Abordagem sobre Interdisciplinaridade em Saúde na Pós-Graduação em Tempos de Pandemia: Experiência de Atividade Remota e Síncrona

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18264/eadf.v10i3.1161

Resumo

Introdução: Com a suspensão das atividades presenciais de ensino no país
devido a pandemia de Covid-19, tem-se desenvolvido tais atividades por
meio de plataformas on-line, de forma síncrona e remota. Objetivo: Avaliar
e relatar a experiência de atividade remota e síncrona na pós-graduação
stricto sensu, na modalidade de workshop sobre interdisciplinaridade na
área da saúde. Método: Estudo quali-quantitativo, descritivo e transversal,
realizado em instituição pública de ensino superior. Integraram a atividade 28 pós-graduandos matriculados em mestrado e doutorado. A coleta
de dados ocorreu por meio de formulário do Google®, disponibilizado aos
alunos na sala virtual Microsoft Teams, após cada atividade e/ou enviado
por WhatsApp®. Os dados quantitativos foram analisados considerando
domínios de estrutura, processo e resultado, por meio de estatística descritiva e os qualitativos por análise de conteúdo. Resultados: No domínio de
estrutura, identifi cou-se a qualidade do acesso e equipamentos de acesso
remoto e do ambiente. No domínio de processo, interação, participação e
dinâmica do workshop foram adequadas e houve difi culdade nas habilidades de uso da mídia digital. No domínio de resultados, a compreensão dos
conteúdos explorados foi atingida. Na análise qualitativa, a categoria “avaliação das atividades realizadas no workshop sobre interdisciplinaridade na
área da saúde” incluiu expectativas quanto a atividade; aspectos favoráveis
e desfavoráveis dos encontros; sentimentos vivenciados e avaliação quanto ao atendimento das expectativas. Conclusão: A atividade de ensino na
modalidade remota e síncrona foi avaliada positivamente pelos participantes, relacionado ao planejamento robusto, estratégias pedagógicas para a
construção do conhecimento, a partir de interações dialógicas síncronas e
trocas de experiências entre os envolvidos.

Palavras-chave: Covid-19. Práticas interdisciplinares. Comunicação
interdisciplinar. Capacitação de recursos humanos em saúde. Ensino
à distância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira Toso, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutora em Ciências. Docente do Curso de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação Biociências e Saúde da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE.

Ana Tereza Bittencourt Guimarães, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutora em Ciências, área de concentração em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos (2009). Professora adjunta de Bioestatística  e do Mestrado e Doutorado em Biociências e Saúde da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE.

Cláudia Silveira Viera, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutora em Saúde Pública, docente do curso de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação Biociências e Saúde da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE.

Rose Meire Costa, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutora em Zoologia, docente do curso de Biologia e do Programa de Pós-Graduação Biociências e Saúde da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE.

Rosa Maria Rodrigues, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Professora associada da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, no Curso de Enfermagem e no Mestrado e Doutorado de Biociências e Saúde .

Gicelle Galvan Machineski, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2011). Docente da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, no Curso de Enfermagem e no Programa de Pós-Graduação Biociências e Saúde.

Solange Fátima Reis Conterno, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos. Professora (Adjunto nível C) no curso de Enfermagem e do Programa de Pós Graduação Strictu Sensu em Biociências e Saúde da Universidade Estadual do Oeste do Paraná. 

Referências

ANTUNES, J. T.; BATISTA, P. V. C. EAD e desafios de interação: um estudo de revisão. Revista Multitexto, v. 4, n. 1, p. 32-6, 2016. Disponível em: file:///C:/Users/Admin/AppData/Local/Temp/187-1-505-1-10-20170202.pdf. Acesso em: 13 ago. 2020.

ARRUDA, E. P. Educação Remota Emergencial: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19. EmRede, v. 7, n. 1, p. 257-275. 2020. Disponível em: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/621. Acesso em: 03 ago. 2020.

AUSUBEL, D. P. Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. Lisboa: Plátano Edições Técnicas, 2003.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edição 70, 2011.

BBC. Coronavírus: o mapa que mostra o alcance mundial da doença. Disponível em: bbc.com. Acesso em: 08 jul. 2020.

BENI, P. F. et al. Processo de ensino-aprendizagem e a interação de professores e alunos em um curso de graduação em administração de empresas. Administração: Ensino e Pesquisa. v. 18, n. 2, p. 271–300. 2017. Disponível em: file:///C:/Users/Admin/AppData/Local/Temp/565-1224-2-PB.pdf. Acesso em: 13 ago. 2020.

BRASIL. Lei nº 14.019, de 2 de julho de 2020 Altera a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, para dispor sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual para circulação em espaços públicos e privados acessíveis ao público, em vias públicas e em transportes públicos, sobre a adoção de medidas de assepsia de locais de acesso público, inclusive transportes públicos, e sobre a disponibilização de produtos saneantes aos usuários durante a vigência das medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da pandemia da Covid-19. Brasília, DF: DOU nº 126, sexta-feira, 3 de julho de 2020(a).

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Brasília, DF: MEC, 2020(b).

