A PRÁTICA DA TUTORIA NO PROJETO E-NOVA: UMA REFLEXÃO A PARTIR DOS CONCEITOS DE COMUNIDADE DE PRÁTICA

Andreza Regina Lopes da Silva, Isadora de Souza Bernardini, Jaqueline Rossato, Sabrina Rebelo, Fernando José Spanhol

Resumo


O presente artigo tem como objetivo buscar evidências que possam ilustrar a semelhança entre a tutoria do projeto e-Nova e às comunidades de prática. Para tanto, a metodologia utilizada caracteriza a pesquisa como teórico-empírica, de natureza exploratória e descritiva; já a sua abordagem classifica-se como qualitativa. A unidade de análise escolhida foi o curso de capacitação do e-Nova, projeto que tem como objetivo a disseminação do empreendedorismo inovador e a geração de produtos e processos inovadores com sucesso técnico e mercadológico. Como método, utilizou-se do estudo de caso, pois busca caracterizar o grupo de tutoria do projeto e identificar características que possam caracterizá-lo com uma comunidade de prática. Como resultado, observa-se que, a tutoria do projeto e-Nova possui três características basilares: trata-se de um grupo de trabalho intensivo em conhecimento; atua sobre um conjunto comum de questões; e promove a criação de novos conhecimentos por meio do compartilhamento. Conclui-se que, em sua maioria, as características desse grupo se assemelham a aspectos pertencentes a uma comunidade de prática, tais como: possui um grupo de indivíduos que se importa com um conjunto comum de questões, e compartilha e desenvolve conhecimentos nesse domínio.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v2i1.98



Direitos autorais 2018 Revista EaD em FOCO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS