TRÊS GERAÇÕES DE PEDAGOGIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Autores

  • Terry Anderson Athabasca University
  • Jon Dron Athabasca University
  • João Mattar (Trad.) Universidade Anhembi Morumbi

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v2i1.162

Resumo

Este artigo define e examina três gerações de pedagogia de educação a distância. Ao contrário de classificações anteriores de educação a distância, baseadas na tecnologia utilizada, esta análise centra-se na pedagogia que define as experiências de aprendizagem encapsuladas no design da aprendizagem. As três gerações de pedagogia, cognitivo-behaviorista, socioconstrutivista e conectivista, são examinadas utilizando o conhecido modelo de comunidade de investigação (GARRISON; ANDERSON; ARCHER, 2000), com foco nas presenças cognitiva, social e de ensino. Embora essa tipologia de pedagogias possa também ser aplicada com proveito na educação presencial, a necessidade e a prática de abertura e de explicitação do conteúdo e do processo em educação a distância tornam o trabalho especialmente relevante para os designers, professores e desenvolvedores de educação a distância. O artigo conclui que a educação a distância de alta qualidade explora as três gerações em função do conteúdo de aprendizagem, do contexto e das expectativas de aprendizagem [1].

 

-----------------------------------------------

[1] Tradução autorizada de: ANDERSON, Terry; DRON, Jon. Three generations of distance education pedagogy. IRRODL: International Review of Research in Open and Distance Learning, v. 12, n. 3, 2011. Special Issue: Connectivism: Design and Delivery of Social Networked Learning, p. 80-97.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2012-10-17

Como Citar

Anderson, T., Dron, J., & Mattar (Trad.), J. (2012). TRÊS GERAÇÕES DE PEDAGOGIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. EaD Em Foco, 2(1). https://doi.org/10.18264/eadf.v2i1.162

Edição

Seção

Traduções Autorizadas

Most read articles by the same author(s)