Ensino e Aprendizagem: Uma análise das Metodologias Aplicadas no Instituto Metrópole Digital – UFRN.

Andressa Ferreira Ramalho Leite, Mauro Lemuel de Oliveira Alexandre

Resumo


O presente estudo apresenta uma análise das metodologias aplicadas no Instituto Metrópole Digital em seus cursos técnicos, de graduação e pós-graduação, visando atingir como objetivo central a compreensão do ensino e aprendizagem nesse processo educacional. Para tanto, foram identificadas as principais metodologias de ensino adotadas pelos docentes do Instituto, verificando quais os critérios de seleção do método e fatores que influenciam na escolha, buscando perceber qual a autonomia do docente no processo de escolha e a utilização da modalidade a distância – EaD. O estudo se caracteriza quanto à sua metodologia, como exploratório descritivo, com abordagem qualitativa, em que, para obtenção de dados, foi aplicado um roteiro de questões abertas e fechadas aos docentes dos cursos do Instituto Metrópole Digital - campus Natal, utilizando a plataforma digital Survey Monkey. Como resultado desse estudo, percebe-se que os professores optam preferencialmente pela utilização de métodos interativos de ensino, mesmo utilizando por vezes a aula expositiva-dialogada, e que o perfil do aluno é considerado fator decisivo na escolha do método. As considerações finais desta pesquisa baseiam-se na influência de fatores relacionados às normas do Instituto e à infraestrutura da instituição, o que corrobora, diretamente, a escolha do método de ensino.

Palavras-chave: Aprendizagem. Ensino a distância. Metodologia.

 

Teaching and Learning: An Analysis of the Applied Methodologies at the Digital Metropole Institute – UFRN.

Abstract


The study shows an analysis of the applied methodologies in the Instituto Metrópole Digital, at the technical, undergraduate, and graduate level courses, with the main objective being the understanding of the teaching and learning process. In order to do so, the main teaching methods adopted by the Institute's instructors were identified, verifying the selection criteria and factors that influence the choice, seeking to understand the teacher's autonomy in the choice process and the use of the Distance Education Teaching Modality - EAD. The study is characterized as qualitative descriptive exploratory study and to collect the data a survey with close and open ended questions was made available to course instructors of the Instituto Metrópole Digital - Campus Natal, via the digital platform Survey Monkey. As a result of this study, it is perceived that instructors prefer to use interactive teaching methods, even using the expository-dialogue class methodology, and that the student's profile is considered a decisive factor in the choice of the methods. The final considerations of this research study are based on the influence of factors related to the norms of the Instituto and to the infrastructure of the institution, which corroborate directly in the choice of the teaching methods.

 

Keywords: Learning process, Distance Education, Methodology


Palavras-chave


Ensino-aprendizagem; Ensino à distância; Metodologia.

Texto completo:

PDF

Referências


ABED (2015). Relatório analítico de aprendizagem a distância no Brasil. Disponível em: http://abed.org.br/arquivos/Censo_EAD_2015_POR.pdf. Acesso em 1 de agosto de 2017.

Alonso, K. M. (2000). A educação a distância e um programa institucional de formação de professores em exercício. Educação a Distância: construindo significados. Brasília: Plano, 1, 229-244.

Anastasiou, L. G. C. & Alves, L. P. (2003). Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. Joinville: Univille.

Bardin, L. (1977). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Beni, M. C. (2003). Análise estrutural do turismo. São Paulo: Senac

Brasil. MEC. (2017) Pronatec ofertará quase 10 vezes mais vagas em cursos técnicos a alunos do ensino médio. http://portal.mec.gov.br/component/tags/tag/41151. Acesso em 20 de agosto de 2017.

Demo, P. (1997). Pesquisa: princípio científico e educativo. São Paulo: Cortez. p. 9–97.

Denzin, N. & Lincoln, Y. (1997) O planejamento da pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed.

Kalatzis, A. & Belhot, R. (2007). Estilos de aprendizagem e educação a distância: perspectivas e contribuições. Gepros: Gestão da Produção, Operações e Sistemas, 2, v. 2, p. 11-22, jan./abr.

Fernández, F. Addine (1998). Didática y optimización del processo de enseñanzaaprendizaje. La Havana: Instituto Pedagógico Latinoamericano y Caribeño.

Flick, U. (2009). Introdução à pesquisa qualitativa. 3ª ed. Porto Alegre: Artmed.

Freire, P. (1987). Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

INEP (2003). Censo da Educação Superior. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Acesso em 05 de maio de 2015. Disponível em http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/apresentacao/2014/coletiva_censo_superior_2013.pdf.

Leal, R. B. (2005). Planejamento de ensino: peculiaridades significativas. Revista Iberoamericana de Educación, Buenos Aires.

Molina, S. & Rodríguez, S. (2001). Planejamento integral. São Paulo: Edusc.

Morin, Edgar (1973). O paradigma perdido: a natureza humana. Lisboa: Europa-América.

Morin, Edgar (2003). Introdução ao pensamento complexo. Lisboa: Instituto Piaget.

Moura, T. M. M. (2009). Metodologia do ensino superior: saberes e fazeres da/para a prática docente. Maceió: EdUFAL.

Oliveira, E. G. (2003). Educação a distância na transição paradigmática. Campinas: Papirus.

Palloff, R. M. & Pratt, K. (2004). O aluno virtual. Porto Alegre: Artmed.

Rangel, M. (2005). Método de ensino para aprendizagem e dinamização das aulas. Campinas: Papirus.

______ (2010). Fundamentos pedagógicos: referências significativas comuns ao ensino nas áreas de estudos gerais e profissionalizantes. Rev. Educ. Prof., Senac, Rio de Janeiro, v. 36.

Richardson, R. J. (1989). Pesquisa social: métodos e técnicas. 2ª ed. São Paulo: Atlas.

Seduc (2017). Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego. Disponível em: http://sigeduca.seduc.mt.gov.br/pronatec/viewconteudo.aspx?1. Acesso em 20 de agosto de 2017.




DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v8i1.684



Direitos autorais 2018 Revista EaD em FOCO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS