Educação a Distância: Identificação dos Fatores que Contribuíram para a Evasão dos Alunos no Curso de Gestão Empresarial da Faculdade de Tecnologia de Mococa

Rogério Colpani

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo identificar os fatores que contribuíram para a evasão de alunos no curso de Gestão Empresarial, modalidade a distância, ofertado pela Faculdade de Tecnologia de Mococa. Os resultados obtidos por meio de uma análise no Sistema de Gestão de Alunos apontaram alto índice de evasão, sendo de 56,48% o percentual dos alunos desistentes. Os resultados, advindos dos 26 alunos evadidos que formaram a amostra, apresentaram de modo geral a falta de incentivo e apoio de familiares, da instituição de ensino e da organização em que trabalhavam para a realização do curso. Como a maioria dos evadidos trabalhava, apresentou dificuldades em entregar as atividades propostas dentro dos prazos previstos. Além disso, é possível inferir que houve desejo de utilização de material impresso para nortear o processo de construção do conhecimento e a necessidade de aulas presenciais. Contudo, é possível verificar que os alunos evadidos reservavam um tempo médio diário entre 2 a 3 horas para se dedicar à realização das atividades do curso e havia condições (materiais, físicas e ambientais) de estudo.

 

Palavras-chave: Educação a distância; Evasão; Gestão de alunos.

 


Distance Education: Identification of Factors that Contributed to Student Withdrawal in the Business Management Course of the Faculdade de Tecnologia de Mococa.

Abstrat

The objective of the study is to identify the factors that contributed to student withdrawal in the Business Management Course, offered at a distance by the Faculdade de Tecnologia de Mococa. The data obtained through an analysis of the Student Management System showed a high dropout rate, where 56.48% of the students dropped out. Results from 26 dropout students that participated in the study, mostly showed a lack of encouragement and support by family members, by the educational institution and by their employer. Most of the students in the study group were employed and had difficulty in meeting the deadlines of the proposed activities. Also, it is possible to say there was a desire to use printed material to help with the process of building knowledge and to meet face-to-face. However, the study showed that the dropouts dedicated between 2 to 3 hours daily to work on course activities in normal study conditions (material, physical, and ambient).

 

Keywords: Distance Education; Withdrawal; Drop out; Student management.


Palavras-chave


Ensino a Distância; Evasão

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, O. C. S. (2007). Evasão em cursos a distância: validação de instrumento, fatores influenciadores e cronologia da desistência. Dissertação de mestrado. Universidade de Brasília.

Baltar, P. C.; Silva, S. S. (2017) Um olhar acerca da evasão na educação a distância. Revista Uniabeu, 10, 4, 61-73.

Brasil (2005). Decreto n° 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Acesso em 6 de julho de 2017, disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5622.htm.

Censo EAD.BR (2015). Relatório Analítico da Aprendizagem a Distância no Brasil. Acesso em 18 de dezembro de 2017, disponível em http://abed.org.br/arquivos/Censo_EAD_2015_POR.pdf.

Cioccari, L. A.; Ribeiro, R. A. (s.d.). Aspectos legais, políticos e organizacionais da educação brasileira. São Paulo: Senac.

Coelho, M. L. (2001). A evasão nos cursos de formação continuada de professores universitários na modalidade de educação a distância via internet – Universidade Federal de Minas Gerais. Acesso em 20 de dezembro de 2017, disponível em http://www.abed.org.br/congresso2001/02.zip.

Faria, M. F. B.; Franco, A. L. (2011). Causas da evasão em curso de graduação a distância em administração em uma universidade pública federal. Revista Teoria e Prática da Educação, 14, 3, 43-56.

Ferreira, V. S.; Elia, M. F. (2013). Uma modelagem conceitual para apoiar a identificação das causas da evasão escolar em EaD. In II Congresso Brasileiro de Informática na Educação (pp. 399-408).

Flores, A. M. (s.d.). Panorama atual e tendências da EaD. São Paulo: Senac.

Gil, A. C. (2008). Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas.

Lacerda, F. K. D; Espíndola, R. M. (2013). Evasão na Educação a Distância: um estudo de caso. EaD em foco, 3, 1.

Larson, R.; Farber, B. (2010). Estatística Aplicada. 4 ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

Maia, M. C.; Meirelles, F. S.; Pela, S. K. (2004). Análise dos índices de evasão nos cursos superiores a distância do Brasil. Acesso em 18 de agosto de 2017, disponível em http://www.abed.org.br.

Martins, C. Z. M.; Gebran, R. A.; Teçariol, A. A. L. (2014). A evasão na perspectiva dos alunos: uma análise no curso de administração a distância. In Simpósio Internacional de Educação a Distância (pp. 1-16). São Carlos, SP.

Martins, R. X.; Santos, T. L. P.; Frade, E. G. F.; Serafim, L. B. (2013). Por que eles desistem? Estudo sobre a evasão em curso de licenciatura a distância. In X Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância (p. 1-15). Belém, PA. p.1-15.

Netto, C.; Guidotti, V.; Santos, P. K. (2012). A evasão na EaD: investigando causas, propondo estratégias. In II Conferência Latinoamericana sobre El Abandono En La Educacion Superior.

Pinto, I. M. B. S. (2010). Evasão nos cursos na modalidade de educação a distância: um estudo de caso do curso piloto de Administração da UFAL/UAB. Dissertação de mestrado. Universidade Federal de Alagoas.

Santos, E. M; Tomotake, M. E.; Neto, J. D. O.; Cazarini, E. W.;

Araújo, E. M.; Oliveira, S. R. M. (s.d.) Evasão na Educação a Distância: Identificando causas e propondo estratégias de prevenção. Acesso em 18 de agosto de 2017, disponível em: http://abed.org.br.

Senac. EaD cresce e aparece no Brasil. Acesso em 14 de outubro de 2017, disponível em http://www.ead.senac.br/noticias/2013/12/ead-cresce-e-aparece-no-brasil/

Veloso, T. C.; Almeida, Edson Pacheco (2001). Evasão nos cursos de graduação da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus de Cuiabá – um processo de exclusão. Dissertação de mestrado. Universidade Federal de Mato Grosso.

Vergana, S. C. (2000). Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 3 ed. São Paulo: Atlas.

Walter, A. M. (2006). Variáveis preditoras de evasão em cursos a distância. Dissertação de mestrado. Universidade de Brasília.




DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v8i1.688



Direitos autorais 2018 Revista EaD em FOCO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS