts/425.pdf . Acesso em: 3 de setembro de 2020.

TRINDADE, S. D.; CORREIA, J. D.; HENRIQUES, S. O Ensino Remoto Emergencial na Educação Básica Brasileira e Portuguesa: A Perspectiva dos Docentes. Tempos e Espaços em Educação, Sergipe, v.13, n.31, p. 1-23, novembro/2020.

VIEIRA, K. M. et al. Vida de Estudante Durante a Pandemia: Isolamento Social, Ensino Remoto e Satisfação com a Vida. EaD em foco, Rio de Janeiro, v. 10, n.3, p. 1-15, setembro/2020.

WHO - World Health Organization. Director-General’s opening remarks at the media briefing on COVID-19 – 11 March 2020. Disponível em : https://www.who.int/director-general/speeches/detail/who-director-general-s-opening-remarks-at-the-media-briefing-on-covid-19---11-march-2020 . Acesso em: 5 de setembro de 2020.

ZYDNEY, J. M. et al. Here or there instruction: Lessons learned in implementing innovative approaches to blended synchronous learning. Techtrends, U.S , v. 63, n. 2, p. 123-132, outubro/2019.

Publicado

2022-06-15

Como Citar

Segati, A. F. ., & Jordão, R. D. S. . (2022). Os Contextos do Ensino Remoto e Remoto/Presencial sob a Perspectiva dos Alunos do Ensino Médio durante a Pandemia da COVID-19. EaD Em Foco, 12(2). https://doi.org/10.18264/eadf.v12i2.1664

Edição

Seção

Estudos de Caso