Associação entre o Perfil do Estudante e o Desempenho Acadêmico em um Curso de Especialização em Atenção Primária a Saúde EaD

Autores

  • Fernando Freitas Portella Universidade Feevale https://orcid.org/0000-0003-3232-001X
  • Rodrigo Alves Tubelo Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre / Hospital Moinhos de Vento
  • Maria Eugênia Bresolin Pinto Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre / Hospital Moinhos de Vento
  • Alessandra Dahmer Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Márcia Rosa da Costa Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Sílvio César Cazella Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v11i1.1205

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi estudar a relação entre as características do aluno do curso de Especialização em Saúde da Família da UNA-SUS/UFCSPA (EspSF) e o desempenho acadêmico. O estudo tem caráter observacional transversal analítico. As análises foram realizadas a partir de dados do curso de EspSF, que é ofertado na modalidade a distância, para médicos, dentistas e enfermeiros. Um total de 4438 alunos realizaram matrícula no curso até 2018, sendo considerados nas análises todos os concluintes até 2018 (n=4219). Para caracterização do desempenho acadêmico no curso foram considerados o estado do aluno ao final do curso, sendo os alunos classificados em: aprovado, reprovado, evadido ou desligado; e a nota final do aluno na atividade de casos complexos. Após uma análise descritiva foram construídos modelos de regressão logística para verificar a associação entre as características dos alunos e o desempenho no curso. A maior parte dos alunos é do gênero feminino (63,7%), brasileiro (63,9%), não é casado (66,9%), faz parte do Programa Mais Médicos (54,5%), formado há menos de um ano (32,0%), nunca havia realizado atividades de educação a distância (72,5%), tem acesso à internet em casa (94,9%) e no trabalho (64,5%), e usa o computador ao menos seis dias da semana (53,4%). Dentre os alunos há 2643 (52,6%) aprovados e 1576 (47,4%) reprovaram ou não concluíram o curso. Gênero, forma de entrada no curso, curso de graduação, idade no início do curso e a região de atuação profissional estão associados ao aproveitamento no curso e nota na avaliação de casos complexos.

Palavras-chave: Desempenho acadêmico. Educação a distância. Ensino online. Atenção primária à saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância. CENSO EAD.BR: Relatório Analítico da Aprendizagem a Distância no Brasil 2015. Curitiba: InterSaberes, 2016.

ALEXANDRE, F. Survey about the Internet service provider sector in Brazil: ICT Providers 2014. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2016.

AUGUSTO, D. K. et al. How many family and community doctors do we have in Brazil? Rev Bras Med Fam Comunidade, v. 13, p. 1-4, 2018.

CAVICHIOLI, D., DOS SANTOS, K. P., DA SILVA, S. C. Variáveis que influenciam o desempenho acadêmico em um curso de Ciências Contábeis. 2º Congresso UnB de Contabilidade e Governança. Brasília, 2016.

COFFERRI, F. F., MARTINEZ, M. L. S., NOVELLO, T. P. The Generations in EaD: Connected Realities. EaD em Foco, v. 7, p. 18-28, 2017.

CORTEZ, L. R., GUERRA, E. C., DA SILVEIRA, N. J. D., NORO, L. R. A. The retention of physicians to primary health care in Brazil: motivation and limitations from a qualitative perspective. BMC Health Serv Res, v. 19, n. 1, p. 57, Jan, 2019.

DA SILVA, R. F. Fatores que influenciam o desempenho acadêmico. Dissertação. São Paulo: Insper, 2013.

DAHMER, A., et al. Regionalization of contents of an e-learning Family Health graduate course: the Open University of Brazilian National Health System experience (UNA-SUS/FCSPA), Porto Alegre, Brazil. Interface (Botucatu) [online], v. 21, n. 61, p. 449-463, 2017.

GONÇALVES, R. F., et al. Influence of the Mais Médicos (More Doctors) Program on health services access and use in Northeast Brazil. Rev Saude Publica, v. 9, n. 53, p. 110, Dec. 2019.

GONZÁLEZ-GÓMEZ, F., GUARDIOLA, J., RODRÍGUEZ, O. M., ALONSO, M. A. M. Gender differences in e-learning satisfaction. Computers & Education, v. 58, p. 283-90, 2012.

HUANG, C. Gender differences in academic self-efficacy: a meta-analysis. European Journal of Psychology of Education, v. 28, p. 1-35, 2012.

LARSON, D. L. Bridging the generation X gap in plastic sur-gery training: part 1. Identifying the problem. Plast Recon-str Surg, v. 112, p. 1656-1661, 2003.

LIU, Q., et al. The Effectiveness of Blended Learning in Health Professions: Systematic Review and Meta-Analysis. J Med Internet Res, v. 18, n. 1, p. e2, Jan. 2016.

NISTOR, N., NEUBAUER, K. From participation to dropout: Quantitative participation patterns in online university courses. Computers & Education, v. 55, n. 2, p. 663–672, 2010.

OLIVEIRA, A. E., et al. The Use of Applications in Distance Education Specialization Course as a Support Tool for Students Living in Remote Areas Without Internet. Stud Health Technol Inform, v. 216, p. 847-851, 2015.

PAULA, C. R., FARIAS, M. R. S. Variáveis associadas ao desempenho acadêmico no curso de Ciências Contábeis. 2º Congresso UFU de Contabilidade. Uberlância, 2017.

REIS, L. O. et al. Delivery of a urology online course using Moodle versus didactic lectures methods. Int J Med Inform, v. 84, n. 2, p. 149-54, Fev. 2015.

RODRIGUES, B. C. O. et al. Determinantes do desempenho acadêmico dos alunos dos cursos de Ciências Contábeis no ensino à distância. Enf: Ref Cont, v. 35, p. 139-53, 2016.

SANTOS, L. M., et al. Implementation research: towards universal health coverage with more doctors in Brazil. Bull World Health Organ, V. 95, n. 2, p. 103-112, Fev. 2017.

SOUZA, C. L. E., et al. Face-to-Face and Distance Education Modalities in the Traininof Healthcare Professionals: A Quasi-Experimental Study. Front Psychol, v. 22, p. 1557, 2018.

STEVENS, R. J. G., HAMILTON, N. M. Is There a Digital Generation Gap for E-Learning in Plastic Surgery? Journal of Surgical Education, v. 69, n. 3, p. 344–349, 2012.

TUBELO, R. A.. et al. Serious game is an effective learning method for primary health care education of medical students: A randomized controlled trial. Int J Med Inform, v. 130, p. 103944, Out. 2019.

YOKOYAMA, S. Academic Self-Efficacy and Academic Performance in Online Learning: A Mini Review. Front Psychol, v. 9, p. 2794, 2018.

Publicado

2021-03-04

Como Citar

Freitas Portella, F., Tubelo, R. A., Pinto, M. E. B., Dahmer, A., Costa, M. R. da, & Cazella, S. C. (2021). Associação entre o Perfil do Estudante e o Desempenho Acadêmico em um Curso de Especialização em Atenção Primária a Saúde EaD. EaD Em Foco, 11(1). https://doi.org/10.18264/eadf.v11i1.1205

Edição

Seção

Artigos Originais

Most read articles by the same author(s)