Modelos Pedagógicos para Educação a Distância: uma Revisão Sistemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v11i1.1581

Resumo

O presente artigo procurou respostas às seguintes indagações: quais modelos pedagógicos para EaD aparecem nos estudos científicos e qual base epistemológica lhes é subjacente? Por meio de buscas realizadas no Portal de Periódicos CAPES e no Banco Digital de Teses e Dissertações, observando a recomendação PRISMA, foram selecionados quatro textos científicos nas bases pesquisadas. Os estudos indicaram que os modelos pedagógicos para EaD convergem para estratégia metodológica que privilegia a centralidade das ações pedagógicas no discente, interação assíncrona no AVA, dialogicidade e integração teoria/prática em situações de aprendizagem. A base epistemológica subjacente aos modelos repousa na premissa que o conhecimento é fruto das interações que acontecem no AVA (socioconstrutivismo). As conclusões encontradas não são exaustivas por limitações no número das bases consultadas. Sugerem-se pesquisas futuras contemplando outras bases de dados e o lapso temporal do período pandêmico da COVID-19.  

Palavras-chave: Modelo pedagógico para EaD. Educação a distância. Recomendação PRISMA. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mario dos Santos de Assis, Universidade Federal de Pernambuco

Mestre em Educação Matemática e Tecnológica - EDUMATEC-UFPE; Especialista em Docência na Educação a Distância pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar; Licenciado em Geografia - IFPE; Bacharel em Direito - FDR/UFPE; Especialista em Processo e Direito do Trabalho pela Universidade Cândido Mendes;Graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade de Pernambuco. Experiência profissional na área de Educação Corporativa, Educação a Distância, Gestão de Cursos em EAD, Tutoria on-line, Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle), Webconferência, Design Instrucional para EAD, Direito e Processo do Trabalho.

Sérgio Paulino Abranches, Universidade Federal de Pernambuco

Professor Titular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), lotado no Departamento de Fundamentos Sócio-filosóficos da Educação. Possui graduação em Licenciatura em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira (1982), Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1993) e Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2003). Atua na área de Educação, com ênfase em Fundamentos da Educação, destacando principalmente os seguintes temas: uso de tecnologias digitais na educação, formação de professores e tecnologias na educação, educação e comunicação.

Referências

BEHAR, P. A. Modelos pedagógicos em educação a distância. In: BEHAR, P. A. (Ed.). Modelos Pedagógicos em Educação a Distância. Porto Alegre: Artmed, 2009. cap. 1, p. 15-32.

CARAPETO, C.; BARROS, D. M. V. Nutrition and health as virtual class at Open University (Portugal): pedagogical strategies for higher education. International Journal of Educational Technology in Higher Education, v. 16, n. 1, p. 1--13, 2019.

CASTELLS, M. Sociedade em rede: a era da informação: economia, sociedade e cultura. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

COSTA, A. B.; ZOLTOWSKI, A. P. C. Como escrever um artigo de revisão sistemática. In: KLOLLER, S. H.; COUTO, M. C. P. D. P., et al. (Ed.). Manual de Produção Científica. Porto Alegre: Penso, 2014. cap. 3, p. 55-70.

FLORIDI, L. The Onlife Manifesto. Being human in a hyperconnected era. London: Springer International Publishing, 2015. 978-3-319-04093-6. DOI 10.1007/978-3-319-04093-6. Edição do Kindle.

GALVÃO, T. F.; PANSANI, T. d. S. A.; HARRAD, D. Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 24, n. 2, p. 335-342, 2015.

KORHONEN, A. M.; RUHALAHTI, S.; VEERMANS, M. The online learning process and scaffolding in student teachers’ personal learning environments. Education and Information Technologies, 24, n. 1, p. 755--779, 2019.

LÉVY, P. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. 4. ed. São Paulo: Loyola, 2003.

MASIE, E. The blended learning imperative. In: GRAHAM, C. J. B. a. C. R. (Ed.). The Handbook of Blended Learning: Global Perspectives, Local Designs. San Francisco, CA: Pfeiffer Publishing, 2006. p. 22-26.

MAYES, T.; FREITAS, S. d. Review of e-learning theories, frameworks and models. London: Joint Information Systems Committee, 2004.

MORAN, J. Educação híbrida: um conceito-chave para a educação hoje. In: Bacich, L.; Neto, A. T., et al. (Ed.). Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015. p. 27-45.

RAMOS, A.; FARIA, P. M.; FARIA, Á. Revisão sistemática de literatura: contributo para a inovação na investigação em Ciências da Educação. Revista Diálogo Educacional, 14, n. 41, 2014.

RIBEIRO, A. C. R. MP-SocioAVA: modelo pedagógico com foco nas interações sociais em um ambiente virtual de aprendizagem. 2019. 254 f. Tese (Doutorado) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/201307.

SILVA, A. M. d. Apropriações sociais e formativas das tecnologias digitais por adolescentes e suas relações com o ensino e aprendizagem na escola. 2016. 215 f. Tese (Doutorado) - Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista "Júlio Mesquita Filho", Presidente Prudente, 2016. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/143439.

TRACTENBERG, L. E. F. Colaboração docente e ensino colaborativo na educação superior em ciências, matemática e saúde - contexto, fundamentos e revisão sistemática. 2011. 320 f. Tese (Doutorado Educação em Ciências e Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.

VENDRUSCOLO, M. I.; BEHAR, P. A. Investigando modelos pedagógicos para educação a distância: desafios e aspectos emergentes. Revista Educação. Porto Alegre: Pós-Graduação em Educação da PUCRS. v. 39, p. 302-311, 2016.

ZANETTI, H.; BORGES, M.; RICARTE, I. Pensamento Computacional no Ensino de Programação: Uma Revisão Sistemática da Literatura Brasileira. Anais do XXVII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE 2016), 2016, DOI: 10.5753/cbie.sbie.2016.21.

Publicado

2021-11-26

Como Citar

Assis, M. dos S. de, & Abranches, S. P. (2021). Modelos Pedagógicos para Educação a Distância: uma Revisão Sistemática. EaD Em Foco, 11(1). https://doi.org/10.18264/eadf.v11i1.1581

Edição

Seção

Artigos Originais

Most read articles by the same author(s)