Educação à Distância e a Concepção de seus Alunos

Ana Laura Franco Paião, Ivana Célia Franco Paião

Resumo


A Educação a Distancia é uma modalidade que esteve adormecida por determinado tempo e avançou, no Brasil, com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 1996 e o desenvolvimento tecnológico e virtual, facilitando a comunicação entre as pessoas; no caso da Educação a Distância, entre o aluno e o professor/tutor. Este artigo traz particularidades sobre uma pesquisa realizada junto a alguns alunos que cursam graduação na modalidade EaD. Revela o perfil de alunos, metodologia de estudo utilizada e conceituação sobre a modalidade, tomando como base alunos de determinada universidade paulista.


Palavras-chave: Educação a distância, Modalidade educacional, Resultado de pesquisa com alunos.


Distance Education and the Conception of Students

Abstract
The Distance Education is a modality that has been asleep for a time and advanced in Brazil, with the Law of Directives and Bases of Education, 1996, and the technological and virtual development, facilitating communication between people; in the case of distance education, student and teacher/tutor. The article presents characteristics of research conducted among some students who attend graduate in distance education mode. Reveals the profile of students, study methodology, conceptualization of modality, based on students of a particular university of São Paulo.

Keywords: Distance education, Educational modality, Search result with students.


Texto completo:

PDF

Referências


Hermida, J. F.; Bonfim, C. R. S. (2006). A Educação a Distância: história, concepções e perspectivas. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. especial, 166–181. Disponível em: http://www.histedbr.fe.unicamp.br/revista/edicoes/22e/art11_22e.pdf

Izumi, C. E. Apenas 13 cursos de graduação a distância têm nota máxima do MEC. Acesso em 11/04/2016. Disponível em http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/02/09/apenas-13-cursos-de-graduacao-a-distancia-tem-nota-maxima-do-mec-veja-quais.html

Landim, C. M. F. (1997). Educação a distância: algumas considerações. Rio de Janeiro.

Mugnol, M. (2009). A Educação a Distância no Brasil: conceitos e fundamentos. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 9, n. 27, p. 335-349.

PNAD Internet. Análise de resultados. Acesso em 12/04/2016. Disponível em http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/acessoainternet/comentarios.pdf

SENAC. EaD cresce e aparece no Brasil. Acesso em 16/04/16. Disponível em: http://www.ead.senac.br/noticias/2013/12/ead-cresce-e-aparece-no-brasil/

Silva, A. C. L. (2000). Um panorama do ensino de graduação no Brasil. Acesso em 16/04/2016. Disponível em http://www.ccuec.unicamp.br/revista/infotec/artigos/anacatarina.html

Survio. Pesquisa sobre EaD. Disponível em: https://www.survio.com/survey/d/W1Z8U4T8E0K0G9M9R

Survio. Sobre nós. Acesso em 13/07/16. Disponível em: http://www.survio.com/br/sobre-nos

Tokarnia, M. Educação a Distância ainda gera desconfiança, diz estudo. Acesso em 14/04/2016. Disponível em http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2016-04/educacao-distancia-ainda-gera-desconfianca-diz-estudo.

UNIP. Sobre a Educação a Distância. Acesso em 12/04/2016. Disponível em http://www.unip.br/ead/institucional/apresentacao




DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v6i3.428



Direitos autorais 2018 Revista EaD em FOCO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

UNIVERSIDADES CONSORCIADAS