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 544, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo Coronavírus – Covid-19, e revoga as Portarias MEC nº 343, de 17 de março de 2020, nº 345, de 19 de março de 2020, e nº 473, de 12 de maio de 2020. Brasília, DF: DOU de 17/06/2020, Edição: 114, Seção: 1, Página: 62. 2020(c).

BUZAN, T.; BUZAN, B. The Mind Map Book. 2. ed. New York: Plume, 1996.

CORONAVIRIDAE Study Group of the International Committee on Taxonomy of Viruses. The species severe acute respiratory syndrome-related coronavirus: classifying 2019-nCoV and naming it SARSCoV-2. Nat Microbiol. v. 5, n. 4, p. 536-44, 2020.

DONABEDIAN, A. Evaluating the quality of medical care. The Milbank quarterly. v. 83, n. 4, p.691-729, 2005.

DUARTE, E. C. C. A Importância da Afetividade Durante as Interações em Disciplinas On-line. EaD em Foco, v. 9, n. 1, p. 1-14, 2019. Disponível em: https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/796/368. Acesso em 16 ago. 2020.

FAZENDA, I. C. A. Integração e Interdisciplinaridade no Ensino Brasileiro: efetividade ou ideologia. 11. ed. São Paulo: Loyola, 2011. Disponível em: <https://www.pucsp.br/gepi/downloads/PDF_LIVROS_INTEGRANTES_GEPI/livro_integracao_interdisciplinaridade.pdf>. Acesso em: 17 ago. 2020.

FERREIRA, C. A.; BASTOS, A. M. Ensino, aprendizagem e avaliação no contexto da pandemia: percepções de formadores de futuros professores. Laplage em Revista, v. 6, n. 3, p. 109-19, 2020. Disponível em: https://www.laplageemrevista.ufscar.br/index.php/lpg/article/view/922/1165. Acesso em: 13 ago. 2020.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e intepretação de dados. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

MÓRAN, J. Mudando a educação com metodologias ativas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania, v. 2, p. 15-33, 2015.

OMS. COVID-19: global literature on coronavirus disease. 2020. Disponível em: https://search.bvsalud.org/global-literature-on-novel-coronavirus-2019-ncov/. Acesso em: 08 jul. 2020.

RAMOS, K. R. Interação, autonomia e aprendizagem na educação a distância: júri simulado por videoconferência. Revista Intersaberes. v. 13, n. 29, p. 316-29, 2018. Disponível em: file:///C:/Users/Admin/AppData/Local/Temp/1427-414608-1-PB.pdf. Acesso em: 13 ago. 2020.

RAMOS, M. A.; OLIVEIRA, R. L. S.; MUYLDER, C. F. Aspectos motivadores e as dificuldades do ensino à distância na percepção dos alunos do curso de administração de uma instituição de ensino superior da região metropolitana de Belo Horizonte. X Congresso Nacional De Excelência Em Gestão, 08 e 09 de agosto de 2014. Anais. 2014. Disponível em: https://www.inovarse.org/filebrowser/download/7743. Acesso em: 13 ago. 2020.

REN LL, WANG YM, WU ZQ, et al. Identification of a novel coronavirus causing severe pneumonia in human: a descriptive study. Chin Med J (Engl). 2020 Jan 30 [Epub ahead of print].

SANTOS, B. S. A cruel pedagogia do Virus. Coimbra: Almedina, 2020.

SANTOS, C. C. Um relato sobre os desafios das atividades remotas em um curso de graduação presencial diante das medidas de prevenção contra o SARS-coV-2. Renote. v. 18, n. 1. p. 1-10, julho, 2020. Acesso em: see.ufrgs.br/renote/article/view/106039/57880. Acesso em: 15 ago. 2020

VALENTE, J. A. O papel da mediação e da interação na educação à distância: estabelecendo estratégias diferenciadas de ensino. In: Trindade, M. A. B. (Org.). As tecnologias da informação e comunicação (TIC) no desenvolvimento profissional de trabalhadores do SUS. São Paulo: Instituto de Saúde, 2011. p. 37-60. Disponível em: http://www.saude.sp.gov.br/resources/instituto-de-saude/homepage/temas-saude-coletiva/pdfs/tema_sc12.pdf. Acesso em: 13 ago. 2020.

VERCELLI, L. C. A. Aulas remotas em tempos de Covid-19: a percepção de discentes de um programa de mestrado profissional em educação. Revista @ mbienteeducação. v. 13, n. 2, p. 47-60, 2020. Disponível em: http://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/932/745. Acesso em: 15 ago. 2020.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Clinical management of severe acute respiratory infection (SARI) when COVID-19 disease is suspected. 2020. Disponível em: https://www.who.int/publications/i/item/clinical-management-of-covid-19 Acesso em: 15 ago. 2020.

Publicado

2020-11-29

Como Citar

Toso, B. R. G. de O. ., Guimarães, A. T. B. ., Viera, C. S. ., Costa, R. M., Rodrigues, R. M. ., Machineski, G. G., & Conterno, S. F. R. . (2020). Abordagem sobre Interdisciplinaridade em Saúde na Pós-Graduação em Tempos de Pandemia: Experiência de Atividade Remota e Síncrona. EaD Em Foco, 10(3). https://doi.org/10.18264/eadf.v10i3.1161

Most read articles by the same author(s)