Ensino Remoto para Quem? Relato de Experiências em Quatro Escolas Públicas do Rio de Janeiro Durante a Pandemia da COVID- 19

Autores

Resumo

A pandemia de 2020 deixou muitas sequelas, incluindo na educação pública. Tendo como enfoque a realidade vivida por três professoras durante esse período, o objetivo deste trabalho é relatar a experiência do ensino remoto em quatro escolas públicas no estado do Rio de Janeiro (duas localizadas no município do Rio de Janeiro, uma no município de Nova Iguaçu e outra no município de Japeri). O estudo analisou a adesão dos alunos, assim como o uso de diferentes Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação. As professoras lecionam ciências e biologia e os recursos tecnológicos utilizados pelas docentes para atender os estudantes neste período foram as plataformas oficialmente contratadas pelas respectivas redes de ensino: Microsoft Teams, Escola Mais Digital e Google Classroom. Também foram utilizados outros dispositivos como WhatsApp, e-mail e materiais impressos. Todas as escolas apresentaram baixa adesão dos alunos ao ensino remoto, com retorno máximo de 25%. A partir dos resultados, foi elaborado um questionário on line aos coordenadores pedagógicos das UEs responsáveis por contatar os alunos. Tal investigação possibilitou identificar os principais motivos apresentados pelos discentes que não aderiram às atividades remotas. Os dados mostraram que, independente do município, da escola, da modalidade, do nível de escolaridade e da idade dos estudantes, os resultados foram muito semelhantes, apontando dificuldades no acesso a tecnologias digitais e falta de autonomia como os principais motivos citados. Espera-se que esses resultados possam ser utilizados para estratégias de gestão e planejamento para o ensino remoto, diminuindo o prejuízo e a assimetria de aprendizagem evidenciada.

Palavras-chave: Pandemia da Covid-19. Ensino Emergencial. Escolas públicas. Ensino de ciências.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabela Cristina Brito Gonçalves, Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro

Doutora em Ecologia e Evolução pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Professora de Ciências da Rede Municipal do Rio de Janeiro.

Mediadora a Distância do Consórcio Cederj/CECIERJ.

Patrícia do Socorro de Campos da Silva, Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro; Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro

Mestre em Ensino de Ciência pelo Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ).

Professora de Ciências pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

Professora de Biologia da  Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro.

Jaqueline Lopes de Oliveira, Secretaria Municipal de Educação de Nova Iguaçu

Mestre em Ecologia e Evolução pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Professora de Ciências e Biologia da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC).

Mediadora a distância do Consórcio CEDERJ/CECIERJ

Caroline Porto de Oliveira, Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro (FAETEC)

Mestre em Ciências pela Escola Nacional de Saúde Pública/ FIOCRUZ.

Professora de Meio Ambiente da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro (FAETEC)

Mediadora presencial do Consórcio Cederj/CECIERJ.

Referências

ATLAS, DA VIOLÊNCIA. Organizadores: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada; Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Brasília: Rio de Janeiro: São Paulo: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 2019. Disponível em: https://www.ipea.gov.br/atlasviolencia/download/19/atlas-da-violencia-2019 Acesso em: 03 nov 2020.

BRASIL. Lei de diretrizes e bases da educação nacional (atualizada). Brasília, Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas. 58p. [2017]. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/529732/lei_de_diretrizes_e_bases_1ed.pdf. Acesso em 22 ago. 2020.

BRASIL. Lei nº 13.979 de 6 de fevereiro de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019. Diário Oficial da União. Seção 1. Atos do Poder Legislativo. Brasília- DF [2020a]. Disponível em: https://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=07/02/2020&jornal=515&pagina=1&totalArquivos=77. Acesso em 22 ago. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. CNE/CP n° 5/2020. Proposta de parecer sobre reorganização dos calendários escolares e realização de atividades pedagógicas não presenciais durante o período de pandemia da Covid – 19. Brasília, DF. [2020b]. Disponível em: em https://www.semesp.org.br/wp - content/uploads/2020/05/Parecer-CNE-CP_5_2020.pdf. Acesso 02 mai. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer 11/2020, de 7 de julho de 2020. Orientações Educacionais para a Realização de Aulas e Atividades Pedagógicas Presenciais e Não Presenciais no contexto da Pandemia. Brasília (DF). [2020c]. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=148391-pcp011-20&category_slug=julho-2020-pdf&Itemid=30192 Acesso em 10 out 2020.

CALADO, A. C. A. O papel da família no acompanhamento da vida escolar dos filhos. Educação Pública, v. 20, nº 39, 13 de outubro de 2020. Disponível em: https://educacaopublica.cecierj.edu.br/artigos/20/39/o-papel-da-familia-no-acompanhamento-da-vida-escolar-dos-filhos Acesso em: 15 ago 2020.

CASA FLUMINENSE. Mapa da desigualdade Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Disponível em: https://casafluminense.org.br/mapa-da-desigualdade/. Acesso em 29 ago. 2020.

DIFFENBAUGH, N. S.; FIELD, C. B.; APPEL, E. A. The COVID-19 lockdowns: a window into the Earth System. Nature Reviews Earth Environment, v. 1, p. 1470–481, Jul. 2020. Disponível em: https://www.nature.com/articles/s43017-020-0079-1#Sec1. Acesso: 20 nov. 2020.

IPP. Instituto Pereira Passos. COLEÇÃO ESTUDOS CARIOCA S. Índice de Desenvolvimento Social - IDS: comparando as realidades microurbanas da cidade do Rio de Janeiro. 2008. Disponível em: http://portalgeo.rio.rj.gov.br/estudoscariocas/download/2394_%C3%8Dndice%20de%20Desenvolvimento%20Social_IDS.pdf Acesso em: 15 nov 2020.

ISP. INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Rio de Janeiro. Estatísticas. Dados oficiais. 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 set 2020.

JOYE, C. R.; MOREIRA, M. M.; ROCHA, S. S. D. Distance Education or Emergency Remote Educational Activity: in search of the missing link of school education in times of COVID-19. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 7, p. e521974299, 2020. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/4299. Acesso em: 10 nov. 2020.

NOVA IGUAÇU. Decreto nº11891 de 13 de março de 2020. Dispõe sobre a criação do gabinete de crise enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus. Nova Iguaçu: Secretaria Municipal de Educação: [2020a] Disponível em https://diario.novaiguacu.rj.gov.br/visualizar?diarioOficial=324. Acesso em 29 ago. 2020.

NOVA IGUAÇU. Secretaria Municipal de Educação de Nova Iguaçu lança cadastro on-line para alunos terem acesso a aulas e atividades complementares durante Covid-19. 14 de abril de 2020. [2020b] Disponível em: https://www.novaiguacu.rj.gov.br/2020/04/14/secretaria-municipal-de-educacao-de-nova-iguacu-lanca-cadastro-on-line-para-alunos-terem-acesso-a-aulas-e-atividades-complementares-durante-covid-19/ Acesso em 29 ago. 2020.

OPAS. Organização Pan-americana de Saúde. Banco de Notícias. OMS declara emergência de saúde pública de importância internacional por surto de novo coronavírus. [2020]. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6100:oms-declara-emergencia-de-saude-publica-de-importancia-internacional-em-relacao-a-novo-coronavirus&Itemid=812. Acesso em 22 ago. 2020.

RIO DE JANEIRO. Decreto nº47246 de 12 de março de 2020. Regulamenta a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020 e estabelece medidas para o enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus no âmbito do Município do Rio de Janeiro. Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro. Atos do Prefeito. Rio de Janeiro - RJ. Ano XXXIII. nº. 243 . p. 3. 13 de março de 2020. [2020a]. Disponível em https://pge.rj.gov.br/comum/code/MostrarArquivo.php?C=MTA0NjQ%2C. Acesso em 22 ago. 2020.

RIO DE JANEIRO. Decreto Nº 46.970 de 13 de março de 2020. Dispõe sobre medidas temporárias de prevenção ao contágio e de enfrentamento da propagação decorrente do novo coronavírus (covid-19), do regime de trabalho de servidor público e contratado, e dá outras providências. Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro. Atos do Governador. Rio de Janeiro. Ano XLVI. n. 047-A. [2020b]. Disponível em https://coronavirus.rj.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/IOERJ-200313.pdf. Acesso em 26 ago.2020.

RIO DE JANEIRO. Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro. Diretoria De Estudos e Pesquisas De Acesso à Justiça. Relatório Educação e Covid. [2020c]. Disponível em: http://sistemas.rj.def.br/publico/sarova.ashx/Portal/sarova/imagem-dpge/public/arquivos/relat%C3%B3rio_educa%C3%A7%C3%A3o_e_Covid_-_21ago2020.pdf. Acesso em: 10 nov. 2020.

SARAIVA, K.; TRAVERSINI, C.; LOCKMANN, K. A educação em tempos de COVID-19: ensino remoto e exaustão docente. Práxis Educativa, v.15, p.1-24, ago. 2020. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/16289. Acesso em: 10 nov. 2020.

VIEIRA, K. M. et al. Vida de Estudante Durante a Pandemia: Isolamento Social, Ensino

Remoto e Satisfação com a Vida. EaD em Foco, v. 10, n. 3, e1147, 2020. Disponível em: https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/1147/574. Acesso em: 03 nov 2020.

Publicado

2021-03-05

Como Citar

Gonçalves, I. C. B., Silva, P. do S. de C. da, Oliveira, J. L. de, & Oliveira, C. P. de . (2021). Ensino Remoto para Quem? Relato de Experiências em Quatro Escolas Públicas do Rio de Janeiro Durante a Pandemia da COVID- 19. EaD Em Foco, 10(3). Recuperado de https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/1310

Most read articles by the same author(s)