A Afetividade na Educação Online: Percursos e Possibilidades.

Vivian Martins, Adriana Baptista

Resumo


O artigo aprofunda conhecimentos sobre a afetividade na educação online, considerando o afeto, a interatividade, a colaboração, a coautoria e a aprendizagem significativa como fatores preponderantes para o sucesso na modalidade. O método é a pesquisa-formação na cibercultura, que não separa a docência do ato de pesquisar. Não há centralidade no docente, nos conteúdos, nas tecnologias nem nos praticantes ciberculturais; a centralidade está na rede que se forma entre todas essas interlocuções. O contexto foi o curso de extensão Formação de Docentes para a Educação Online ministrado no Instituto Federal do Rio de Janeiro, campus Belford Roxo, em que ambiências formativas e dispositivos de pesquisa na educação online foram acionados para compreender as questões norteadoras do estudo. Como achado da pesquisa, tem-se a noção subsunçora “Atividades síncronas: pertencimento e afetividade”, emergente das narrativas dos praticantes, dodiálogo bibliográfico, da imersão nocotidiano da pesquisa e do dispositivo “síncrono ou assíncrono? Eis a questão...”, acionado utilizando um fórum de discussão para que mais dados sobre a afetividade pudessem emergir. O achado da pesquisa proporciona saberes para melhores práticas como docentes online, assunto de extrema importância para a Educação em contexto de cibercultura.


Palavras-chave: Afetividade, Educação Online, Pesquisa-formação, Cibercultura.


The Affectivity in Online Education: Paths and Possibilities


Abstract


The article deepens knowledge about affectivity in online education, considering affection, along with interactivity, collaboration, co-authorship and meaningful learning as preponderant factors for success in the modality. The method is research-formation in cyberculture, which does not separate teaching from the act of researching. There is no centrality in the teacher, in the contents, in the technologies and in the cybercultural practitioners, the centrality is in the network that forms among all these interlocutions. The context was the Extension Course "Teacher Education for Online Education", taught at the Federal Institute of Rio de Janeiro, Campus Belford Roxo, where formation environments and research devices in online education were used to understand the guiding questions of the study. As a result of the research, the subscriber notion "Synchronous activities: belonging and affectivity" emerges from the narratives of the practitioners, from the bibliographic dialogue, from the immersion in the daily routine of research and from the "synchrono orassynchrono" device. Here's the question ..." triggered using a discussion forum so that more data on affectivity could emerge. The finding of the research provides knowledge for best practices as online teachers, a subject of extreme importance for education in the context of cyberculture.


Keywords: Affectivity, Online Education, Research-formation, Cyberculture


Palavras-chave


Afetividade; Educação Online; Pesquisa-formação na Cibercultura.

Texto completo:

PDF

Referências


Alves, Nilda (2008). Decifrando o pergaminho: o cotidiano das escolas nas lógicas dasredes cotidianas. InInês Barbosa Oliveira; Nilda Alves (orgs.). Pesquisa nos/dos/com os cotidianos das escolas. 3ª ed. Rio de Janeiro: DP&A, p.13-38.

Ardoino, J. (2003). Para uma pedagogia socialista. Brasília: Plano. Damásio, A. (2000). O mistérioda consciência: do corpo e das emoçõesaoconhecimento desi(2ª reimpr.). São Paulo: Companhia das Letras.

Freire, P. (1987). Pedagogia do Oprimido. 17ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Hooks, B. (2013). Ensinando a transgredir: a Educação como prática de liberdade. Trad. Marcelo Brandão Cipolla. São Paulo: Martins Fontes.

Monteiro, A.F.et al. (2014). A afetividade na relação tutor-aluno: o ensinar e o aprender na educação online.InXI Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância (ESUD). Florianópolis, SC. Disponível em: http://esud2014.nute.ufsc.br/anais-esud2014/files/pdf/128134.pdf

Santos, E.O. (2014). Pesquisa-formação na cibercultura. Santo Tirso: Whitebooks.

Santos, E. O.; Carvalho, F.S. P.; Pimentel, M. (2016). Mediação docente online para colaboração: notas de uma pesquisa-formação na cibercultura. ETD - Educação Temática Digital, 18, n.1,23-42. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/index

Sihler, A.P.; Ferreira, S.M.B. (2011). A afetividade mediada por meio da interação na modalidade a distância como fator preponderante para a diminuição daevasão.17º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância (17º CIAED). Manaus, AM. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2011/cd/116.pdf

Veiga, A.L.S. (2007). Relação e emoção na educação a distância - o afeto possível. Revista Ramal de Ideias. Disponível em: http://www.ufac.br/site/unidades-administrativas/orgaos-complementares/edufac/revistas-eletronicas/revista-ramal-de-ideias/edicoes/edicao-1/caminhos-da-educacao/relacao-e-emocao-na-educacao-a-distancia/at_download/file




DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v8i1.639



Direitos autorais 2018 Revista EaD em FOCO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS