O Fórum e a Aprendizagem Ativa na EAD

Autores

Resumo

 Este estudo visa apresentar reflexões sobre o fórum como ferramenta para uma aprendizagem mais ativa na Educação a Distância (EAD), propondo práticas educativas e formas de postagem – baseadas em aportes da neurociência e nos resultados de pesquisa – com a intenção de estimular a interatividade nos fóruns e a apropriação mais profunda e significativa do conhecimento. O problema gerador do estudo foi a baixa participação dos alunos nos fóruns de disciplinas de graduação à distância. No entanto, com a pesquisa, observou-se que a frequência de acesso aos fóruns é alta, porém a participação ativa é baixa, o que evidencia a necessidade de ser constantemente estimulada com posts que gerem interação efetiva; com mediação próxima, adequada e constante; e com orientações de boas práticas para atuação nos fóruns voltadas a professores, mediadores e alunos. Percebemos que os alunos buscam os fóruns para esclarecer dúvidas e também para mostrar sua opinião, buscar acolhimento e ter senso de pertencimento à comunidade, fatores de forte influência no processo de aprendizagem. A pesquisa quali-quantitativa utilizou a metodologia do Design Thinking e contou com análise de SWOT e observação sistemática dos fóruns, grupos focais com alunos, entrevistas com dirigentes e facilitadores de uma universidade, a experiência das autoras como facilitadoras de aprendizagem e questionário respondido por 1865 alunos de graduação a distância.  


Palavras-chave: Aprendizagem ativa. Neurociência. EAD. Interação. Fórum.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Melanie Retz Godoy dos Santos Zwicker, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação / Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. 

Karen Dias de Sousa, Universidade Estadual de Campinas

Instituto de Estudos da Linguagem / Universidade Estadual de Campinas. 

 

Rosivânia Santos de Jesus, Universidade de São Paulo

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo – Universidade de São Paulo. 

 

Luciana Cristina de Souza, Universidade Estadual de Campinas

Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - Universidade Estadual de Campinas.

Referências

CAVALCANTI, C. M. C. Design Thinking como metodologia de pesquisa para concepção de um ambiente virtual de aprendizagem centrado no usuário. Anais do SIED: EnPED, 2014. Disponível em: http://www.sied-enped2014.ead.ufscar.br/ojs/index.php/2014/issue/view/3. Acesso em: 10 set. 2020.

COSENZA, R.; GUERRA, L. Neurociência e Educação: como o cérebro aprende. Porto Alegre: Artmed, 2011.

DAMÁSIO, A. R. O erro de Descartes: emoção, razão e o cérebro humano. São Paulo: Cia das Letras, 2012.

FILATRO, A; CAVALCANTI, C. C. Metodologias Inov-ativas na educação presencial, à distância e corporativa. São Paulo: Saraiva, 2018.

GOLEMAN, D. Inteligência Emocional: a teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012.

HALBWACHS, M. A memória coletiva. São Paulo: Vértice/Revista dos tribunais, 1990.

JUNQUEIRA, E. S. Tutores em Ead: Teorias e Práticas. Fortaleza: Dummar, 2018.

MAYER, R. E. Multimedia Learning. Cambridge: Cambridge University Press, 2020.

KENSKI, V. M. et al. Modelo Pedagógico da Universidade Virtual do Estado de São Paulo. São Paulo: Univesp, 2017.

SHACTER, D. L. Os sete pecados da memória: como a mente esquece e lembra. Rio de Janeiro: Rocco, 2003.

Publicado

2021-07-22

Como Citar

Zwicker, M. R. G. dos S. ., Sousa, K. D. de ., Jesus, R. S. de, de Souza, L. C., & Azevedo, R. J. de. (2021). O Fórum e a Aprendizagem Ativa na EAD . EaD Em Foco, 11(1). Recuperado de https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/1419

Edição

Seção

Estudos de Caso

Most read articles by the same author(s)