A Ludoteca Digital como Espaço de Aprendizagem na Formação de Professores

Suselei Bedin Affonso

Resumo


Este artigo tem como objetivo promover uma reflexão crítica acerca das possibilidades formativas proporcionadas pela utilização de espaços virtuais de experimentação na formação de futuros educadores. A partir da implantação de uma ludoteca digital vinculada ao curso de Pedagogia e do acompanhamento de sua utilização pelos acadêmicos junto à comunidade, buscou-se investigar as contribuições desse espaço para promover a aproximação dos alunos com as novas tecnologias que podem ser incorporadas no trabalho pedagógico, bem como refletir sobre as potencialidades e limites desses recursos. Os resultados apontam para a contribuição da disseminação da ludicidade em um ambiente virtual voltado à aprendizagem e à oportunidade de os estudantes experimentarem novos materiais pedagógicos e metodologias que lhes permitam refletir sobre os processos educativos, relacionando teoria e prática.


Palavras-chave: Ludoteca digital, Ambientes virtuais, Novas metodologias de ensino-aprendizagem, Formação de professores.


Digital Didactic Playroom as a Learning Environment in Teacher’s Education


Abstract

This paper aims to promote a critical reflection about the possibilities and limitations provided by the use of experimental virtual spaces in the formation of future educators. From the implementation of a digital didactic playroom linked to the Pedagogy course and by monitoring its use with the community, this paper aimed to investigate its contributions to the consolidation and expansion of knowledge in the professional development of these students, as well as the difficulties and easiness of the incorporation of new technologies in the pedagogical work. The results point not only to the contribution of the dissemination of ludic character on a virtual environment developed for learning, but also to the opportunity of students to experiment new pedagogical materials and methodologies that enables them to optimize their action, relating theory to practice.


Keywords: Digital didactic playroom, Virtual environment, Teaching-learning methodology; Professor training.


Palavras-chave


brinquedoteca virtual; ambientes virtuais; novas metodologias de ensino-aprendizagem; formação de professores

Texto completo:

PDF

Referências


Bomtempo, Edda (1997). A brincadeira de faz-de-conta: lugar do simbolismo, da representação, do imagi-

nário. In Tizuko Morchida Kishimoto (Org.). Jogo, brinquedo, brincadeira e educação. São Paulo: Cortez.

Cunha, Nylse Helena da Silva (1998). Brinquedoteca: definição, histórico no Brasil e no mundo. In Adriana

Friedmann (Org.). O direito de brincar: a brinquedoteca. São Paulo: Scritta.

Friedmann, Adriana (1990). Jogos tradicionais. In Ideias. O cotidiano da pré-escola. São Paulo: FDE, n. 7, p.

-61.

Gonçalves, Marise Matos (2009). Brinquedoteca Virtual Escolar: possível aproximação da criança ao brincar e

à aprendizagem. Dissertação. 98p. Florianópolis. Universidade Federal de Santa Catarina.

Kishimoto, Tizuko M. (1998). O jogo e a educação infantil. São Paulo: Pioneira.

Lévy, Pierre (1999). Cibercultura. São Paulo: Editora 34.

Mendonça, L. O.; Souza, A. C. (2012). Brinquedoteca do IFCE Campus Canindé: um projeto em construção.

Anais do XVI ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino. Unicamp – Campinas.

Negrine, Airton (1997). Brinquedoteca teoria e prática: dilemas na formação do brinquedista. In Santa

Marli Pires dos Santos (Coord.). Brinquedoteca: o lúdico em diferentes contextos. Petrópolis: Vozes. p.

-94.

Nóvoa, A. et al. (Coord.) (1995). 2a ed. Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote.




DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v7i2.465



Direitos autorais 2018 Revista EaD em FOCO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Universidades consorciadas