Formação Continuada Docente em EaD em Tempos de Pandemia: Contribuições para a Prática Pedagógica na Perspectiva da Educação Inclusiva

Autores

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar como o curso de aperfeiçoamento em Educação Especial e Inclusiva, ofertado pela Fundação CECIERJ, contribuiu para a construção de práticas pedagógicas no contexto da educação inclusiva pelos cursistas no formato do ensino remoto. Para tal, utilizou-se como metodologia a pesquisa qualitativa com o uso de questionários respondidos por 231 cursistas. Este curso oferecido na modalidade de Educação a Distância iniciado em março de 2020, sofreu algumas reformulações devido à pandemia causada pela COVID-19. Nesse sentido, o curso auxiliou no desenvolvimento de habilidades para o uso de ferramentas tecnológicas para o planejamento e oferecimento de aulas por meio do ensino remoto, além de formar os docentes na perspectiva da educação inclusiva, possibilitando o repensar da prática pedagógica.

Palavras-chave: Educação inclusiva. Educação especial. Formação continuada. Ensino remoto.

.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Cristina Cardoso Vimercati Vimercati , Fundação CECIERJ

Secretaria Municipal de Educação do Município do Rio de Janeiro
Mediadora Pedagógica da Fundação CECIERJ
Singular Gestão de Serviços

 Professora da Educação de Jovens e Adultos do primeiro segmento da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e Tutora do curso de aperfeiçoamento em Educação Especial Inclusiva da Fundação CECIERJ.     

Débora Araujo Ramalho de Freitas Oliveira , Fundação CECIERJ

Professora do Ensino Fundamental I e II na Secretaria Municipal de Educação de Paracambi e Tutora do Curso de Aperfeiçoamento em Educação Especial Inclusiva da Fundação CECIERJ.       

Maiara da Silva Conceição Barreto, Fundação CECIERJ

  Professora de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e Tutora do curso de aperfeiçoamento em Educação Especial Inclusiva da Fundação CECIERJ.    

Vanessa Canuto Coelho, Fundação CECIERJ

Professora dos anos iniciais da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e Tutora do curso de aperfeiçoamento em Educação Especial Inclusiva da Fundação CECIERJ. 

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n.9.394/96, 1996.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília: MEC/SEESP, 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146

BRASIL. Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). 2015. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em 31/07/2020

BRASIL. Decreto nº 10.502 de 30 de setembro de 2020. Institui a Política Nacional de Educação Especial: Equitativa, Inclusiva e com Aprendizado ao Longo da Vida. 2020.

COSTA, M. R. M; SOUSA, J. C. Educação a Distância e Universidade Aberta do Brasil: reflexões e possibilidades para o futuro pós-pandemia. Revista Thema. Edição Especial. v.18, pp. 124-135. Disponível em http://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/1832/1535 Acessado em 03/10/2020.

FERREIRA. L. H.; BARBOSA, A. Lições de quarentena: limites e possibilidades da atuação docente em época de isolamento social. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 15, p. 1-24, 2020. Disponível em https://revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/15483/209209213434 Acessado em 03/10/2020.

FIORI, R.; GOI, M. E. J. O ensino de Química na plataforma digital em tempos de Coronavírus. Revista Thema. Edição Especial. v.18, pp. 218-242. Disponível em http://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/1807/1570 Acessado em 03/10/2020.

GAROFALO, D. Novas aprendizagens para formação docente com a pandemia. Ecoa: por um mundo melhor. 2020. Disponível em: https://www.uol.com.br/ecoa/colunas/debora-garofalo/2020/04/29/novas-prendizagens-para-formacao-docente-com-a-pandemia.htm. Acesso em 13/08/2020.

GATTI, B; ANDRÉ, M. A relevância dos métodos de pesquisa qualitativa em Educação no Brasil. In: WELLE, Wivian; PFAFF, Nicolle (Orgs.). Metodologias da Pesquisa Qualitativa em Educação: teoria e prática. p.29-38. Petrópolis: Vozes, 2011.

GIL, A C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo.

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. São Paulo: Papirus, 2004.

MANCHIAVELLI, J. L.; CAVALCANTE, P. S. Formação docente continuada baseada em cursos abertos massivos on-line (MOOCs): experiência da Universidade Federal de Pernambuco durante a pandemia pelo Coronavírus. Anais V Congresso sobre tecnologias na Educação (Ctrl+E 2020). pp.1-7. João Pessoa: Paraíba, 2020. Disponível em https://sol.sbc.org.br/index.php/ctrle/article/view/11446/11309 Acessado em 03/10/2020.

REDIG, A. G.; MASCARO, C. A. A. C.; DUTRA, F. B. S. A formação continuada do professor para a inclusão e o plano educacional individualizado: uma estratégia formativa? Diálogos e perspectivas em Educação Especial. v. 4, p. 33-44, 2017. Disponível em https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/dialogoseperspectivas/article/view/7328 Acessado em 03/10/2020.

SANDHOLTZ, J. H.; RINGSTAFF, C.; DWYER, D. C. Ensinando com tecnologia: criando salas de aula centradas nos alunos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

SHIMAZAKI, E. M.; MENEGASSI, R. J.; FELLINI, D. G. N. Ensino remoto para alunos surdos em tempos de pandemia. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 15, p. 1-17, 2020. Disponível em: https://www.revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa. Acesso em 30/07/2020.

SOARES, C.; SANTOS, E. Artefatos tecnoculturais nos processos pedagógicos: usos e implicações para os currículos. In: LIBÂNEO, José Carlos. e ALVES, Nilda (Orgs.). Temas de pedagogia: diálogos entre currículo e didática. São Paulo: Cortez, 2013.

SOUZA, F. F.; DAINEZ, D. Educação Especial e Inclusiva em tempos de pandemia: o lugar de escola e as condições do ensino remoto emergencial. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 15, p. 1-17, 2020. Disponível em https://revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/16303/209209213524 Acessado em 03/10/2020.

TEIXEIRA, E. C. A. Educação e novas tecnologias: o papel do professor diante desse cenário de inovações. Webartigos, [S.l.], 24 jul. 2010.

TOZETTO, S. S. Docência e formação continuada. Anais XIII Congresso Nacional De Educação. EDUCERE, Curitiba, 2017. p. 24.537-24.549. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2017/23503_13633.pdf. Acesso em 15/08/2020.

UNESCO. Declaração de Salamanca. 1994.

ZORDAN, P.; ALMEIDA, V. D. Parar pandêmico. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 15, e2015481, p. 1-18, 2020. Disponível em: https://www.revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa. Acesso em 30/07/2020.

Publicado

2021-03-01

Como Citar

Gomes Redig, A., Vimercati , C. C. C. V. ., Oliveira , D. . A. R. de F. ., Barreto, M. da S. C. ., Traverso da Conceição, M. T. da C., & Coelho, V. C. (2021). Formação Continuada Docente em EaD em Tempos de Pandemia: Contribuições para a Prática Pedagógica na Perspectiva da Educação Inclusiva. EaD Em Foco, 10(3). Recuperado de https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/1230

Most read articles by the same author(s)